terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz ano novo!

Olá a todos! Muito bom dia! Estou viajando e estarei de volta no dia 6 de janeiro. Infelizmente o acesso a internet é difícil nesta localidade e não poderei dar continuidade às crônicas diárias pelo menos até a primeria semana de janeiro. Até lá deixo com vocês algumas reflexões sobre o ano novo que se aproxima e desejo uma festa de natalina cheia de aconchego familiar, fartura de carinho e compreensão. A todos uma virada de ano divertida, forte e vigorosa, cheia de vibrações positivas para o ano novo que se aproxima e que promete ser um ano e tanto, especialmente para nós brasileiros e brasilienses. Obrigada a todos pela parceria nessa jornada astrológica, entre o céu e a terra. 
Gratidão
Aline Maccari
"A Astróloga"


"Assim na terra como no céu." O princípio da correspondência que garante que macrocosmo e microcosmo são um só nos orienta sobre como a vida acontece aqui em baixo desde os tempos sem princípio. E os desígnios dos deuses antigos, representados simbolicamente pelos planetas que carregamos até hoje conosco no nosso inconsciente, nos orientam sobre o que pode acontecer e como podemos proceder. Há alguns anos os deuses vêm anunciando tempos de desafios. Desde 2010 vivemos as tensões de um grande quadrado desenhado no céu, uma quadratura entre Urano, planeta das revoluções no signo de Áries e Plutão, planeta de morte e renascimento em Capricórnio.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A cama na varanda

Dia de Lua em Cãncer e o valor da nossa intimidade. Plutão, o oculto, no alto de Capricórnio torna público nossos episódios eróticos que antes estavam reservados apenas às paredes do quarto. Marte, planeta do sexo, em Libra, pode ser vaidoso demais. A impulsividade de Urano em Áries tem seu preço. Fotos de Evan Baden
O mundo está de cabeça para baixo e os casais também. O feminino e o masculino trocaram de lugar. Ela, a Vênus, entrou no universo dos negócios, do trabalho, da chefia e das conquistas. A bela transitará pelo terceiro signo de terra, Capricórnio, por uma longa temporada, do dia 5 de novembro de 2013 até 5 de março de 2014. Regida por Saturno, ela perde parte de seus truques e artimanhas para conseguir o que quer, deixando a responsabilidade, o compromisso e a seriedade a convencerem os outros de que é merecedora do que busca. 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Quadratura bang bang

A super quadratura é ativada todas as vezes em que mais um planetinha entra na disputa. Sol em Sagitário é otimista e pensa nas festas de fim de ano. Lua em Câncer carrega reflexões e prefere ficar em casa, introspectiva, de pantufas. O conflito é constante. A pausa para as reflexões também poderia ser. Em caso de desespero é recomendável algumas horas de música.  Há quem diga em Brasília que "só o som salva".
Era uma vez Plutão em Capricórnio. Sombrio e nervoso, temendo perder o emprego, ele carregava uma sniper silenciosa e apontava para todos os lados. Urano em Áries, justiceiro, violento e belicoso defendia os seus contra as tiranias do mundo apontando sua bazuca nas quatro direções. Júpiter em Câncer quase perdeu o equilíbrio emocional e para garantir a segurança da família mantinha algumas granadas no criado mudo, junto à bíblia e a constituição. Marte em Libra, vaidoso e medroso, se sentiu acuado e sacou de sua Louis Vuitton um spray de pimenta mortal. E no céu se formou a quadratura mais tensa de todos os tempos envolvendo quatro planetas perigosos e armados até os dentes, prontos para atirar a qualquer momento.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O geminiano Eduard Snowden e a Lua Cheia

Na Lua Cheia em Gêmeos o geminianíssimo Eduard Snowden envia carta aberta ao povo brasileiro e pede asilo politico. Abaixo um breve perfil astrológico do moço e a carta traduzida.
A Lua Cheia em Gêmeos pegou em cheio quem tem vários planetas neste signo e em Sagitário. Até aí tudo bem, até que o geminiano mais pop dos últimos tempos, Eduard Snowden, ex consultor da NSA, Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, sob efeitos lunares, abre o verbo em carta aberta endereçada ao povo brasileiro pedindo asilo político. Justo sob a Lua Cheia geminiana? Sim! 

Lua Cheia mon amour!

No clássico francês  "Hiroshima meu amor" como na vida real podemos falar sobre uma série de assuntos sem nos tornarmos suficientemente claros. A Lua  Cheia em Gêmeos em aspecto desafiador com Mercúrio em Sagitário e Marte em Libra dificulta não só a comunicação, mas também o comércio e as viagens.
Uma atriz francesa vai a Hiroshima no Japão para uma série de filmagens. O filme a ser rodado é sobre a guerra, a bomba, a destruição da cidade, a dor da experiência bélica entre os civis e a reconstrução do país. Facilmente "apaixonável" e "enlovecida" ela divide sua cama, num quarto de hotel, na última noite de gravações na cidade que se reinventou até se tornar a moderna Hiroshima. A cena de abertura do clássico "Hiroshima meu amor", de 1959, traz palavras soltas e impressões divididas entre ela e seu amante por uma noite, um arquiteto japonês.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Lua Cheia em Gêmeos e Sol em Sagitário

Sol em Sagitário e Lua Cheia em Gêmeos entre segunda e terça-feira. Tudo o que foi plantado com fé e otimismo será colhido no começo de uma semana promissora e cheia de oportunidades. A sensação é a de que depois de um ano inteiro de trabalho podemos celebrar nossas conquistas. Enquanto isso na Índia o menino e o velho se encontram. O pequeno e o grande canal de comunicação se unem para transmitir uma mensagem divina. 
De um lado dois garotos nova yorkinos, com suas câmeras fotográficas nas mãos buscam por aventuras e descobertas em terras longínquas. Do outro yoguis, ascetas, gurus e iluminados indicam os caminhos para o encontro com o ser divino que há dentro de cada um de nós. Em comum eles têm todo um eixo zodiacal. De um lado Gêmeos, estampado nos olhos dos garotos, vívidos, curiosos, em muitos momentos deslocados, interessados e até desastrados de alguma forma, tentam registrar e propagar na mídia um documentário sobre a beleza, a profundidade e a originalidade desses "homens divinos".

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

O mentiroso

Mercúrio em Sagitário é o dono da verdade, mas quando mal aspectado pode se transformar no maior dos mentirosos. Mercúrio enfrenta quadratura com Netuno dificultando transações comerciais e promovendo propaganda enganosa. Cuidado! Mercúrio fica em Sagitário de 5 até 24 de dezembro. Foto da peça de teatro: O Mentiroso.


Mercúrio é um deus cheio de talentos. Geralmente o signo de Gêmeos que é regido por este planeta encontra uma grande dificuldade em se decidir sobre o que quer fazer na vida. Desde uma simples escolha no cardápio de um restaurante até uma carreira profissional pode enfrentar dúvidas angustiantes. No final das contas ele pode decidir por uma carreira que lide com uma série de coisas ao mesmo tempo. Sendo um generalista, ele dá conta de tudo sem se entediar. Mercúrio é o mensageiro entre os deuses e os homens, é o deus da palavra, do pensamento, do entendimento, do comércio, das viagens, da música, dos enganadores e dos bandidos. O palavreado cheio de astúcia de Mercúrio pode se manifestar  num grande humorista ou num estelionatário. Mercúrio no céu desses dias de dezembro transita por Sagitário, o signo do mês.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Sagitário e a generosidade

Generosidade e simplicidade são palavras não só lembradas, mas vividas diariamente
pelo homem mais famoso de 2013, o Papa Francisco. Ele foi considerado pelo revista
Time como a personalidade mais influente no ano. Nosso Papa tem o Sol no signo
de sagitariano e fará aniversário em breve.
Sobre nossas cabeças um universo de configurações planetárias, um mundo de informações e possibilidades das mais variadas. Sem sair de casa, neste exato momento, 7:15 da manhã,  a vizinha de baixo avisa que o dia começa bem. Os gemidos extrapolam as paredes de papel do prédio e não há como não tornar público o seu gozo com a vida e com o amado. Eu rio obviamente e confirmo: é a Lua em Áries, sexual e espalhafatosa, gritando nas quatro direções de Júpiter, Urano e Plutão, avisando que o dia chegou. Até as 18:40 de hoje a Lua permanece no signo da virilidade e então ingressa em Touro, o signo do trabalho e da fartura. No ambiente profissional podemos esperar um milhão de demandas, reuniões, exigências e velocidade para dar conta de tudo.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Os exageros de Zeus

Sol em Sagitário e o mês dos exageros e falta de limites. Lua - Urano em Áries incita humores irritáveis e conflituosos. Os hermanos argentinos vivem dias de tango (Lua em Áries) e caos (Sol e Mercúrio em Sagitário em aspecto negativo com Netuno e Quiron)
A luz solar que nos ilumina no céu deste mês passeia por Sagitário e seus raios nos contaminam com uma das qualidades mais marcantes do signo: a falta de limites. O terceiro signo de fogo é regido por Júpiter, mais conhecido na mitologia grega por Zeus. Além de todas as qualidades para ser um grande governante, como sabedoria, generosidade, brios, e flexibilidade ele carregava uma sombra também conhecida daqueles que detém o poder, o descontrole de sua razão em nome de seu orgulho. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Entre ansiedades e oportunidades

Marte em Libra, o signo da diplomacia, reúne dezenas de autoridades do mundo inteiro para a última homenagem ao herói Nelson Mandela em Joanesburgo. Lua em Áries acelera a semana e pode nos deixar muito agitados. Precisaremos encontrar um equilíbrio entre a ansiedade e as oportunidades.
Marte, o deus da ação, entra no signo da diplomacia, Libra e alcança um feito de importância histórica no dia de hoje. Neste momento dezenas de líderes mundiais e milhares de sul-africanos se reúnem no estádio Soccer City em Joanesburgo para prestar a última homenagem a Nelson Mandela. Quem poderia imaginar tantas autoridades, de filosofias políticas tão díspares reunidas num único lugar, a essa altura do campeonato, debaixo de um céu tão conflituoso, de restrições financeiras, empréstimos bilionários, conflitos armados, tão cheio de antagonismos. Só poderia mesmo ser em nome de Madiba, que sempre soube que sua ausência era tão ou mais importante que sua presença. 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Marte em libra

Marte entra em Libra e fica no signo até 25 de julho de 2014. O ímpeto do masculino se colore com as cores da Vênus. O trabalho com a beleza, a diplomacia, a justiça e as artes toma fôlego. Só não podemos confundir estratégia com inação. Na foto para a revista Vanity Fair Tom Ford, designer e fashionista responsável pela recuperação da marca italiana Gucci, juntamente com os dois lados da balança libriana: Keira Knightley e Scarlett Johansson.
Ele tinha um bigode de responsa, bem farto, preto como carvão. E a construção daquela pequena máscara pessoal promovia uma certa fama a seu respeito que se propagou também entre sua atividade profissional. Talvez ele não tivesse a imagem de um empresário tão temido e belicoso se não fosse o tal do bigode. Alexandre já tinha ganho nome de rei muito antes de mostrar ao que veio. De origem humilde este machão criou um pequeno império em Brasília digno de respeito, afinal foram anos de trabalho muito duro.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Mandela: cumpridor de seu destino

Todos temos um mapa a seguir, um destino a cumprir. Mandela viveu o seu com nobreza de caráter, propósito e todo o amor do mundo. A seguir uma análise astrológica do mapa do herói africano. Foto atribuída a Sebastião Salgado
Ele nasceu em 18 de julho de 1918, na África do Sul. O Sol em Câncer na casa 8 faria dele um homem de instintos e cuidados maternais, preocupado com  a vida e os valores dos outros. Nessa época seu povo vivia os próprios infernos de Hades, dentro de casa (a casa 8 é regida por Plutão). Plutão geracional em Câncer mostra a atmosfera da época e o nível da opressão dentro do próprio lar (Câncer).

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Heróis e anti-heróis

Toda as vezes que a grande quadratura entre Plutão em Capricórnio (a terra)  e Urano em Áries (o herói) é tocada novas manifestações eclodem em outras partes do mundo. Em pauta a vivência e a sobrevivência da terra, da mãe terra, da pátria mãe e do feminino. A entrada de Mercúrio hoje em Sagitário, até o dia 24 de dezembro, pode deixar as discussões ainda mais dogmáticas. A foto acima é referente às manifestações no Brasil em junho deste ano.
No céu uma quantidade de aspectos marcantes toma o dia de arquétipos em franca ação e muitas coisas podem acontecer. A Lua em Capricórnio tocou Plutão e agora toca Vênus, forma quadratura com Urano, oposição a Júpiter e deixa um rastro de informações importantes. Desde ontem a competência se estabeleceu.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O centauro, o bode e o jasmin

Quarta e quinta de Sol em Sagitário e Lua em Capricórnio - Lua em conjunção com Plutão e logo mais com Vênus: otimismo X pessimismo. Vamos preferir contar pedras ou estrelas? 
Sucesso, expansão, otimismo e exageros. Essas são algumas palavras que definem o mês sagitariano. É claro que o signo tem outras qualidades, aliás uma infinidade delas, mas hoje escolhi falar dessas. Sagitário é regido por Júpiter, o deus do Olimpo, conhecido na Grécia antiga por Zeus. Do alto do lugar mais nobre, a morada dos deuses, ele é capaz de enxergar melhor e comandar a "liga da justiça" ou das injustiças, afinal os deuses era cheios de defeitos, muito parecidos com os nossos. E a imperfeição sagitariana que mais me provoca é justamente a questão do otimismo ilimitado

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Teologia e psicologia: Leonardo Boff fala sobre a obra de Carl Gustav Jung e a busca pela espiritualidade

"Hoje nos encontramos numa fase nova na humanidade. Todos estamos regressando à Casa Comum, à Terra: os povos, as sociedades, as culturas e as religiões. Todos trocamos experiências e valores. Todos nós enriquecemos e nos completamos mutuamente." Leonardo Boff : filósofo, teólogo e sagitariano
O vídeo de hoje é mais um relato sobre a obra de Carl Gustav Jung. Com a palavra o filósofo, teólogo, escritor e professor Leonardo Boff. O ex frade franciscano teve contato com a família e os estudos do psicólogo e em seu depoimento consegue como poucos, justamente por ter pertencido à igreja, traçar um paralelo entre a psicologia, o misticismo e a religiosidade. Boff fala de temas centrais na psicologia arquetípica como a anima e o animus, a luz e a sombra e ainda a individuação como princípio libertador, caminho para a realização do sujeito em busca da felicidade. 

Manual para emotivos: 13 estratégias contra a miopia

Sol e Lua em Sagitário - quadratura com Netuno: Dificuldades em ver o que vem à frente e
como lidar com as situações? Deve ser a miopia causada pela água salgada.
A Lua Nova em Sagitário nos enche de alegria e otimismo para corrermos atrás do que nos pertence ao mesmo tempo em que nos confunde quando forma quadratura com Netuno em Peixes. No último signo de fogo, Sol e Lua dizem que os temas dos próximos dias são viagens, descobertas, crescimento e oportunidades. Mas, em ângulo tenso com Netuno, o deus do inconsciente e dos mares, poderemos encontrar dificuldades em enxergar onde fica o gol, mesmo estando com a bola na ponta da chuteira. Ficamos míopes! Um desafio que nos leva a tempos passados e nos mostra que podemos ter falhado pelo caminho no que tangia à questão espiritual. Netuno, por mais doloroso e confuso que seja, sempre chega na hora certa para nos salvar do próprio egoísmo.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Não há nada mais próximo da felicidade que a alegria

Hoje começa a Lua Nova em Sagitário: as coisas dão certo porque somos otimistas ou dão certo e por isso somos otimistas? Sagitário tem uma das fórmulas da felicidade, isso é fato. E ela começa com a alegria.
A cada 29 dias os deuses nos oferecem a oportunidade de estrear um novo ciclo. São as lunações. Estas que nos embalam por um mês começam com a Lua Nova e a possibilidade de plantarmos sementes em forma de intenções, desejos, planos e ideias que podem germinar durante o restante do ciclo trazendo novos frutos e por isso novas esperanças. Hoje começa a lunação sagitariana. Lua e Sol estarão no mesmo signo entre segunda e terça-feira trazendo uma mensagem especial. Sagitário é regido por Júpiter, mais conhecido na mitologia grega como Zeus, o deus do Olimpo. 

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Dez conselhos de Adão para Eva

Em dia de Lua em Libra tensionada alguns conselhos de Marte podem ser valiosos para a Vênus
A Lua em Libra no céu de hoje continua alardeando sua beleza e formosura, mas em quadraturas com Vênus em Capricórnio e Júpiter em Câncer a bela está mesmo é inquieta e brigona. Libra é o signo dos relacionamentos, do amor e quando a Lua se posiciona neste signo podemos estar muito mais tentados a falar dos nossos casamentos. Ela pode até flertar, paquerar, mas em Libra o assunto pede um pouco mais de compromisso, estamos falando de matrimônio. 

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

As sacerdotisas

A Lua está em Libra, signo do feminino, da diplomacia e da beleza. Mas, isso não significa que teremos dias tranquilos entre quinta e sexta. No céu são muitos os desafios. Das "Catacumbas de Priscila" (Plutão) na Itália, a Vênus traz um recado: as sacerdotisas sempre existiram.  Faça uma visita virtual ao sítio arqueológico de Roma sem sair da "a astróloga" com link do Google Maps no final do post. Urano agradece.
Não é porque a Lua está em Libra que o céu se apazigua. Aquela que rege os nossos humores sobrevoa o signo da beleza, do amor e da diplomacia, isso é fato. Mas, em Libra a Lua forma posições tão desafiadoras no dia de hoje que podemos nos assustar com a variedade de desafios que uma simples quinta nos reserva. Ela forma quadratura com Plutão em Capricórnio e oposição a Urano em Áries. A Vênus, tema do dia, está no alto do céu em oposição a Júpiter em Câncer e o Sol sagitariano continua sua quadratura com Netuno em Peixes

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Um dia desses

Alguns dias são banais. Neles quase nada de especial ou fantástico pode acontecer. A não ser nos olhos de quem o vê. A não ser nos olhos de quem percebe os detalhes do dia-a-dia. O grande fotógrafo francês Cartir-Bresson afirmava que setenta e cinco por cento das pessoas não olham, apenas tiram fotos. 
Rabugice é o nome que se dá ao estado de ânimo do sujeito desperto cedo para trabalhar sob uma Lua em Virgem em conjunção com Marte. Teremos toda a energia disponível para executar as tarefas que o dia irá demandar, mas acordar de manhã dividindo a cama com a deusas dos humores e o deus da guerra pode gerar uma irritação daquelas. O melhor a fazer é se envolver rapidamente com o trabalho, porque a Vênus em Capricórnio, com a cabeça sempre ocupada com as questões materiais e profissionais, está preocupadíssima com o fim de ano e se prepara para mais oportunidades no trabalho e celebrações natalinas. 

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Encantos, desencantos e lições

Em dia de Lua em Virgem me lembrei do virginiano Kalu Rimpoche, mestre do budismo tibetano. Em dia de Sol em conjunção com Netuno me lembrei que para se encontrar é preciso se perder. E que não exite luz sem escuridão.
O samsara é encantador. Essa frase foi reveladora, não só para mim, mas para dezenas de pessoas presentes à palestra de um grande mestre no ano passado em Brasília. No mês de Sagitário (o grande veículo) que tal falarmos deles, os inspirados? Kalu Rimpoche foi mestre de uma das quatro linhagens principais do budismo tibetano. E com a invasão dos chineses durante a segunda guerra mundial e devido às atrocidades praticadas por eles contra os tibetanos,  mestres, discípulos e uma parte bastante considerável da população encontrou exílio em Dharamsala, na Índia.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Máscaras a desabar

A semana começa com Sol em quadratura com Netuno e Mercúrio em conjunção com Saturno: auto engano x dose de realidade. "Não me agrada aconselhar, porque, em todos os casos, trata-se de uma responsabilidade desnecessária." Frase atribuída a Benjamin Disraeli
Ana Carolina tem 70 anos e é adoradora das terapias alternativas desde os 28, época do retorno de Saturno, quando ouviu o primeiro chamado para o amadurecimento. Desde o começo da década de 70, com a "nova era" ela estuda tudo de novo que aparece no mercado alternativo e participa de grupos de cura, das mais variadas vertentes. Como um dízimo à igreja ela gasta boa parte de seu orçamento em terapias com florais, cristais, leitura de tarot e mapa astral, além de terapias corporais e psicológicas das mais excêntricas, reservando especial afeto a ex padres palestrantes, escritores viajantes e médiuns incorporadores.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Vênus e Lua: amor e sentimento

Vênus e Lua são as belas no céu. Os dois arquétipos do feminino falam de entrega e sentimento
Femininas, sensuais e deslumbrantes Lua e Vênus, ambas estudadas como planetas pela astrologia, nos inspiram e às vezes nos confundem. Em nível simbólico, não astronômico, a diferença entre as damas do céu começa com a mitologia que explica e dá origem a elas na mente primitiva do homem. A Lua surgia esplendorosamente à noite e para apreciar sua aparição e mudança de forma a tribo inteira se reunia para saudá-la.

René Magritte: o último escorpiano

Se vivo estivesse hoje seria o ano novo de René Magritte. O artista surrelista tinha Sol em Escorpião em conjunção com Urano. Crítica psicológica, social, percepção afiada do oculto. O inconsciente trazido para a vida diária 
No último dia do céu de Escorpião celebramos o aniversário de René Magritte. E com ele temos muito o que aprender sobre arte e inconsciente. O célebre pintor nasceu em 21 de novembro de 1898, na Bélgica. Sua vida é o reflexo mais óbvio de seu mapa de nascimento. A simbologia dos planetas, nas casas e signos revela a mente e a alma do artista e as características de sua obra singular. René era o filho mais novo do casal Léopold e Regina Magritte. Escorpiano de casa 12, a morada dos sonhos e casa de morte, ele é um dos maiores representantes do surrealismo ou realismo mágico. 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Um dia desses de novembro

Lua em Câncer a caminho: atenção ao que dizem as conchas, o passado e o coração
No céu desta quarta-feira um quilo de quadraturas nos faz sentir que carregamos um tanto de missões e indecisões que nos seguem pela vida há algum tempo. E a pergunta que fazemos é: afinal, qual é a direção? A resposta: são tantas! O Sol nos últimos graus de Escorpião, se despedindo do signo das profundezas, forma quadratura com Netuno em Peixes (o deus dos mares em casa, navegando pela inconsciência), deixando nossa percepção sobre as coisas alterada pelos sentimentos, incentivando qualquer percepção extra sensorial a cerca do mundo. Sonhos, devaneios, insight, desejos, pequenos atritos e palavras lançadas sem intenção ou direção podem trazer muita informação em suas entrelinhas. 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Até tu Papa?

Habemus Papam: filme mostra os bastidores da vida do novo papa eleito, entre crise de identidade, ataques de pânico e sessões de psicanálise. Em dia de Sol em Escorpião e Lua em Gêmeos quem não quer um conselho?
O Papa morreu. E o tempo parou. O mundo se comove e corre para frente da televisão para acompanhar cada passo do novo conclave. Nos dias que se seguiram 108 cardeais se reuniram para eleger aquele que seria o sucessor do trono da Santa Igreja, o Salvador encarnado na terra. O sumo sacerdote tem o dever de acolher e aconselhar. É aquele que media e salva os fiéis da religião mais populosa do planeta. Além disso oferece consolo a qualquer pessoa ou nação católica ou não em tempos de guerras ou catástrofes naturais. Os dias se passam e finalmente os cardeais chegam a um consenso.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Escorpião à bolonhesa

Os escorpiões gostam de lugares velhos, amontoados, restos de construções como a velha Itália
Um bicho se adaptou às intempéries do tempo e do ambiente como nenhum outro. Sobre o planeta ele transita há 400 milhões de anos entre transformações, adaptações e esconderijos. Ele existe nos quatro cantos do mundo e se chama al-'aqrab em árabe ou ainda lacrau, o escorpião. Carnívoros eles podem sobreviver se alimentando de apenas 10% do que realmente necessitariam para sua sobrevivência, podendo passar até um ano sem se alimentar, habitando endereços lúgubres.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O mundo treme porque pede equilíbrio

Dia de Justiça: quadratura perfeita e mensaleiros indo para a cadeia
Nunca celebrei tanto um feriado de "Proclamação da República" quanto hoje. No céu, os quatro signos cardiais avisam que a roda da vida girou e os tempos são de mudança. Áries, Capricórnio e Câncer, conduzidos pelos gigantes Urano, Plutão e Júpiter, e ainda Lua e Vênus,  formam oposição e quadratura capaz de colocar esse país noutro patamar.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Vênus e Plutão: beleza e poder

Vênus em conjunção com Plutão em Capricórnio: o tríptico de Francis Bacon (escorpiano) foi vendido por 142,4 milhões de dólares. A obra mais cara do mundo foi leiloada durante a maior crise de todos os tempos.
Na redação os colegas não entendiam como eu, uma repórter brasileira, poderia gostar e promover o jornalismo cultural num país que valoriza tão pouco a arte. O trabalho era árduo e geralmente uma reportagem sobre um desabamento ou alguma manobra econômica fazia todo o meu trabalho despencar, simplesmente porque alguém determinou que a desgraça, o grotesco e a miséria são de interesse do espectador.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

DALIrante

Rita Mae West Room - Instalação do artista Salvador Dali - Hoje e amanhã os dias serão de Sol em Escorpião, Lua em Áries, Netuno andando para frente outra vez. Dias delirantes e cheios de cor!
Cedo, antes da tempestade a Lua começou a crescer no signo de Áries, o primeiro signo do zodíaco nos emprestando a força do começo, da ação, para dar a volta olímpica outra vez. No céu de hoje ela forma aspectos bastante tensos com um monte de heróis e anti heróis. Ela faz quadratura (ângulo de 90º) com Vênus e Plutão em Capricórnio,  Júpiter em Câncer e conjunção com Urano também em Áries.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Entrevista: Karen Armstrong: Religião x fanatismo

Netuno em Peixes e Plutão em Capricórnio: que tal falarmos de religião e política?
Sob um trígono poderoso, envolvendo os signos de água e alguns dos planetas mais poderosos (Júpiter, Saturno e Netuno) nossos dias podem tremer. Imersos em tanta água temos dificuldade de olhar para frente e dizer qual será a cena do próximo capítulo. Em quadratura com Urano e Plutão os dias se tornam ainda mais obscuros. Qual será a próxima direção a tomar? Diante desse cenário a religião pode oferecer conforto, explicação e ordem ao caos que vivemos. Um traço comum com a astrologia. A questão é quando política e fanatismo se misturam às religiões. Como quando por exemplo fundamentalistas islâmicos se suicidam e matam em cidades como Madri e Londres; extremistas cristãos matam médicos que praticam aborto; judeus tomam terras dos palestinos; hindus queimam mesquitas muçulmanas na Índia e budistas atacam muçulmanos em Myanmar. Nesse contexto a religião enquanto doutrina transcendente aparece distante e sombria. Sobre esse assunto a escritora Karen Armstrong, especialista em religião comparada, responde uma série de questões em entrevista ao programa Milênio, da GloboNews, em julho de 2013. 

Trígono, tragédia e transformação

Grande trígono das águas: fim de ciclo nas Filipinas, Coreia do Norte...
Acordei confusa. Uma tristeza sem razão me tomou. O espelho me estranhava e eu a ele. Bem ou mal, como qualquer pessoa suscetível a humores em dia de Lua em Peixes, habitualmente apanhei o café, o computador e as efemérides para começar a semana. Até a noite de domingo eu sabia pouco. Já tinha passado os olhos no episódio do tufão filipino, mas só na segunda feira tive a dimensão do estrago. São 10 mil pessoas indo embora num tempo só. O tufão Haiyan foi o mais mortífero das Filipinas, alcançou 378 km/h e foi três vezes mais intenso que o furacão Katrina. Uma demonstração de extrema potência do trígono envolvendo Sol, Mercúrio (o mensageiro) e Saturno (o karma) em Escorpião (signo de morte); Netuno (o deus dos mares, a espiritualidade), Quíron (a ferida que não cicatriza) e Lua (a emoção) em Peixes (signo de desencarne) com Júpiter (deus que rege os céus carregando os raios da ira) em Câncer (signo de emoção e vida). Pela internet o vídeo de uma moça me chamou a atenção.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Dias de tufão: a força do grande trígono

Grande trígono entre Júpiter, Netuno e Saturno mostra sua força entre o céu e a terra. Na foto Netuno, o deus dos mares.
Vivemos o mês escorpiano, período tomado por acontecimentos reais e simbólicos referentes à morte e ao renascimento de ideias, planos, relacionamentos, projetos e pessoas. Escorpião, regido por Plutão, o deus das trevas nos ensinam que essas manifestações são parte de um ciclo natural da vida, como os acessos de fúria da natureza.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Qual é o seu preço?

Plutão, Vênus e Lua em Capricórnio: se a vida é de terra todos temos um preço
Ela entra no café sem se incomodar com o que deixa para trás. A Land Rover estacionada em fila dupla perturba o movimento da rua, mas ela acha que o seu caminhar é tão mais perturbador e encantador que todos a pouparão de regras sociais. Afinal, uma mulher cara merece as suas próprias normas. O garçom que se apresse em acudir os demais fregueses querendo sair do estabelecimento. A criadagem que cuide dos pormenores.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Tristeza não tem fim. Felicidade também não!

Tristeza e felicidade vêm em ciclos. Sorte, sucesso, amargura e espera também.
Em dias difíceis, cheios de quadraturas, oposições, tensões e desafios o desejo de ser feliz passa por todas as esferas da vida. E a forma de adquirir este estado d'alma também. Bom seria se Felicidade fosse um produto à venda na prateleira do supermercado. Num primeiro momento ela se pareceria com uma propaganda de margarina, de cigarro ou bebida, talvez tivesse a nostálgica estética de um comercial dos anos 60, talvez a encontrássemos na TV, na novela das 6h, na sessão da tarde. Mas não! Felicidade é tão pouco um pacto com o Deus da Sorte. 

Inspiração para tempos difíceis

Sol em conjunção com Saturno e Lua em Capricórnio: em tempos difíceis precisamos de inspiração 
Algumas circunstâncias podem ser demasiado difíceis. Reza a lenda que ninguém carrega mais peso do que verdadeiramente poderia suportar. Mas, em vários momentos os desafios podem parecer duros demais, muito além de nossas capacidades ou pelo menos além das qualidades que julgamos ter para suportá-las ou entendê-las naquele momento.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Quíron: a dor e a cura

O manuscrito medieval traça um paralelo entre o corpo e os signos. Cada parte seria regida
por um dos 12 ajudando os antigos a diagnosticar doenças. Na antiguidade os estudos da
cura são do domínio de Quíron, mestre centauro e Asclépios
A quarta feira começa com Lua em Sagitário e Sol em Escorpião. O dia é de preocupações, buscas e profundidade, no entanto com o auxílio do entusiasmo, o otimismo e a expansividade do arqueiro. Somados, Escorpião e Sagitário são poderosos, buscadores incansáveis. E geralmente quem busca acaba por encontrar. Outro planeta considerado regente do signo de Sagitário é Quíron. Diferentemente dos outros sátiros, o centauro era uma figura bondosa, civilizada e extremamente inteligente.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Vênus em Capricórnio

Robin Whright interpreta Clair Underwood, personagem da série House of Cards: diretora de ONG e esposa do parlamentar Frank Underwood ela age nos bastidores de forma austera, inabalável
O que acontece quando Capricórnio recebe Afrodite, a deusa do amor e da beleza? Bem, o último signo de Terra é regido por Saturno, o senhor do tempo. Assim, quando a Vênus entra em sua ceara se colore com todas as suas qualidade como seriedade, compromisso, continuidade, durabilidade, rigor e senso de responsabilidade. Mulheres com Vênus em Capricórnio se identificam com alguns dos melhores aspectos do signo e podem ser muito discretas, recatadas, eficientes, profissionais e chefes.

V de escorpião

Hoje celebramos a "Noite das Fogueiras", quando Guy Fawkes foi desmascarado 
Na Inglaterra, entre os anos de 1500 e 1700, imperavam as regras rígidas de um país protestante. Os católicos não podiam exercer nenhum cargo público entre outras inúmeras atividades. Era tempo de perseguição religiosa. A eles foram impostas multas e até prisões. Quem ousasse celebrar missa poderia sofrer severas penalidades e muitos sacerdotes foram mortos. À noite, muitos protestantes mascarados visitavam as casas dos católicos promovendo o terror, exigindo entre outras coisas bebida e comida.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Saindo dos porões

Pinturas de Matisse e outros grandes artistas foram encontradas na Alemanha, no porão do velho Plutão.
O Sol e a Lua de ontem ditarão regras para os próximos dias. Para alguns o eclipse solar total em Escorpião que aconteceu neste domingo foi intenso e cheio de significados pessoais. E não poderia ser diferente. Quem não o sentiu na pele o percebeu em sonhos, desconfortos, discussões e mal entendidos. E se ainda não se manifestou ou se você ainda não percebeu sua manifestação, ainda está em tempo. O movimento que dá início à Lua Nova ou lunação escorpiana aciona crises pessoais e uma gama de situações e informações que moram num canto escondido da alma e que precisam ser resolvidos.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Eclipse solar total: 3 de outubro de 2013

O eclipse solar em Escorpião acontecerá a 11° do signo no dia 3 de novembro de 2013
Entre os antigos, os eclipses, tanto lunares quanto solares, era motivo de desespero. Afinal, que imensa movimentação planetária se dava em cima de suas cabeças, produzindo uma sombra gigante em plena luz do dia? Obviamente esse movimento tão radical dos "deuses" deveria representar algo. Não teriam os eclipses significados ocultos?

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Feliz aniversário Drummond

Se vivo estivesse Carlos Drummond de Andrade celebraria hoje mais um ano novo. Inspirado no céu e no amor ele escreveu:

ALÉM DA TERRA, ALÉM DO CÉU

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.

O corpo não mente

Scarecrow Contemporany Dance Company de Taiwan
Fundamentos da Psicologia Analítica - Primeira Conferência - Pg. 41
Nas conferências de Tavistock Jung apresentou pela primeira vez as bases da Psicologia Analítica. Para ele o corpo sempre diz a verdade.
"O corpo é o amigo mais duvidoso, por produzir coisas de que não gostamos; há inúmeros fatos a ele relativos que não podem mesmo ser mencionados. Por isso ele frequentemente se presta à personalidade do lado sombrio do ego. Às vezes representa o “esqueleto escondido no armário”, e todo mundo, naturalmente, quer ver se livre disso." C.G.Jung

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tanta espera

Mercúrio tem movimento retrógrado até 10 de novembro. Mas ele ainda fica
embaçando com Saturno até o final de novembro. Quanta espera!
Quando Mercúrio, o deus do pensar, forma conjunção com Saturno, o das restrições, elaborar qualquer ideia, estudar, escrever, entender, dialogar se tornam tarefas difíceis. E não apenas para o lado daí. O lado de cá também faz suas pausas para pesar sobre sua função não no universo dos aconselhamentos, mas da reflexão que é de todos nós. E com ambos os planetas no signo de Escorpião nossa forma de elaborar o raciocínio se torna outra, aquosa, intuitiva, perceptiva, até vagarosa. Pois é assim que deveria ser. Quem começar a escrever sua tese de mestrado hoje vai sofrer com a contagem dos cabelos brancos que estão por nascer. Aliás, com Mercúrio Retrógrado até 10 de novembro e em seguida continuando o movimento até esbarrar em Saturno novamente o aviso é que esse "não ata nem desata" dure até o final do mês de novembro. O período é longo, eu sei, mas nos ajuda a refletir sobre nossos planos, se devemos ou não seguir em frente com eles. Isso inclui propostas de compra e venda, viagens, negócios e até projetos profissionais. A parte boa é que as decisões tomadas após uma retrogradação são sempre mais consistentes, firmes, confiantes. Melhor aguardar. Apesar de que a espera para o feminino, a Vênus, será penosa. A moça que anda por Sagitário, terceiro signo do elemento fogo, não terá muita paciência para isso. Mas, ela precisa aprender que nessa hora não adiantará exigir nada do cosmos. Há dias em que simplesmente existimos sobre a face do planeta Terra. O restante do universo cuida de nossos destinos. Para os desesperados um alento. A vida sempre tem duas saídas lá na frente. Os gregos antigos explicavam o destino tendo como referência a letra Y, um caminho que se bifurca e sempre nos aponta duas outras possibilidades. Com a Lua minguante em Virgem de hoje o difícil será escolher por uma das duas alternativas. Não que a Lua virginiana seja indecisa, é que ela escolhe demais. Presos a pormenores poderemos passar horas pensando, refletindo, calculando, medindo, pesando possibilidades que ainda nem apareceram concretamente. Nessa quarta-feira a paz interior é recomendável. Não há um dia se quer que algo não se movimente. Tudo sempre flui.
Aline Maccari

Quando a gente pensa que nada acontece é porque tudo está sendo preparado para acontecer.

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Sobre a ganância

Juliano Cazarré e Júlio Andrade no filme Serra Pelada
Pervertidos sexuais, sociopatas, desajustados, perversos, bandidos. A astrologia também os analisa. Enquanto estudo do comportamento humano ela não faz distinção entre iluminados ou não. Isso é coisa das religiões, porque ela foi inventada ou descoberta antes do entendimento da moral e da ética. Quando os deuses foram criados pela mais profunda e inconsciente mente humana eles surgiram com todos os desvios de comportamento conhecidos por nós, que fizemos deles a nossa imagem e semelhança. Os deuses, não são diferente dos humanos, estão longe da perfeição. E se existe um tempo onde é possível falar dos maiores podres humanos com um pouco mais de naturalidade é durante o ciclo do Sol sobre o signo de escorpiano, signo de sombras.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Acredite se quiser!

 Acredite Se Quiser (Believe It Or Not)  foi adaptado para quadrinhos, rádio, TV...
Misture um Sol em Escorpião, uma Lua em Leão em trígono com Vênus em Sagitário e o que temos é "o estranho, o bizarro, o inesperado". O "elemento surpresa" é do universo de Urano eu sei, mas o chavão é um clássico e deixaria as crianças de hoje ainda surpresas, atônitas se assistissem ao programa "Acredite Se Quiser", exibido pela TV Manchete na década de 80. No mês das bruxas o "show de horrores" pode ser lembrado com carinho e nostalgia por quem cresceu assistindo isso. Eu era um caso clássico. Acho que não foram os professores que me inspiraram na vida adulta e profissional, mas Jack Palance. Nesse episódio encontrado na rede ele fala entre várias bizarrices sobre a caça ao ouro do Amazonas, a águia que persegue o touro no Peru durante num ritual antigo e duas cobras que brigam entre si numa estranha religião. Hoje, assistindo, vejo o quanto ele falava do universo escorpiano, o obscuro encantador, todas as coisas que não têm explicação em nossa cultura ocidental, diária, cotidiana. Os minérios, o ouro, a serpente e a águia são elementos da manifestação arquetípica de Escorpião, em seus vários estágios de evolução e ainda Plutão, o planeta regente deste signo. Jack Palance falava na verdade sobre o reino de Hades. Fazer do horror um show é sem dúvida uma arte e requer as habilidades sensacionais e artísticas do signo de Leão, como o vozeirão do apresentador com seu topete inconfundível.
Jack Palance: Acredite Se Quiser não poderia ter outro apresentador que
trouxesse tanto glamour ao reino das sombras.
Com a Lua de hoje em trígono com Sagitário os nossos interesses se debruçarão sobre os assuntos de outras culturas e tempos antigos, outras formas de enxergar o planeta. Quem sabe uma vontade enorme de viajar, descobrir outras formas de lidar com a vida ou mesmo encarar os próprios relacionamentos. Aqui fica a minha homenagem ao melhor programa de TV de todos os tempos, seguido é claro do programa da rádio AM: "Histórias Que o Povo Conta". Com esses dois juntos eu ia deitar de cabelos em pé, procurando sacis debaixo da cama. Prato cheio para a imaginação fértil de uma criança aquariana com Urano em Escorpião. Quanto à nossa segunda-feira ela pode ser estranha e bizarra, repleta de situações sem explicação aparente. A Lua de hoje forma ainda aspecto tenso com Mercúrio e Saturno em Escorpião dificultando nossa compreensão, nos deixando obtusos ou sensíveis demais a uma forma totalmente intuitiva de captar o mundo. Conseguir traduzir tais impressões para a vida real talvez se torne um pouco difícil. Os ânimos podem ficar um tanto irritados sem explicação aparente. Com Marte, o planeta da ação (em Virgem) em oposição a Netuno (em Peixes), nosso desempenho poderá ser contaminado pela falta de clareza e direção. E nesse ritmo segue a semana até quinta-feira, dia da consagração máxima do obscurantismo com a celebração do Halloween. Dia em que os "espíritos" do mundo inferior vêm dar uma voltinha aqui em cima. Até lá nos preparamos com excitação para o estranho, o bizarro e o inesperado.
Aline Maccari


  • O estranho, o bizarro e o inesperado faziam sucesso nos anos 80. Jack Palance apresentava o show de horrores Acredite Se Quiser. O mundo encantado de Plutão na sua televisão.

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    sexta-feira, 25 de outubro de 2013

    A Morte no Mundo Moderno.

    O Livro Tibetano do Viver e do Morrer. Parte 1. Capítulo 1.2. A Morte no Mundo Moderno.
    No ocidente as pessoas são ensinadas a negar a morte e a entender que ela não tem significado algum. O assunto é um tabu e falar sobre morte, acreditam alguns, pode atraí-la para perto de nós. Todos nós falamos de morte de forma frívola. Não nos preocupamos com ela da forma como deveríamos, até que ela se mostra para nós e nossos entes queridos. No entanto todas as grandes religiões do mundo, inclusive o cristianismo, mostram claramente que a morte não é o fim.

    A infinitude das águas

    Sol em Escorpião: morrer. Lua em Câncer: nascer
    O mês é de Sol em Escorpião. E o astro rei que deveria guiar nossa razão está imerso na porção inconsciente. Exigir lucidez dos outros ou de si mesmo estando mergulhado em impressões, intuições e sonhos seria loucura. Para deixar o dia ainda mais improdutivo no cenário profissional a Lua no céu transita por Câncer, nos deixando preguiçosos, manhosos, buscadores de abrigo e conforto no seio familiar. Lembranças do passado, nostalgia e acessos de humor descompensados podem afligir aos mais "aguados".

    quinta-feira, 24 de outubro de 2013

    Samsara x Plutão: mil desejos contra um

    A dinâmica do desejo de Freu passeia pelo Samsara. Conseguiremos encarar nossos
    próprios infernos. Plutão sempre nos acompanha.
    Os budistas têm sempre uma dezena ou centena de palavras para explicar determinadas expressões. Só para se ter uma ideia, pelo menos entre a tradição tibetana se diz que exitem 84.000 sentimentos negativos ou tipos de "obscurecimentos mentais". Essa riqueza de detalhes deixa a mente impregnada de simbolismos e sem saída para pensar naquilo que não se deve. A palavra Samsara, por exemplo, pode ser explicada em uma obra inteira. Tentando ser sucinta seria o fluxo contínuo da vida que se repete, do nascimento, passando pela juventude, a maturidade, a velhice e a morte e as reencarnações sucessivas. A roda do Samsara não acaba e não nos livramos desse ciclo de sofrimento até que encontremos a iluminação. Aí tudo fica mais complicado, porque para tentar explicar o significado da caminhada ao Nirvana (a iluminação plena) é preciso uma vida inteira ou muitas. Geralmente com muitos sacrifícios. No filme de hoje um jovem aspirante a monge acredita que o caminho espiritual, preservado das influências maléficas da vida mundana e a purificação contínua dos pensamentos, possam levá-lo ao que busca: a saída do labirinto de sofrimentos da vida.