sábado, 22 de setembro de 2018

Sobre a primavera...


É tempo de renovação! Aliás, já não era sem tempo! A primavera chega neste sábado às 22:54h! Estarei lá, nesse lugar da alma, para dar-lhe as boas vindas e ela a mim. Sugiro que cada um tenha seu ritual particular e intransferível de bênçãos de amor, paz e prosperidade.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Virgem... até o ano que vem!


Tantas histórias lindas para contar, tantas fotos para mostrar. Eu não poderia me despedir do mês de Virgem sem essa. As fotos são no Burundi, um pequeno país na África, entre Congo, Tanzânia e Ruanda. Até hoje se fala do massacre dos Tutsis contra os Hutus no país. Mas, apensar de todas as dificuldades, que são muitas, alguns lugares na África foram para mim a transição perfeita entre Virgem e Libra. Era visível!

Aequus Nox: Equinócio da Primavera


Hoje viveremos um dia com 12 horas de duração e uma noite também de 12 horas, perfeitamente iguais em sua extensão. Este fenômeno é mais conhecido como o Equinócio da Primavera. A palavra que vem do grego aequus (igual) e nox (noite) nos faz viver uma noite igual ao dia em duração. O seu término pontua o nosso ingresso na tão esperada, por toda e qualquer cultura, estação da primavera, que começa no dia 22 de setembro, às 22:54h.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Algoritmo x sincronicidade

Não confunda algoritmo com sincronicidade! Um é do reino de Zuckerberg,  a outra do reino de Carl Jung. O primeiro é uma sequência numérica que ajuda na repetição de padrões e soluções de problemas, que facilita a achar uma geladeira no seu feed enquanto você conversa com sua esposa sobre a reforma da cozinha.

Episódio de hoje...

Olhar para o céu todos os dias é como acompanhar uma novela ou uma série com capítulos intermináveis. Há um drama central, num período de longo prazo, que se desenrola em décadas ou anos, e draminhas secudários, mas nem por isso menores, que se desenrolam em meses ou semanas. A  última grande série teria começado em 2008 com a entrada e Plutão em Capricórnio, marcada pela bolha imobiliária nos Estados Unidos, seguida pela quebradeira das economias mundiais e os pedidos de socorro de países como Grécia, Espanha e Portugal.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Sobre força interior...

Apesar de canceriana, Frida tinha aspectos pra lá de desafiadores em Capricórnio, tanto quanto o céu de hoje. No final do dia somos capazes de nos surpreender com a determinação que temos para superar os desafios. No fundo somos muito mais fortes do que pensamos.

Meu corpo, minha paz

Os astros no céu às vezes se posicionam de maneira tão antagônica que é difícil entender. E se isso acontece simbolicamente dentro de nós, as ambivalências também estão fazendo parte do nosso comportamento pessoal e coletivo nesses dias. O que gera uma tremenda confusão, pois parece que ninguém sabe exatamente onde está metido ou que rumo tudo isso vai tomar. Um tempo caótico não só no mundo, na política nacional, mas também no trabalho e até nas relações de afeto. É como se essas energias adentrassem a qualquer tema e recinto, sem pedir permissão e exigindo de nós respostas urgentes.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Sobre liberdade, escravidão...

Tentar explicar ou complementar Pessoa seria um crime. Logo o poeta que gostava tanto de astrologia, exímio tradutor dos céus. Mas, talvez eu pudesse dizer que... no céu desses dias... Marte (o arquétipo do masculino) em Aquário deseja uma liberdade que talvez não exista. Enquanto Vênus (o arquétipo do feminino) em Escorpião nada de braçada na ciência de sua escravidão.

Pois a vida é feita de escolhas

Às vezes dói! Mas, a gente tem que escolher! Nossos pais e avós fizeram escolhas. E talvez por alguns deles terem deixado amores e projetos importantes para trás, muitos de nós acreditaram que o problema estava no ato da escolha. Esse tal projeto de pós-modernidade em que vivemos também parece não ajudar muito.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Sobre ânimos exaltados...

Como se já não estivéssemos suficientemente exaltados, Marte, deus da Guerra forma aspecto tenso com Urano até sexta-feira. Gandhi tem uma frase genial para esses momentos belicosos. Logo ele, libriano, regido por Vênus! Tinha que ser! Ao invés de brigar com os parentes e amigos, que tal apreciar a arte do fotógrafo Bert Hardy.

Marte X Urano: "ELE NÃO"

Em Brasília finalmente caem as primeiras gotas chuvas depois de mais um longo período de seca. É assim todo o ano! Um tempo que castiga o cerrado até não sobrar nem mais uma gota de água e paciência. Nessas horas, cada morador da cidade agradece aos céus por essa bênção que é sempre mensageira da mudança dos tempos. Depois das chuvas, que vão ajudando a colorir a cidade de verde novamente, vem a Primavera e depois dela nada será mais como antes.