quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Feliz aniversário Drummond

Se vivo estivesse Carlos Drummond de Andrade celebraria hoje mais um ano novo. Inspirado no céu e no amor ele escreveu:

ALÉM DA TERRA, ALÉM DO CÉU

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.

O corpo não mente

Scarecrow Contemporany Dance Company de Taiwan
Fundamentos da Psicologia Analítica - Primeira Conferência - Pg. 41
Nas conferências de Tavistock Jung apresentou pela primeira vez as bases da Psicologia Analítica. Para ele o corpo sempre diz a verdade.
"O corpo é o amigo mais duvidoso, por produzir coisas de que não gostamos; há inúmeros fatos a ele relativos que não podem mesmo ser mencionados. Por isso ele frequentemente se presta à personalidade do lado sombrio do ego. Às vezes representa o “esqueleto escondido no armário”, e todo mundo, naturalmente, quer ver se livre disso." C.G.Jung

Halloween, Samhain e Plutão

Samhain é o festival que celebra o ano novo celta, a
chegada do inverno e os  mortos
O dia de hoje, 31 de outubro é uma data importante. Ela já era celebrada antes mesmo da era cristã, especialmente na Europa, pelas tribos celtas. A festa teria sua origem num ritual às forças da natureza, chamado Samhain (samh: verão, fuin: fim), a comemoração do ano novo celta, o começo do inverno no hemisfério norte. Essa data gelada era representada pela volta dos mortos as suas casas em busca de conforto, proteção, das guloseimas difíceis de desapegar desde o desencarne e o calorzinho da fogueira familiar. As partes matavam as saudades e trocavam as últimas notícias do além e da Terra. Uma noite em que a fronteira entre o mundo dos mortos e dos vivos se dissolvida em meio a uma noite escura, muito longa e de nevoeiros intermináveis. Para os sacerdotes druidas, da religião celta, o céu em que moravam os mortos era um lugar de paz e felicidade, sem fome ou miséria.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Tanta espera

Mercúrio tem movimento retrógrado até 10 de novembro. Mas ele ainda fica
embaçando com Saturno até o final de novembro. Quanta espera!
Quando Mercúrio, o deus do pensar, forma conjunção com Saturno, o das restrições, elaborar qualquer ideia, estudar, escrever, entender, dialogar se tornam tarefas difíceis. E não apenas para o lado daí. O lado de cá também faz suas pausas para pesar sobre sua função não no universo dos aconselhamentos, mas da reflexão que é de todos nós. E com ambos os planetas no signo de Escorpião nossa forma de elaborar o raciocínio se torna outra, aquosa, intuitiva, perceptiva, até vagarosa. Pois é assim que deveria ser. Quem começar a escrever sua tese de mestrado hoje vai sofrer com a contagem dos cabelos brancos que estão por nascer. Aliás, com Mercúrio Retrógrado até 10 de novembro e em seguida continuando o movimento até esbarrar em Saturno novamente o aviso é que esse "não ata nem desata" dure até o final do mês de novembro. O período é longo, eu sei, mas nos ajuda a refletir sobre nossos planos, se devemos ou não seguir em frente com eles. Isso inclui propostas de compra e venda, viagens, negócios e até projetos profissionais. A parte boa é que as decisões tomadas após uma retrogradação são sempre mais consistentes, firmes, confiantes. Melhor aguardar. Apesar de que a espera para o feminino, a Vênus, será penosa. A moça que anda por Sagitário, terceiro signo do elemento fogo, não terá muita paciência para isso. Mas, ela precisa aprender que nessa hora não adiantará exigir nada do cosmos. Há dias em que simplesmente existimos sobre a face do planeta Terra. O restante do universo cuida de nossos destinos. Para os desesperados um alento. A vida sempre tem duas saídas lá na frente. Os gregos antigos explicavam o destino tendo como referência a letra Y, um caminho que se bifurca e sempre nos aponta duas outras possibilidades. Com a Lua minguante em Virgem de hoje o difícil será escolher por uma das duas alternativas. Não que a Lua virginiana seja indecisa, é que ela escolhe demais. Presos a pormenores poderemos passar horas pensando, refletindo, calculando, medindo, pesando possibilidades que ainda nem apareceram concretamente. Nessa quarta-feira a paz interior é recomendável. Não há um dia se quer que algo não se movimente. Tudo sempre flui.
Aline Maccari

Quando a gente pensa que nada acontece é porque tudo está sendo preparado para acontecer.

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Sobre a ganância

Juliano Cazarré e Júlio Andrade no filme Serra Pelada
Pervertidos sexuais, sociopatas, desajustados, perversos, bandidos. A astrologia também os analisa. Enquanto estudo do comportamento humano ela não faz distinção entre iluminados ou não. Isso é coisa das religiões, porque ela foi inventada ou descoberta antes do entendimento da moral e da ética. Quando os deuses foram criados pela mais profunda e inconsciente mente humana eles surgiram com todos os desvios de comportamento conhecidos por nós, que fizemos deles a nossa imagem e semelhança. Os deuses, não são diferente dos humanos, estão longe da perfeição. E se existe um tempo onde é possível falar dos maiores podres humanos com um pouco mais de naturalidade é durante o ciclo do Sol sobre o signo de escorpiano, signo de sombras.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Acredite se quiser!

 Acredite Se Quiser (Believe It Or Not)  foi adaptado para quadrinhos, rádio, TV...
Misture um Sol em Escorpião, uma Lua em Leão em trígono com Vênus em Sagitário e o que temos é "o estranho, o bizarro, o inesperado". O "elemento surpresa" é do universo de Urano eu sei, mas o chavão é um clássico e deixaria as crianças de hoje ainda surpresas, atônitas se assistissem ao programa "Acredite Se Quiser", exibido pela TV Manchete na década de 80. No mês das bruxas o "show de horrores" pode ser lembrado com carinho e nostalgia por quem cresceu assistindo isso. Eu era um caso clássico. Acho que não foram os professores que me inspiraram na vida adulta e profissional, mas Jack Palance. Nesse episódio encontrado na rede ele fala entre várias bizarrices sobre a caça ao ouro do Amazonas, a águia que persegue o touro no Peru durante num ritual antigo e duas cobras que brigam entre si numa estranha religião. Hoje, assistindo, vejo o quanto ele falava do universo escorpiano, o obscuro encantador, todas as coisas que não têm explicação em nossa cultura ocidental, diária, cotidiana. Os minérios, o ouro, a serpente e a águia são elementos da manifestação arquetípica de Escorpião, em seus vários estágios de evolução e ainda Plutão, o planeta regente deste signo. Jack Palance falava na verdade sobre o reino de Hades. Fazer do horror um show é sem dúvida uma arte e requer as habilidades sensacionais e artísticas do signo de Leão, como o vozeirão do apresentador com seu topete inconfundível.
Jack Palance: Acredite Se Quiser não poderia ter outro apresentador que
trouxesse tanto glamour ao reino das sombras.
Com a Lua de hoje em trígono com Sagitário os nossos interesses se debruçarão sobre os assuntos de outras culturas e tempos antigos, outras formas de enxergar o planeta. Quem sabe uma vontade enorme de viajar, descobrir outras formas de lidar com a vida ou mesmo encarar os próprios relacionamentos. Aqui fica a minha homenagem ao melhor programa de TV de todos os tempos, seguido é claro do programa da rádio AM: "Histórias Que o Povo Conta". Com esses dois juntos eu ia deitar de cabelos em pé, procurando sacis debaixo da cama. Prato cheio para a imaginação fértil de uma criança aquariana com Urano em Escorpião. Quanto à nossa segunda-feira ela pode ser estranha e bizarra, repleta de situações sem explicação aparente. A Lua de hoje forma ainda aspecto tenso com Mercúrio e Saturno em Escorpião dificultando nossa compreensão, nos deixando obtusos ou sensíveis demais a uma forma totalmente intuitiva de captar o mundo. Conseguir traduzir tais impressões para a vida real talvez se torne um pouco difícil. Os ânimos podem ficar um tanto irritados sem explicação aparente. Com Marte, o planeta da ação (em Virgem) em oposição a Netuno (em Peixes), nosso desempenho poderá ser contaminado pela falta de clareza e direção. E nesse ritmo segue a semana até quinta-feira, dia da consagração máxima do obscurantismo com a celebração do Halloween. Dia em que os "espíritos" do mundo inferior vêm dar uma voltinha aqui em cima. Até lá nos preparamos com excitação para o estranho, o bizarro e o inesperado.
Aline Maccari


  • O estranho, o bizarro e o inesperado faziam sucesso nos anos 80. Jack Palance apresentava o show de horrores Acredite Se Quiser. O mundo encantado de Plutão na sua televisão.

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    sexta-feira, 25 de outubro de 2013

    A Morte no Mundo Moderno.

    O Livro Tibetano do Viver e do Morrer. Parte 1. Capítulo 1.2. A Morte no Mundo Moderno.
    No ocidente as pessoas são ensinadas a negar a morte e a entender que ela não tem significado algum. O assunto é um tabu e falar sobre morte, acreditam alguns, pode atraí-la para perto de nós. Todos nós falamos de morte de forma frívola. Não nos preocupamos com ela da forma como deveríamos, até que ela se mostra para nós e nossos entes queridos. No entanto todas as grandes religiões do mundo, inclusive o cristianismo, mostram claramente que a morte não é o fim.

    A infinitude das águas

    Sol em Escorpião: morrer. Lua em Câncer: nascer
    O mês é de Sol em Escorpião. E o astro rei que deveria guiar nossa razão está imerso na porção inconsciente. Exigir lucidez dos outros ou de si mesmo estando mergulhado em impressões, intuições e sonhos seria loucura. Para deixar o dia ainda mais improdutivo no cenário profissional a Lua no céu transita por Câncer, nos deixando preguiçosos, manhosos, buscadores de abrigo e conforto no seio familiar. Lembranças do passado, nostalgia e acessos de humor descompensados podem afligir aos mais "aguados".

    quinta-feira, 24 de outubro de 2013

    Samsara x Plutão: mil desejos contra um

    A dinâmica do desejo de Freu passeia pelo Samsara. Conseguiremos encarar nossos
    próprios infernos. Plutão sempre nos acompanha.
    Os budistas têm sempre uma dezena ou centena de palavras para explicar determinadas expressões. Só para se ter uma ideia, pelo menos entre a tradição tibetana se diz que exitem 84.000 sentimentos negativos ou tipos de "obscurecimentos mentais". Essa riqueza de detalhes deixa a mente impregnada de simbolismos e sem saída para pensar naquilo que não se deve. A palavra Samsara, por exemplo, pode ser explicada em uma obra inteira. Tentando ser sucinta seria o fluxo contínuo da vida que se repete, do nascimento, passando pela juventude, a maturidade, a velhice e a morte e as reencarnações sucessivas. A roda do Samsara não acaba e não nos livramos desse ciclo de sofrimento até que encontremos a iluminação. Aí tudo fica mais complicado, porque para tentar explicar o significado da caminhada ao Nirvana (a iluminação plena) é preciso uma vida inteira ou muitas. Geralmente com muitos sacrifícios. No filme de hoje um jovem aspirante a monge acredita que o caminho espiritual, preservado das influências maléficas da vida mundana e a purificação contínua dos pensamentos, possam levá-lo ao que busca: a saída do labirinto de sofrimentos da vida.

    Reverências a Plutão

    Aline Maccari e Kalu Rimpoche: Plutão (regente de Escorpião) está sempre à espreita. Ele pode nos acompanhar nos lugares mais sagrados. O mestre do inconsciente, do submundo,  não pode ser ignorado.
    Minha sombra anda comigo, juntinho ao meu lado.  O caminho é o do meio. AM

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    Espionagem x vida privada

    Sol em Escorpião e Lua em Câncer: o que será da espionagem doméstica?
    Na república do bananão é mais um escândalo. Mas, no país do salsichão espionagem é injúria, internacional e das grandes. A Presidente Dilma bem que reclamou, pisou firme, discursou na ONU, mas o boss Obama nem ligou. Agora, se tratando de espionagem contra a chanceler alemã Angela Merkel a coisa toma outras proporções. Afinal a Alemanha é a pátria forte na economia da União Europeia. E pior, não foi apenas o governo a ter suas conversas reveladas. Mas, as conversas pessoais de Merkel foram rastreadas. Obama ouviu t.u.d.i.n.h.o. O caso foi parar no Washington Post, nas tvs, rádios, internet e se caiu na rede é peixe. O solo americano é sede das maiores empresas de comunicação e tecnologia do mundo. Google, Facebook e afins fornecem dados do mundo inteiro ao Tio Sam em troca da continuidade da própria função. E não é "a astróloga" quem está dizendo isso, mas Edward Snowden, que atualmente parece estar passando férias em solo russo.
    Angela Merkel: vida pública x vida privada
    A questão é como proceder uma punição diplomática diante de um caso desta natureza?  Essa é a notícia de uma quinta-feira de Sol em Escorpião e Lua em Câncer, oposta a Plutão em Capricórnio. O signo do bicho que adora viver no escuro das sombras é espião de primeira. Não há quase nada que um escorpiano não consiga descobrir. E essa é uma de suas melhores táticas de sobrevivência. A questão é que resolveram invadir não apenas dados governamentais, mas a vida privada que em astrologia é regida pelo signo de Câncer. E pior, de uma das pessoas mais poderosas do mundo , representada pela oposição da Lua a Plutão em Capricórnio. Mercúrio em Escorpião não deixou barato. Tratou de noticiar aos quatro ventos. Merkel tem ares de Dama de Ferro e conduz a sinfonia da quebradeira financeira europeia com pulso forte. Mas, Angela foi moça moderna. Criada na Alemanha Oriental ela teve liberdade intelectual para desfrutar e viver sua feminilidade de forma bastante livre.
    Angela Merkel
    Imaginem o que o governo americano descobriu sobre a Alemanha! Imaginem o que Obama teria ouvido do celular de Angela numa madrugada de sábado. Logo ela, presenteada com o adjetivo "infurnicável". Dias de céu assim são dias de espionagem doméstica. Pouco tempo atrás escarafunchar o celular do maridão virou crime. E aí? Como vamos fazer agora? Não existe prática feminina mais desprezível, oculta e fundamental que essa na história da humanidade. Das manchas de batom na gola da camisa e rastros de perfume barato passamos para os telefonemas e correspondências. Em tempos modernos Skype, Facebook, e-mails, mensagens de celulares e mais Whatsapp. Ah! O Whatsapp! Um calafrio corre pela espinha enquanto a espiã esposa busca vestígios de incerteza no celular do marido que corre no parque. E se essa prática for realmente banida!? O que será de nós, mulheres normais? No fundo todo o espião é um inseguro e toda a busca por pistas uma obsessão. Viva o mês dos obsessivos.
    Aline Maccari
    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    quarta-feira, 23 de outubro de 2013

    Pajé Sapaim: o mensageiro do tempo

    Pajé Sapaim
    Ele se chama Pajé Sapaim e é xamã de uma tribo no Brasil. Ainda muito jovem passou vários dias incomunicável imerso no próprio inconsciente se preparando ou sendo preparado para o que viria a exercer na vida adulta. Habitante do mundo dos vivos e transeunte entre o reino dos espíritos, dos homens e da natureza, o Pajé se tornou um dos maiores curandeiros do Brasil.

    Sol em Escorpião

    Kira é escorpiana e vai completar amanhã 4 anos de idade. Atualmente ela  prefere ser chamada de Monster High
    Kira vai completar 4 anos de idade no mês escorpiano que se inicia hoje. Da última vez que a vi ela preferiu ser chamada por outro nome: Monster High. E ai de mim se a chamasse pelo nome correto. Ela havia incorporado delirantemente o nome das sombrias bonecas. O time de personagens é formado pelas filhas de Frankestein, dos Zumbis, da Múmia, do Lobisomem, do Conde Drácula e assim por diante. Uma linhagem nobre de decentendes dos monstros mais célebres da literatura e a da imaginação humana. A pequena "Monster High" se veste de preto, essa é sua cor favorita.

    terça-feira, 22 de outubro de 2013

    Astrologia e Mapa Astral


    A Astrologia é o estudo dos astros e suas influências sobre os seres humanos. Eles exercem seu poder sobre nós assim como sobre a natureza. No mundo atual, assoberbados por tanta velocidade e fugacidade nem percebemos se o dia que vivemos é belo e ensolarado. Quando o Sol, o astro-rei nasce estamos dormindo. Quando a Lua brota no céu estamos presos em engarrafamentos. Quando chove forte estamos confinados em algum lugar fechado. Não temos tempo para sentir o tempo. Mas há seis mil anos, quando os homens começaram a se guiar pelos astros, os planetas, as estrelas e a natureza, o céu e a terra eram na verdade tudo o que se tinha para observar e apreciar, porque deles tudo dependia.

    Era o nascer do sol que pautava o começo do dia, do trabalho, da ação, da consciência. Era o pôr-do-sol que marcava a hora do descanso, de dormir, da inconsciência. Era com o suor do trabalho no campo, domesticando a natureza que o homem garantiria uma mesa farta, a despensa cheia, a vida regrada e a sobrevivência. As quatro estações marcavam o ritmo da natureza, dividindo o ano em doze meses, épocas apropriadas para o plantio ou para a colheita. Como as plantas e os animais somos também sazonais. Como as estações afetam as plantações, o nascimento e a morte, os planetas afetam as marés e a gravidade, e os doze meses também nos contaminam com suas qualidades.

    Yakissoba, guaraná e silêncio

    "Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro." 
    Excesso de informação pode ser prejudicial à saúde. Quem diz não é apenas a jornalista, mas a astróloga tendo em vista o tumultuado céu de hoje. Dia de Lua em Gêmeos é dia de notícias, já que Gêmeos é regido por Mercúrio, o planeta das comunicações. Os veículos bombardeiam nossos ouvidos e retinas. As "boas novas" provém de uma Lua em oposição à Vênus (em Sagitário) e ainda quadratura com Marte (em Virgem) e Netuno (em Peixes). Upa! Com tal configuração eu diria que pode haver uma distância bastante grande entre o que se lê e o que acontece ou aconteceu de fato. O governo jura que o leilão do Campo de Libra foi um sucesso ontem no Rio de Janeiro. Colocamos nossa galinha dos ovos de ouro à venda, recebemos uma única oferta, vendemos e ficamos imensamente satisfeitos. Jura? Você venderia a sua ao primeiro que aparecesse? Os chineses comemoraram. O grupo vencedor no leilão fará o yakissoba mais suculento dos últimos tempos. Saímos da esfera pública para a privada e a Lua em Gêmeos continua a noticiar.
    Em boca fechada não entra Yakissoba!
    Radio corredor, fofoca, notícia de tia distante, prosa de janela, maledicência ou pequenas intrigas podem vir à tona num dia em que a deusa dos humores (a Lua) se opõe ao deusa dos amores (a Vênus). Proteja seu amor! "Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro." Que seja de alguma utilidade o aprendizado do provérbio chinês. Pelo menos aprendemos alguma coisa com eles. Em jogo estão as verdades relativas ao grande veículo de comunicação do zodíaco, o signo de Sagitário e o pequeno veículo, Gêmeos. De um lado a verdade em sua profundidade, do outro versões superficiais sobre ela. Em quadratura com Marte e Netuno é dramático. A Lua geminiana pode distorcer, idealizar e até discutir. Em dias assim, mais importante que a verdade é aquilo que aparenta ser verdadeiro. E Gêmeos sabe fazer isso como ninguém. Espetacularizar o fato é coisa da pós-modernidade. Daqui a 5 dias todos já esquecemos sobre o que lemos, ouvimos ou assistimos. Fotos e manchetes já foram consumidos e o que ficou foram apenas impressões. E essas lembranças vagas, levianas, acabam se tornando nosso repertório. Cuidado! Dica de repórter: se quiser saber dos fatos consulte a fonte. Isso se chama apuração.
    AM
    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    segunda-feira, 21 de outubro de 2013

    Mercúrio retrógrado: como passear de fusca

    Mercúrio retrógrado é como passar de Fusca velho:  movimento válido de 21 de outubro a 10 de novembro de 2013
    Lá vai ela montada na sua Ferrari e geralmente dirigindo com pé de chumbo. Quando o vizinho ao lado passa de fusquinha 68 ela tem a sensação é de que ele está andando para trás. O que não é verdade, ele está apenas tentando pegar no tranco. Essa é uma ilusão do movimento provocada tanto aqui em baixo quanto lá em cima. Hoje o planeta Mercúrio resolveu andar mais devagar e quando isso acontece dizemos que o planeta entrou em movimento retrógrado. Mercúrio curte andar de Fusca de vez em quando, isso acontece durante cerca de 19 a 24 dias e a casa 4 meses. Essa lentidão de Mercúrio age em nossas vidas de forma não muito diferente.

    Libra! Você vale muito mais querida!

    Ano passado quando fui à África e conheci Guiné Conacry. Foram dez dias, mas ainda que tivesse gasto apenas uma hora na capital já teria entendido a dinâmica econômica que se processa no lugar. Dezenas de vagões de trem cortam o litoral levando toda a riqueza mineral do país para milhas e milhas dali. A bauxita, matéria prima do alumínio, utilizado para fazer absolutamente tudo, de talheres a carros, vai direito para França, Bélgica ou Inglaterra. Os gringos compram o que há de mais valioso no país a preço de banana e agregam valor ao produto em casa.

    sexta-feira, 18 de outubro de 2013

    Existiria diferença entre a loucura e a criatividade?

     Frida Kahlo: guiada pela loucura ou pela inspiração?


    Fundamentos da Psicologia Analítica - Primeira Conferência de Tavistock - Pg. 55
    Nas conferências de Tavistock Jung apresentou pela primeira vez as bases da Psicologia Analítica. Durante o evento vários pesquisadores e médicos fizeram lhe perguntas sobre seu trabalho. O Dr. L.J. Bendit quis saber de que forma Jung entendia a diferença entre a loucura (ou "invasão patológica", termo utilizado na linguagem acadêmica da época) e a criatividade artística. A seguir veja sua resposta:

    Eclipse lunar no signo de Áries

    Eclipse lunar evidencia a sombra ariana
    Quando Sol, Terra e Lua estão alinhados é sinal de eclipse. Na literatura astrológica o eclipse lunar tende a mostrar e disseminar a sombra do signo onde está. Ou seja, hoje, com a Lua Cheia em Áries podemos esperar que suas qualidades negativas apareçam em conversas, discussões no trabalho, em casa e até em decisões de âmbito global. O egoísmo, o autoritarismo, a acidez, a competitividade, a impaciência e o humor explosivo podem permear conversar que poderiam contar num primeiro momento com as melhores qualidades do mês libriano que são o equilíbrio, a justiça e a harmonia. Talvez o melhor a fazer seja reconhecer que as partes pensam e agem de formas diferentes evitando conflitos desgastantes. Manter o equilíbrio entre os eixos Áries (EU) e Libra (OUTRO), aproveitando as melhores qualidades dos dois signos, pode ser a chave para o sucesso no dia de hoje.
    AM
    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    Dia de valentia

    Lua Cheia em Áries forma trígono com Vênus em Sagitário: força, coragem e garras de fora

    No céu desta sexta-feira a Lua Cheia em Áries continua a nos contaminar com suas qualidades poderosas: beleza, força e coragem. Somada a ela, a 120º (aspecto positivo conhecido como trígono) está a Vênus, deusa da beleza e do amor no signo de Sagitário. Quando os dois planetas símbolo do feminino unem suas forças ying em planetas de fogo e portanto yang (Áries e Sagitário) o resultado é poderoso. É como se a onça tivesse saído da toca para salvar as crias. Me lembro de ter conhecido na África uma voluntária do Médico sem Fronteiras. Por acaso ela tinha Lua e Ascendente em Áries e Vênus em Sagitário, exatamente como a configuração astral do dia de hoje. Durante a adolescência Joana demorou demais até decidir o que queria ser na vida. Os chamados era muitos.
    Vênus em Sagitário: aprender línguas salvou sua pele. Existem inúmeras
    armas contra a ignorância
    Ela queria ser atleta, viajar e conhecer o mundo, ajudar os mais necessitados, mas justamente por ter um ascendente que é como fogo de palha ela começava inúmeros estudos, projetos e não finalizava nenhum deles. Até que um dia ela bateu o pé conseguiu, com afinco e missão terminar o curso de medicina. A família de classe média alta achava que a moça seria pediatra em Higienópolis, bairro nobre de São Paulo, onde eles moravam. Mas Joana tomou outros rumos. Decidiu largar o conforto e a segurança de casa para trabalhar no Quênia ajudando famílias refugiadas da Somália, Eritreia e Sudão. Quando embarcou achou que iria finalmente para a maior aventura de sua vida. E não foi diferente. Ela imaginou que usaria toda a sua força para salvar os desabrigados. Só não sabia que chegando lá toda a sua coragem seria testada durante os inúmeros atentados ao redor de sua vila por radicais islâmicos, ladrões, conflitos tribais e até piratas da costa leste. Malária, Aids, fome e os estragos produzidos pela miséria extrema e contínua era situações de um dia normal comparadas às ameaças e ao terror que sofria constantemente.
    Campo de refugiados na África
    Para ir à cidade em busca de mantimentos, remédios ou mesmo para conseguir fazer um telefonema à família aflita no Brasil era com escolta policial. Ela se via encurralada dentro do sonho profissional que havia construído. Cansada de ter cada passo vigiado e controlado e traduzido, independente que é Joana afiou suas garras felinas e decidiu minimizar as pressões que sentia diariamente. Em busca de uma melhor forma de negociação ela aprendeu um vocabulário básico de algumas línguas locais para que ela mesma conseguisse se comunicar, negociar e realizar seu trabalho de forma mais eficiente. Com o poder da palavra a moça se impôs e conseguiu a cada dia justificar a necessidade de sua função no acampamento. Foram anos muito difíceis, a luta era diária, mas se perguntarmos a ela hoje se quer voltar para o Brasil ela diz: "Não! A África não é para mulheres, principalmente brancas. Mas é aqui que sinto a vida acontecendo. Não largo minha missão por nada desse mundo. Coragem não me falta!" Sob um céu de "fogo" valentia não nos faltará. Pois que seja para lutarmos com afinco por tudo o que acreditamos ser verdadeiro para nós. A todos um excelente final de semana e um feliz dia do médico.
    Aline Maccari

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    quinta-feira, 17 de outubro de 2013

    Áries: paixão e entusiasmo

    Áries é o primeiro signo de fogo, sinônimo de valentia, coragem, energia, disposição, início, heroísmo e principalmente paixão. Com o chamado de Lua Cheia em Áries se não for para ser apaixonada, de forma entusiasmada (do grego en + theos, literalmente "em Deus") simplesmente não faça. Não perca o seu tempo e principalmente o tempo dos outros. AM

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    O EU e mais nada: Lua Cheia em Áries

    Marc é diretor de um dos maiores bancos da Europa, o Phoenix , o que sempre renasce das cinzas
    Na França um jovem e ambicioso administrador assume a presidência de um dos maiores bancos da Europa. Seu primeiro plano é demitir 10% dos funcionários espalhadas pelo planeta. Como tornar o banco ainda mais competitivo, concentrar lucros e desmantelar a vida de dezenas de funcionários sem parecer um crápula? Difícil, mas ele consegue. No ápice da carreira, Marc o banqueiro, transgride o modo europeu de lidar com negócios e se rende ao capitalismo selvagem e inconsequente dos sócios norte americanos. Aos 48 anos ele se torna um dos pivôs desse jogo em escala mundial que permite que instituições financeiras ditem regras a nações inteiras.

    quarta-feira, 16 de outubro de 2013

    Os índios Pueblo: pensar com o coração

    Os índios pueblo são descendente dos anasazi e vivem na região nordeste do Arizona, nos EUA.
    Fundamentos da Psicologia Analítica - Primeira Conferência de Tavistock - Pg. 25
    Neste trecho do livro Fundamentos da Psicologia, Jung fala sobre os índios Pueblo, o pensamento emotivo ou primitivo e as camadas psíquicas onde o conhecimento é retido, como por exemplo os chakras. AM

    Lua Cheia em Áries

    Logo mais à noite a Lua Cheia se posiciona em Áries o signo do carneiro e da ação formando forte quadratura no céu. De hoje até a madrugada de sexta para sábado os ânimos estarão pra lá de exaltados. O foco disso tudo: o EU! 


    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    No centro de Brasília... dia de Lua em Peixes

    Essa é a casa de alguém. O endereço: W3 Sul, quadra 502, entre o Colégio e a Igreja Dom Bosco
    Sob o efeito de uma Lua em Sagitário eu exploraria a cidade inteira, a devoraria. Me admiraria com seu exotismo retrô e sua arquitetura ousada. Sob os efeitos de uma Lua em Capricórnio eu me prenderia ao centro nervoso, cheio de prédios, negócios, dinheiro rolando. E me lembraria imediatamente da frase de um ex chefe babaca que dizia que Brasília fedia a dinheiro. Numa Lua em Aquário eu me deixaria engolir pelo fluxo de pessoas, conversas e ideias. Mas, sob humores de uma Lua em Peixes eu parei, olhei para o outro lado da rua e fui capturada pelo o que normalmente ninguém vê, o que está perdido no cenário. Em Brasília, no começo da W3 sul, avenida central, a casa de alguém me chamou a atenção. O endereço é: Atrás da parada de ônibus, entre o Colégio e a Igreja Dom Bosco, CEP: 70.000 000. A Lua rege nossos humores, sensibilidade e guia nossos olhares com os afetos do coração. No signo cujo bicho é símbolo do cristianismo somos capazes de ver os pobres, os excluídos e os que buscam redenção. Se não fosse por ela, a Lua, talvez não tivesse me tocado e agora que vi preciso contar e dividir. Ele mora ali! E o passar de pessoas e carros não muda nada. Ele sabe da realidade que vive. Na entrada da casa uma mensagem profética: "Ainda é tempo de correr". Ao fundo a imagem de Saturno, santo que abençoa e decora a casa como imã de geladeira, avisa da escassez que lhe é natural e do aprendizado nessa vida que é pesado. O grande trígono das águas que está nos céus no momento (Lua e Netuno em Peixes, Saturno em Escorpião e Júpiter em Câncer) se faz realidade bem diante de nossos olhos. Para que serve um céu desses? Para ver o que passa desapercebido em meio a uma grande quadratura que oprime o mundo inteiro atualmente, transformando tudo em mercadoria. Plutão a 90° de Urano e Júpiter nos faz esquecer da sensibilidade, a empatia, o acolhimento e a salvação que só as águas podem suscitar. Meu pequeno protesto é no sentido de alertá-los a ver. Ver, sentir e se possível denunciar a nossa apatia e indiferença. E se por ventura você passar por lá e o morador estiver varrendo a casa diga lhe pelo menos bom dia, ofereça a ele o mínimo de humanidade. Afinal, nos dias em que nossas moradas interiores não são muito maiores que isso somos idênticos a eles. Em dia de Lua em Peixes sentimos todas as fragilidades do mundo.
    AM

    "Quem tem Deus como império no mundo não está sozinho, ouvindo sininhos!"

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    terça-feira, 15 de outubro de 2013

    Feliz aniversário Nietzsche!




    Libriano genial ele se tornou um dos maiores filósofos da humanidade. Aos 45 anos teve sua primeira crise de loucura e nunca mais voltou à "normalidade".  Nietzsche foi  um caso de "possessão arquetípica". Ou segundo a psicologia junguiana teria sido tomado, arrebatado por um complexo.  Ele incorporou seu mito interior e nunca mais se viu livre dele, ora Cristo, ora Dionísio (Bacco). Mas ele era ateu! Como dizer que Deus morreu e em seguida incorporar a história do próprio salvador? Ele inclusive assinava cartas como Jesus. Num de seus surtos pelas ruas da cidade viu a cena de um cavalo sendo mal tratado e foi correndo abraçá-lo. Dizem as más línguas que apesar de ser regido pela Vênus, a deusa da beleza e do amor, Nietzche era um homem muito feio, baixinho e tinha um péssimo hálito. Ele era machista por  que tinha levado um fora de Lou Salomé ou o contrário? Um milhão de questões para pensar...

    Friedrich Wilhelm Nietzsche em 15 de outubro de 1844. Seus pais era luteranos e os avós eram pastores protestantes. Quando jovem Nietzsche pensou em ser pastor, mas rejeitou a carreira religiosa na juventude à partir de seu contato com a filosofia. Entre 1864-1865 estudou filologia clássica e teologia evangélica na Universidade de Bonn. Mais tarde foi para a Universidade de Leipzig por causa da transferência do professor Friedrich Wilhelm Ritschl (figura paterna para Nietzsche).

    Marte em Virgem: trabalho, saúde e pequenas paranoias

    Vamos precisar de um Dr. House para enxergar o que se passa com Marte em
    Virgem em oposição a Netuno em Peixes. De 15/outubro  a  07/dezembro
    A terça-feira é marcada por uma mudança significativa nos céus. E mudando lá em cima muito muda aqui em baixo. Marte entra hoje no signo de Virgem. O deus da ação, da atitude, da afirmação, da individualidade e do ego sai do signo de Leão e sobrevoa Virgem até o dia 7 de dezembro. No signo anterior Marte se sentia bastante confortável. Era a afirmação do sujeito diante de sua criatividade, personalidade, diante de seus amores e filhos. A vida social andava bastante agitada, de festa em festa, até que Virgem chama o deus da guerra para se voltar novamente para os embates do trabalho. Não que tenha acabado a diversão, é que agora a auto afirmação do sujeito se dá entre seu ofício, sua casa e o cuidado com a família, a rotina e a saúde. À partir de hoje podemos nos sentir mais prestativos, envolvidos com os afazeres que promovem nosso sustento e constroem a vida material ao nosso redor. Quando Marte entra em Virgem ficamos mais detalhistas, prolixos e não necessariamente mais organizados física e mentalmente, como sugerem alguns manuais de astrologia a respeito deste que seja o segundo signo do elemento terra.

    segunda-feira, 14 de outubro de 2013

    Astrologia, Psicologia e Jung


    "O que não enfrentamos em nós mesmos encontramos
    como destino." Carl Gustav Jung
    A astrologia renasceu no último século. E a psicologia moderna é uma das responsáveis por esse ressurgimento.  Carl Gustav Jung, discípulo de Sigmund Freud, o pai da psicanálise, acreditava que a astrologia era a mãe da psicologia moderna. Uma forma de entender e tipificar o comportamento humano, no entanto baseado em tipos mitológicos antigos, os chamados arquétipos. São poucos os momentos em que o estudo da astrologia flerta com o pensamento científico acadêmico. Como ciência antiga, ela não se encaixa nos padrões modernos de predição, controle e repetição de fenômenos. E esse seria um dos motivos que a torna tão incompreendida nos tempos atuais. Estudioso da psicologia profunda Jung se utilizou do estudo do mapa astral em vários momentos, inclusive como auxílio no diagnóstico de transtornos psíquicos em alguns pacientes. Desse encontro entre as duas áreas do conhecimento nasce o que hoje muitos autores atuais chamam de astrologia psicológica. É por isso que de hoje em diante vou trazer trechos da obra de Jung que dialogam com a forma mitológica, astrológica e portanto arquetípica de compreender o mundo.

    A caminho... Lua Cheia em Áries!

    O mês de libra é também o mês de diplomacia,  política, vaidade e os interesses particulares de uma Lua Cheia em Áries
    Os próximos dias avisam sobre acontecimentos marcantes. A segunda começa com Lua em Aquário, promovendo ríspidos humores e respostas racinais para questionamentos não tão concretos. A razão vai parar no bolso de quem continuar a fazer perguntas por enquanto sem explicação. A Lua em Peixes da terça e quarta nos inspira e intui, mas ainda não esclarece. Esperto de quem conseguir se lembrar dos sonhos que teve à noite e dos delírios que teve durante o dia. Porque talvez apenas eles possam apresentar lampejos de verdade. A dose, nua e crua de realidade vem forte e poderosa na quarta e quinta-feira com a Lua Cheia em Áries. Aí sim o planetinha chacoalha. Neste dia Plutão, Urano, Júpiter e Lua estarão envolvidos numa super quadratura que já tem abalado os pilares da Terra desde junho, com o inícios das manifestações populares no Brasil. Netuno e Marte estarão também em oposição, tornando os dias ainda mais nebulosos. O que pode acontecer? Porque astrólogos gostam de antever? Quem disse que temos o poder de saber das coisas antes dos outros? É bom que se saiba que previsão é algo que se faz em muitas profissões. A meteorológica tem um alto índice de incerteza. Os articulistas políticos, principalmente os que gostam de ficar em cima do muro, vez por outra dão tiros no próprio pé e pouca gente comenta sobre isso. As especulações financeiras também não fogem à imprecisão. A questão é que falar sobre a alta ou a baixa do dólar é mais fácil que dissertar sobre as possibilidades astrais para um planeta inteiro, nos seus quatro cantos.
    Robin Wright e Kevin Spacey: o ator tem Lua em Áries
    Assim, muitos preveem e poucos acertam. O foco das especulações não é necessariamente o acerto. Ninguém trabalha como quem aposta em cavalos. A questão, pelo menos para mim, gira entorno do "falar sobre". E nesse processo descobrimos juntos o rumo que as coisas vão tomar. Se fosse falar do clima diria que quarta e quinta reservam tempestades de granizo para áreas urbanas. Economicamente a coisa já vai mal, se piorar não será grande novidade. Em termos políticos é que o cenário esquenta, afinal estamos no mês de libra, um mês diplomático, político, escorregadio, dúbio, vacilante e vaidoso. Para esta data os americanos (representados por Júpiter em Câncer) esperam o aumento ou não do teto de sua dívida pública. Os olhos do mundo estão voltados para essa decisão doméstica que, se não for favorável ao governo, e não deve ser de fato justamente devido aos jogos de interesse políticos, promete abalar os mercados mundiais. Uma decisão não favorável a Obama representa calote americano e rebarba para todos, inclusive nós brazucas. E aí? Os dias de Lua Cheia em Áries prometem embates nas esferas políticas, entre Plutão e Urano e entre Taíssa e a Lua. Geralmente o chamado da Lua Cheia é forte para a maternidade e a aposta é de que ela e Alex se tornem pais nesse dia, quando o bebê poderá vir ao mundo. Dias de quadratura são dias de final e começo de ciclos. Em meio a tantas mudanças a vida não pára. Em vários mapas natais um quadratura perfeita, também chamada de "grande cruz" não significa algo negativo. O desenho no céu é também um chamado poderoso para a evolução humana.
    Aline Maccari

    House of Cards ou Castelo de Cartas é um seriado cuja trama gira em torno de jogos de interesse políticos (Plutão em Capricórnio). É ainda uma série inteiramente feita para internet (Urano em Áries)

    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    Notícias de rebeldia em dia de Lua em Aquário

    Alguém acredita que Banksy pôs à venda os seus trabalhos por pouco mais de 40 euros?

    Foi nos arredores do Central Park que o artista britânico montou uma banca para vender os seus trabalhos. No final, a maior parte voltou para o caixote. Talvez porque ninguém quis acreditar que ali estavam obras originais.
    Texto extraído integralmente do Jornal Público. Por Cláudia Carvalho.
    Na banca estiveram à venda alguns dos trabalhos mais conhecidos do artista BANKSY
    Quando uma obra de Banksy aparece num qualquer leilão de arte pode valer vários milhares de euros. Mas quando é o próprio artista que decide pôr à venda os seus trabalhos, numa manobra irrepetível, têm o preço único de 60 dólares (pouco mais de 44 euros). Foi o que aconteceu este sábado em Nova Iorque. Não houve aviso, passou despercebido a alguns e ao final do dia ainda muitas telas estavam por vender. Mais depressa a maioria das pessoas pensou que na banca montada nos arredores do Central Park estavam falsificações do que originais do icónico artista britânico.
    Banksy não apoia o mercado da arte. Quem há muito tempo segue o artista sabe que quando uma ou outra obra do britânico aparece em leilão é porque esta foi “retirada” de alguma parede, sem a autorização do artista, que por várias vezes já se manifestou contra a venda dos seus trabalhos. No seu site, por exemplo, existe um separador para a loja online, onde na verdade, não há nada à venda – Banksy disponibiliza os seus próprios desenhos para impressão. É uma espécie de "faça você mesmo". Quer uma caneca, uma t-shirt ou um saco com um trabalho de Banksy? Imprima e mande fazer em qualquer lado. Neste momento este separador só não está disponível porque o site de Banksy está dedicado à sua residência em Nova Iorque.
    Foi aliás, no âmbito desta iniciativa, intitulada Better Out Than In, na qual Banksy todos os dias, durante o mês de Outubro, revela um novo trabalho nas ruas de Nova Iorque, que o artista instalou uma banca de venda nos arredores do Central Park. No site, transformado em diário desta residência, Banksy divulgou este domingo um vídeo, a contar a acção.
    “Ontem montei uma banca no jardim para vender telas 100% originais assinadas por Banksy. Cada uma por 60 dólares”, lê-se no site do artista natural de Bristol, Inglaterra, cuja identidade ninguém conhece. E para aqueles que ainda pensaram que por estes dias encontrariam a banca, o artista deixa ainda uma mensagem: “A banca já não vai estar lá hoje”.
    No vídeo, registado por uma câmara oculta, vê-se que a primeira venda acontece apenas da parte da tarde. Ou seja, de manhã a banca passou despercebida ou pelo menos ninguém lhe deu valor. E mesmo quem comprou, não teria a certeza do que estava a comprar. Assim se nota na primeira venda do dia que acontece às 15h30 quando uma senhora decide comprar duas telas para oferecer aos seus filhos. E isto, só depois de ter negociado um desconto de 50%.
    Meia hora depois, uma senhora da Nova Zelândia, como é identificada no vídeo, compra duas obras. Mais de uma hora depois, volta a acontecer uma nova compra. Quando um homem de Chicago compra quatro telas para “decorar a sua nova casa”.
    Às 18h00, a banca fecha e as telas são arrumadas. O saldo da venda foi de 420 dólares (aproximadamente 310 euros), um valor que contrasta com o stencilde uma criança que costura bandeiras do Reino Unido e que em Junho foi vendido em leilão por um milhão de euros.

    sexta-feira, 11 de outubro de 2013

    Astrologia para pais e filhos

    Era uma vez um garotinho com quatro planetas em Áries. Seu nome era Eduardo. O menino era um zero a esquerda nos estudos. Não que ele fosse mal nos exames, simplesmente não gostava de estudar e de fato nem precisava, afinal ele tinha Sol, Lua, Mercúrio e Vênus em Áries. E passava de ano em ano sem pegar nos livros, lembrando de cabeça cada detalhe das aulas. Seu lugar favorito na escola era a quadra de esportes e relógio no pulso era um instrumento importantíssimo, quase uma extensão natural do corpo do menino. A felicidade para ele estava totalmente atrelada ao passar dos minutos. E até hoje o sinal da escola, que avisa o término da aula, aquele sinal histérico, é como a Primavera de Vivaldi para seus ouvidos.

    quinta-feira, 10 de outubro de 2013

    A flecha e o alvo

    Lua sai de Sagitário e entra em Capricórnio: em alguns momentos nos sentimos a flecha, noutros o alvo
    Abrir os olhos pela manhã, cedinho, nem sempre é fácil quando se sabe que o dia reserva 50% de oportunidades. A outra metade precisará ser agarrada à unha. Com a mudança súbita de humores dos "donos do jogo", os deuses, tudo pode mudar, basta um almoço para separar o dia em dois. Pela manhã a Lua em Sagitário continua apontando sua seta para o alto mostrando que é para lá que devemos ir, com otimismo, bom humor, sabedoria e segurança, afinal a sensação é a de abundância. Tudo o que temos é até demais para nós. Para que sofrer tanto se há tanto a usufruir na vida? Mas, à hora da digestão muda toda a configuração. O céu recebe a Lua em Capricórnio e a "moça" começa a se sentir limitada, cansada e por isso exigente e até mal humorada. Com a sensação de que tudo falta ela passa a reclamar da vida até o começo da tarde do sábado. Um lastro de resmunguices. Que bom que as crianças terão um dia para nos alegrar e nos trazer para de volta para o mundo encantado da brincadeira, porque até lá será só em trabalho aquilo no que vamos pensar. Em Capricórnio a Lua entrará ainda naquela quadratura nefasta que assusta a todos nós já há algum tempo. Ela senta no colo de Plutão, também em Capricórnio e desafia Urano em Áries e Júpiter em Câncer. Assim, os próximos dois dias nos reservam tensões. Essa mudança de humor poderá ser vista nos mercados financeiros, nas políticas de austeridade, nos discursos de líderes acuados com a situação interna de seus países. Na firma o sujeito pode sentir que está sendo perseguido pelo chefe. Em casa os filhos reivindicam aumento de mesada e o cachorro exige banho, tosa e mais passeios noturnos. É assim! Tem dias em que nos sentiremos assim! Uma hora a flecha, noutra ou alvo.
    AM


    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

    quarta-feira, 9 de outubro de 2013

    Norma Bengell: filha de Netuno, diva do cinema

    Quando acordei hoje e vi no céu a deusa mulher, Vênus, formando angulação tensa (quadratura, 90º) com Netuno, o deus dos mares,  e Marte, o deus dos embates, imaginei que o dia não seria fácil para nós mulheres. Os desafios seriam muitos, assim como as incoerências no falar, no sentir, no compreender. Num dia como esse podemos ser tomadas por uma onda tão subjetiva de sentimentos e desejos que perdemos o rumo atormentadas pelo o que desconhecemos. Na primeira página dos jornais a carga arquetípica desencadeada pelos planetas em trânsito no céu confirma realidades aqui em baixo. A diva do cinema brasileiro, nossa Afroditebrazucaretrô havia se despedido de nós. A geração mais nova talvez a desconheça, por isso relembrar seus feitos inéditos é tarefa de quem briga pela arte e pela mulher no Brasil. Ela nasceu sob a regência do cinema e da ousadia. Norma Bengell era pisciana, regida justamente por Netuno, ou seja, filha do cinema. O deus da sétima arte agraciou a atriz carioca com uma das carreiras mais completas que o país conheceu.Na madrugada desta terça-feira ela se despediu de nós após 78 anos de entrega às artes. Norma foi uma das atrizes mais completas do cinema nacional, em especial do Cinema Novo. Ela estreou no cinema aos 23 anos de idade com O Homem Sputinik (1959), protagonizado por Oscarito. Em 1962, com 27 anos, ela fez o primeiro nu frontal em telas brasileiras no filme Os Cafajestes, dirigido por Ruy Gerra. A cena que mexeu com o imaginário erótico de todo o Brasil entrou para a história. Ela trabalhou ainda com grandes cineastas e foi notícia em várias revistas, entre elas a francesa Cahier du Cinema. Norma fez nada mais, nada menos que 64 filmes. No teatro e na televisão ela também fez história, aliás por três décadas, entre os anos 50, 60 e 70. Norma foi atriz, vedete, cantora, compositora e cineasta. Em dia de quadratura entre Vênus, Netuno e Marte nos perdemos e nos encontramos com Norma num mar de feminilidade e vida.
    Aline Maccari



    *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br


    segunda-feira, 7 de outubro de 2013

    Vênus em Sagitário: horizonte e inspiração

    A cantora Sinead O'connor  tem Sol e Vênus em Sagitário. Foto tirada na década de 80.
    À partir de hoje as demonstrações de amor podem parecer mais extravagantes, exageradas, sinceras e até persistentes. Não se admire se alguém lhe mandar flores, ainda que seja um gigante buquê de girassóis. É o planeta Vênus, regente do coração feminino, que entra no signo de Sagitário. O terceiro signo de fogo é regido por Júpiter, conhecido na mitologia grega por Zeus, o deus do Olimpo. Ou seja, em Sagitário a Vênus se acha e é a tal !