sexta-feira, 20 de julho de 2018

Pra quê melhorar se a gente pode piorar?

"Pra quê melhorar se a gente pode piorar?" Eis o meu bordão, aliás devidamente patenteado, ninguém mais pode usar! Nessa frase há algo tão trágico e tão cômico, que nos faz rir do nosso próprio ridículo, diante das piores desgraças que possam nos acontecer. Com o SOL EM CÂNCER e a LUA CRESCENTE EM ESCORPIÃO, nossos sentimentos se expandem e alcançam o ápice dos dramas, das reclamações, dos escândalos, dos choros intermináveis, dos soluços na madrugada, das chantagens emocionais.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Sobre o gosto estético...

No embalo da postagem desta quinta-feira (Para Contemplar a Beleza), Ariano Suassuna vai ainda mais fundo com a frase. Se pensarmos que a arte (Libra) amplia nossa consciência e que os artistas são como embaixadores dos mitos, segundo Joseph Campbell, a frase do paraibano faz todo o sentido.

Para contemplar a beleza

A pintura do casal a contemplar a obra de Gustav Klimt é da artista Karin Jurick
Em meio a tempos que exigem tanto de nós, viver uma semana relativamente tranquila é um verdadeiro bálsamo. E é justamente nesse período, de águas mais calmas, que podemos estar mais despertos. Com a diminuição do ruido ao nosso redor, com mais silêncio interior, podemos distinguir o que é agradável a nós ou o que nos invade agressivamente.

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Sobre o equilíbrio...

Com a Lua em Libra em aspecto desafiador com Saturno no dia de hoje, devemos falar de equilíbrio e nos esforçar por ele. Mas dentro de uma perspectiva realista, sabemos quanto é difícil alcançá-lo na vida real, no dia a dia. Clarice Lispector sabia disso e com frequência escrevia sobre o assunto. Transformar nossa inquietudes em poesia também uma forma de encontrar harmonia. 

Deus te joga de um lado ao outro

Há uma frase incrível do poeta sufi Jalaludin Rumi que diz: "Deus te joga de um sentimento ao outro e te ensina por meio de opostos, de modo que terás duas asas para voar, não uma". Nessa quarta e quinta-feira com a Lua em Libra, essas palavras caem como uma luva se soubermos entendê-las e usá-las a nosso favor.

terça-feira, 17 de julho de 2018

O dia de lavação

Os numerosos planetas femininos no céu em boa harmonia, formando um lindo trígono no elemento Água me fazem lembrar de um lugar sagrado na Terra. Não é uma igreja, um templo ou algum cantinho especial na natureza. O Hamam de Roxelana é um banho público em Istambul, na Turquia, uma construção que fica ao lado da Catedral de Santa Sofia. Os banhos foram construídos por volta do século XVI pelo sultão da época e oferecem espaço para homens e mulheres separadamente.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Sobre a força e a sensibilidade das mulheres...

Em dias como o de hoje, com Sol em Câncer (feminino, maternidade, família) e os planetas femininos Vênus e Lua em Virgem (trabalho, serviço, dedicação, apuração, critério) o provérbio chinês cai como uma luva. Quem duvidaria de uma verdade como essa?

Com amor, mamãe

Lizandra era uma mãe amorosa, atenta, cuidadosa. Sempre se dedicou de corpo e alma aos filhos. Mas como toda mulher pós moderna, ela precisava também trabalhar, cuidar da casa e pagar as contas. Efeitos de uma emancipação histórica que lhe trouxe muitos direitos, mas sem dúvida ainda mais deveres. Malabarista de primeira, ela dava conta de tudo, especialmente por ser divorciada. Um dia, descobriu que o filho mais doce e sensível havia se metido com drogas pesadas.

domingo, 15 de julho de 2018

Sobre o caos...

Às vezes tudo o que a gente mais quer na vida é que o caos que nós estamos vivendo faça algum sentido, em algum momento. Carl Jung, discípulo de Sigmund Freud, pai da psicologia analítica, entendia o valor da astrologia a ponto de encomendar mapas astrais de seus pacientes para compreender melhor a forma como seus comportamentos se davam.

sábado, 14 de julho de 2018

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Conselhos de avó sobre o amor

O filme a Árvore da Vida trata de um assunto totalmente diferente do que estou escrevendo hoje. Mas há nele uma lição incrível sobre a relação do feminino com o masculino. É o poder do silêncio e do olha.
O poder do silêncio e do olha talvez sejam algumas das maiores lições do filme A Árvore da Vida com Brad Pitt e Jessica Chastain, que assisti esta semana. E essa talvez seja a melhor dica para os próximos dias, onde os assuntos do amor estarão em alta, com a Vênus formando um lindo trígono com Saturno e Urano. Um momentos excelente para resolver algumas questões com a ajuda dos céus. O filme se passa nos anos 50, numa época em que as mulheres viviam outro papel social.