quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Sobre a guerra e o inimigo invisível...

Fico imaginando o que os orientais pensariam de nós com essa salgalhada que fazemos, misturando texto chinês com desenho japonês, já que são culturas tão diferentes. Quem sabe não é essa mesma salada que estamos fazendo por aí? Importante é ouvir as palavras de Sun Tzu, o filósofo de "A Arte da Guerra".

A Idade Mídia

A primeira vez que ouvi a expressão Idade Mídia foi durante uma palestra, em Brasília, do ex ministro do Supremo Tribunal Federal, o sergipano, escorpiano, Ayres Britto. Mas, não sei se o termo é dele. Várias outras pessoas já o utilizaram, entre elas alguns jornalistas. Sem querer entrar no mérito sobre quem originou o trocadilho, o interessante é perceber o momento propício em que ele aparece. Nunca na história do mundo nossas comunicações foram intermediadas maciçamente por um dispositivo. 

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Sobre amizade...

Amizade é uma das melhores coisas da vida. A frase de Wilde é engraçada e cínica, e por isso guarda uma grande verdade. Precisamos cultivá-las com mais carinho e menos ranhetice. A dica é da Lua em Aquário, tão dada aos amigos. Mas, daqui a pouco, em conjunção com Marte, fica no ar a pré disposição para embates. Sabendo disso, a gente pode trocar uma rusga por uma breja!

Como as democracias morrem? Plutão em Capricórnio ajuda a explicar

Em astrologia não há coincidências. Ontem passei numa livraria para comprar a sensação do momento e ela já havia sumido das prateleiras. O livro "Como As Democracias Morrem" (disponível em Português) é um sucesso de vendas porque explica de maneira muito acessível e contundente o momento político que vivemos no mundo.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Sobre a arte...

Estamos na última semana do mês de Libra e não podemos deixar de nos valer de uma de suas mais lindas lições: a arte e a beleza. O filósofo Friedrich Nietzche é de uma complexidade que não ouso explicar. Mas a frase, em minha leitura mais modesta, nos fala da importância da apreciação artística e do contato com o belo, no sentido de elevarmos nossas consciências.

Exílio

Há dias como o de hoje, com a Lua conjunta a Plutão em Capricórnio, em que a medida da realidade nos é dada de maneira crua. Mas, pelo menos do alto dessa montanha, simbolizada pelo signo, podemos enxergar ao longe. Geralmente, relacionados ao exílio estão o signo de Peixes e a casa 12 do mapa astral. Mas a imagem do exílio, daquele cenário de isolamento e solidão, pode estar em qualquer tempo e qualquer lugar.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Sobre ficar...

Boa noite! Até amanhã!

Sobre a dúvida...

Com Mercúrio (deus da comunicação) em Escorpião (signo daquilo que não está à luz, do que está oculto) em aspectos tensos, devemos usar a inteligência a nosso favor. "Cuidado com a sedução da clareza!" Cuidado com o engano do que parece óbvio. No céu e na Terra há mais tramas mirabolantes do que possamos imaginar. Só os mentecaptos não são dados a dúvidas. A frase e do fabuloso escritor, psicanalista, teólogo, virginiano, Rubem Alves.

A balança e os opostos

Me lembro de ouvir minha mãe contando que ter filhos gêmeos é como estar à beira da loucura. Quando éramos crianças, o momentos mais desesperador era quando ela descia do prédio para nos levar pra brincar e numa linguagem que só nós entendíamos, cada um corria para um lado e ela não sabia a quem socorrer primeiro.

sábado, 13 de outubro de 2018

Sobre fanatismo e barbárie...

O dia é de Lua em Sagitário, o signo das leis divinas, em quadratura com Netuno em Peixes, o inconsciente. Isso pode cheirar a fanatismo, de todas os tipos, em especial religioso e/ou político. A frase é do libriano, escritor e filósofo francês, iluminista, Denis Diderot. A pintura é da ariana, surrealista, britânica-mexicana, Leonor Carrington. A interpretação é livre, só não a barbárie.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Bolha Zen

Os humores coletivos estão pra lá de exaltados e é inevitável que nos misturemos a tudo isso.  Afinal, somos parte disso. Atualmente o céu é de desafios, os astros apontam para esse cenário. Mas, a nossa realidade interior pode ser diferente.

A mensageira

Há uma sabedoria em Escorpião que é difícil explicar. O signo, regido por Plutão, planeta de morte e renascimento é um desafio para todos que estudam a astrologia e para quem tem aspectos importantes neste signo. Ele é uma eterna provocação e um eterno aprendizado. Sob sua regência acontecem certas coisas da ordem do inexplicável e quiçá alguns milagres. Como ele é o limiar entre a vida e a morte há mistérios nele contidos que são muito maiores que qualquer explicação possível.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Sobre os perigos...

A sabedoria popular é uma manifestação da mente coletiva. Nela há algumas verdades muito profundas! Eis uma dica valiosa para dias como esses, com  Lua, Mercúrio, Vênus e Júpiter em Escorpião, o signo das águas obscuras. 

Mercúrio em Escorpião: conteúdos ocultos

Se como os budistas explicam, "o mundo é uma projeção mental", Mercúrio tem imensa importância. Pois ele é o planeta da comunicação, o mensageiro. Ele representa no mapa nossa forma de perceber, compreender, falar, escrever e explicar esse mesmo mundo. Ele é a maneira como compreendemos a vida mentalmente.

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Sobre o bom senso...

Para rever relacionamentos, para um SIM ou para um NÃO, recomenda-se paz e tranquilidade, acima de tudo. Ninguém consegue refletir ou decidir sobre os destinos de um amor sentindo-se pressionado. E se estamos em busca de verdades, não nos iludamos. Sempre há a "minha" verdade, a "sua" verdade e aquela que de fato aconteceu.

Novas canções de amor

A Lua é novíssima em Libra. Um encontro mensal que inicia um novo ciclo lunar, desta vez a lunação no signo de Libra. Daqui para frente encarnamos de fato os temas amor, relacionamento, parcerias, sociedades, arte, beleza e diplomacia. Para muitos de nós esse será o foco, o lugar onde estarão nossas atenções, pelos próximos 28 dias. Como o ciclo solar atualmente é libriano, e Libra é regido pela Vênus, precisamos ver onde anda essa "moça".

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Sobre o marinheiro...

Em meio ao nevoeiro é assim que Paulinho da Viola faria. Os sambas são tão cheios de verdades!

Nevoeiro

Fôlego para dar conta de tantas contradições. Eis o que o céu pede de nós. Lá em cima são inúmeros os desafios, apesar da semana marcada por uma Lua Nova. Dessa perspectiva poderíamos pensar num ciclo de renovação, onde poderíamos plantar novas ideias, projetos e afetos. Mas, nada é tão simples quanto parece. E a complexidade dos fatos desafia nossas tentativas mais simples de entendimento.

sábado, 6 de outubro de 2018

Sobre ilusões...

No céu, a Lua em Virgem (signo do Brasil) até tenta, mas em oposição a Netuno, o deus da inconsciência, nossos sentimentos e emoções ficam entre o auto engano, a confusão, a imprecisão, a nostalgia e a ilusão. A frase genial de Nelson Rodrigues é tão simples, óbvia e cheia de verdade, de luz e de sombra, quanto a imagem do Palácio do Planalto, feita nos primeiros anos da Capital, pelo fotógrafo Marcel Gautherot. 

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Caos

Tanto para a mitologia quanto para a astrologia e a psicologia profunda, o Caos não é a desordem plena, como um barco sem direção, um terremoto ou qualquer coisa que se pareça com o fim do mundo. Do Caos, nascem Urano (o céu) e Gaia (a Terra). E a história do mundo e o nascimento de toda a vida acontece a partir desse lindo casamento, entre o que está em cima e o que está embaixo.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Sobre os efeitos retrógrados no amor...

Quando Herbert Vianna compôs "Uma mensagem de amor" devia estar passando pelos efeitos de uma Vênus Retrógrada. Entre o "nada me move", "nada me faz parar" tão típico desse movimento ele nos fez continuar a sonhar com o amor. É certo que os tempos são caóticos. Mas, se houver sinal de sentimento verdadeiro que a gente não perca nossos amores por pouco.

Vênus Retrógrada

Movimento válido de 5 de outubro a 16 de novembro de 2018
Para quem reclama que a vida parece andar de marcha ré, bem... isso faz sim algum sentido. O ano de 2018 te tido inúmeros planetas em movimentos retrógrados, aquele que parece que os planetas estão andando para trás. Claro que isso é apenas uma impressão, vistos daqui de baixo. Mas, em nossas vidas eles produzem uma série de revisões e reconsiderações em inúmeras áreas. Talvez por isso tanta falta de clareza sobre os mais variados aspectos da vida.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Rir é o melhor remédio

No céu, aspectos desfiadores nos deixam preocupados. O país, o trabalho, a inflação, o dólar, o euro, as contas, os amores...! Mas, nada como uma Lua em Câncer para elevar o bom humor. Isso mesmo! Se por um lado os cancerianos ou pessoas com aspectos importantes no signo, como Sol, Lua ou Ascendente são capazes dos maiores dramas emocionais, sentindo todas as dores do mundo e manifestando isso, por outro são também capazes de reconhecer o próprio ridículo que é ser humano e rir disso tudo.

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Sobre demolições...

Plutão, o planeta que destrói por onde passa, retorna ao seu movimento direto! Ou seja, está de volta a temporada de "demolições" em Capricórnio, com "respingos" nos demais signos cardeais: Áries, Câncer e Libra. A foto é do Jim Kazanjian e a frase é do libriano Scott Fitzgerald, um dos grandes nomes da literatura norte-americana e mundial, autor de O Cuoriso Caso de Benjamin Button e O Grande Gatsby. Enjoy the view!

Pã e a Síndrome do pânico

Dois Sátiros do pintor barroco flamengo Peter Paul Rubens
Hoje, dia 14 de fevereiro, é um dia especial. A Astróloga, Pã e São Valentim fazem aniversário! Mas, vamos tentar explicar isso tudo de forma cronológica. Pã, o sátiro (nome grego), o fauno ou lupercus (nomes romanos) são o mesmo personagem da mitologia. Representado por uma imagem antagônica ele é metade homem e metade cabra. Algumas versões dizem que Pã era filho de Zeus com a cabra Amaltéia e outras afirmam que ele teria sido filho de Hermes e teria adotado como mãe a casta Penélope. Pã é o deus das florestas, o deus pastor que cuida das ovelhas, mas que no fundo cuidaria dos nossos instintos mais primitivos. Do latim faunus representa o "favorável", o "destino" ou mesmo o "profeta", segundo alguns autores. De aspecto bestial ele nos lembra dos terrores da noite e nos deixa em pânico à primeira nota musical de sua flauta.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Sobre esquecer...

A Lua entra em sua fase minguante no signo de Câncer e podemos nos sentir melancólicos e nostálgicos. Às vezes queremos manter algumas coisas como que congeladas, num tempo passado, mas o mundo gira, a vida evolui, adquirimos novas experiências, consciências, estamos em constante transformação. Aquele papel de parede da casa da avó nos remetia a tantas coisas boas. Mas, nem a "avó", nem "aquela casa" estão mais aqui.

Metamorfose

Só temos uma certeza nesta vida: de que nada é absoluto. Pessoas, ideias, experiências... não são totalmente boas ou ruins. Esses julgamentos são nossos, a depender de nossa cultura, das nossas referências morais e religiosas, da capacidade de abraçarmos as ambivalências que existem dentro de nós mesmos. Somos isso! Plutão também é assim!