quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

FELIZ NATAL EM LUA CHEIA!

Há 38 anos não temos uma Lua Cheia em Câncer, no signo da família, em pleno Natal. Sendo uma festa familiar e a deusa das emoções em sua fase mais esplendorosa uma explosão de afetos, que este Natal seja lembrado como uma festa em que pais e filhos, irmãs e irmãos, sobrinhos, primos e avós se unem para celebrar aquela que ainda é uma das melhores experiências da vida, estar bem em família; esta base tão importante que nos acolhe e reabastece nossas energias durante o ano em nossos momentos mais desafiadores.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sol em Capricórnio

O Sol entra no signo de Capricórnio, nesta terça-feira, 22 de dezembro e fica até o dia 21 de janeiro de 2016. Com Plutão em Capricórnio são enormes os desafios para os nativos deste signo.

O verão começa nesta terça(22) na república tupi. Enquanto nos preparamos para viagens, praias e muito sol outro cenário é realidade no hemisfério norte. Lá, onde foi formatado todo o sistema astrológico, é o começo da estação mais gelada ou o solstício de inverno. Uma data que varia entre os dias 20, 21 e 22 de dezembro. Na mitologia antiga, até esse período, os deuses desciam aos subterrâneos, às entranhas da Terra e então finalmente regressavam. Simbolicamente, a jornada inconsciente individual foi alcançada através do contato com o inconsciente coletivo.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

A mitologia de Star Wars

Assista à entrevista completa de George Lucas com o jornalista Bill Moyers sobre a mitologia de Star Wars em inglês ou acompanhe os melhores momentos nesta postagem.

Não é por acaso que Star Wars é um fenômeno cinematográfico há quase quatro décadas. Alguns psicólogos e religiosos insistirão em atribuir ao filme qualidades que fariam dele uma obra repleta de significados sagrados, ocultos, que passariam desapercebidos público até levá-los praticamente à redenção, como se a história fosse uma recontextualização da narrativa da mitologia crista em temos modernos. Em entrevista ao jornalista Bill Moyers, George Lucas não vai tão longe, fala de seu filme com muito mais leveza.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Uma história sufi para tempos difíceis



"Havia um rei muito poderoso que tinha tudo na vida, mas sentia-se confuso. Resolveu consultar os sábios do reino e disse a eles:
- Não sei porque, me sinto estranho e necessito de paz de espírito. Preciso de algo que me faça alegrar quando estiver triste e que me faça triste quando estiver alegre.
Os sábios resolveram então dar um anel ao rei, desde que o rei seguisse certas condições:
- Debaixo do anel existe uma mensagem, mas o rei só deverá abrir o anel quando ele estiver num momento de extrema dificuldade.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Sol em Sagitário

O Sol entrou no signo de Sagitário nos deixando mais otimistas e cheios de energia para enfrentar os desafios da vida, entre 22 de novembro e 22 de dezembro. Em "Palas e o Centauro" (1482) , dizem especialistas que o pintor renascentista Sandro Botticelli quis apresentar uma alegoria moral, mostrando o homem numa encruzilhada entre a vida brutal, dominada pelos sentidos e outra, destinada ao trunfo, dirigida ao divino e com a mente voltada para os estudos humanos.
Em Portugal faz frio. Nesta madrugada os termômetros marcaram 0° C na cidade do Porto. O inverno no hemisfério norte começa oficialmente em 21 de dezembro, mas as baixas temperaturas já chegaram. Quem avisa é Sagitário. Nesse período os povos antigos costumavam se reunir perto do fogo, para contar histórias e refletir sobre a sobrevivência durante a estação mais severa e introspectiva do ano.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Guerra no céu, guerra na Terra: os desafios da quadratura histórica entre Urano e Plutão

Plutão, Urano e Netuno no céu: Os deuses estão nos levando consciente ou inconscientemente a mudanças de padrão, paradigma, atitude, regra. Precisamos abrir mão de algumas coisas. Disso, nascerá antes de tudo o vazio, a inconformidade, o desespero, a ansiedade, a incompreensão e a incerteza. Eles estão exigindo de nós uma revolução pessoal e nacional. O que é velho, viciado e corrompido precisa partir. O futuro breve exige o frescor do novo, da verdade, da liberdade. O emprego, o sobrenome, a conta bancária, os títulos já não podem mais definir quem somos. É preciso renascer sob novos valores, mais nossos, mais consistentes, mais íntegros e dignos. Texto originalmente publicado em 18/05/15, com atualizações em destaque.


Às vezes nos perguntamos como o mundo atualmente parece estar tão confuso, agitado e cheio de perspectivas nebulosas, sombrias, ocultas. O tempo que estamos vivendo é mesmo de transição, de transformação e quem nos diz isso é o céu que paira sobre nossas cabeças. Geralmente algumas mudanças levam mais tempo para acontecer, mas de alguns poucos anos para cá alguns planetas, tidos pela astrologia como gigantes, tomaram novos rumos, entrando em novos signos e promovendo mudanças bastante significativas numa única grande onda.

domingo, 15 de novembro de 2015

A SOMBRA NA CONTEMPORANEIDADE: O MESTRE BUDISTA, O DISCÍPULO E A RELAÇÃO COM A SOMBRA


FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – FACIS
INSTITUTO JUNGUIANO DE ENSINO E PESQUISA – IJEP


A SOMBRA NA CONTEMPORANEIDADE:
O MESTRE BUDISTA, O DISCÍPULO E A RELAÇÃO COM A SOMBRA


Especialização em Psicologia Junguiana

BRASÍLIA
2015
----------------------------------------------------------------------------------------------------

INTRODUÇÃO

Sacerdotes, gurus e demais mestres espirituais sempre tiveram um papel inegável. Sua função social é intermediar o contato com o divino, ajudando o sujeito a entrar em contato com “deus” ou pelo menos com a divindade que existe dentro de cada um de nós. Eles facilitam esse processo clareando caminhos, trazendo lucidez, informação, método, disciplina, sentido, inspiração e senso de propósito. Na linguagem junguiana esse encontro com a chama divina, o numinoso, seria o encontro com o verdadeiro self ou o si-mesmo. Um papel delegado na pós modernidade também a outros profissionais tais como psicólogos, analistas e terapeutas. Entretanto estes não serão tratados nesta pesquisa, mas apenas os mestres do budismo da tradição tibetana.
A questão é que esses mestres, conhecidos por serem os “detentores do conhecimento oculto sagrado”, têm cometido vários equívocos, fato constatado pelo senso comum por meio de relatos e notícias na mídia, dia após dia. No entanto, seres humanos como quaisquer outros, não seria razoável que isso fosse minimamente compreensível? A questão é que muito comumente buscadores, discípulos e mesmo a sociedade de um modo geral, não encaram o tema desta forma. E por que isso acontece? Bem, uma das hipóteses é que devido a altas expectativas por parte dos discípulos essa é uma relação que já começa de forma desequilibrada. Geralmente o discípulo enxerga o mestre como alguém com habilidades especiais, que transita entre “a terra e o céu”, como quem tem poderes sobrenaturais, reforçados por tradições, regras, histórias, mitos e livros sagrados. Por causa dessa premissa básica de que o mestre ainda é aquele que faz a ponte entre os homens e os deuses, os discípulos se sentem muitas vezes inibidos, despreparados ou mesmo incapazes de avaliar o nível de preparo do mestre. Como se duvidar dele ou do processo espiritual fosse uma ousadia imperdoável. Outra mística que acompanha o trabalho espiritual é a expectativa de altíssimos resultados. Fator que pode isentar o discípulo de boa parte do árduo trabalho espiritual, eximindo-o dos esforços necessários a práticas complexas que podem ser bastante cansativas, no entanto, pessoais e intransferíveis.
Do ponto de vista do mestre também há algumas armadilhas possíveis como, por exemplo, quando essa “autoridade religiosa” se sente tentada a ocupar inapropriadamente uma posição de poder, identificando-se com uma persona onipresente, onisciente e onipotente, assumindo a postura de um verdadeiro deus, deixando-se tomar por um complexo poderoso. Essas e tantas outras possibilidades de relação entre mestre e discípulo podem gerar uma dinâmica de sabotagem que pode levar ambos a caminhos bem distantes do self.  O que seria um desvio do objetivo proposto, uma vez que muitas pessoas realmente necessitam de orientação psicoespiritual. Uma situação que pode chegar até a consequências desastrosas, nefastas, como a pedofilia, o abuso de drogas, a promiscuidade sexual, como veremos mais à frente.
O que motivou a pesquisa sobre o tema foi a frequência com que passamos a ter conhecimento, por meio de notícias, sobre relações mestre-discípulo que tiveram consequências negativas. Diante disso as perguntas mais importantes que poderíamos fazer acerca do tema poderiam ser: será que esse contato com a sombra, durante a dinâmica religiosa, é positivo ou negativo?  Até que ponto o trabalho espiritual desenvolvido entre mestre e discípulo pode levar à revelação ou à alienação? E dentro desta perspectiva, como distinguir o que seja revelação de alienação? Será o confronto com a sombra uma possibilidade de revelação? Afinal, se o lama budista, que é preparado geralmente desde muito cedo a prover orientação espiritual e tornar a si mesmo exemplo de conduta, como e porque em alguns momentos ele se perde no caminho produzindo consequências desastrosas para si e para os outros? Por que alguns mestres incorporam o tipo invencível, a persona de um salvador, e não reconhecem suas fraquezas? Segundo Jung, ninguém vive sem sombra, nem mesmo os mais altos sacerdotes. Aliás, é justamente por trabalhar na perspectiva da busca da luz que a sombra torna-se diretamente proporcional, tão grande quanto a luz. Quem mais trabalha em busca de iluminação mais sombra guarda em si.
Uma resposta plausível para essa difícil questão poderia estar na questão da persona. Uma forte identificação com a máscara de sacerdote ou de iluminado é algo muito difícil de ser questionado pelo discípulo. E é isso que tentaremos mostrar. Pois a identificação com uma persona de construção social tão poderosa dificulta o confronto do sujeito com a sombra, podendo gerar forte alienação.   Como o próprio Jung afirma, a sombra é algo constitutivo da alma humana, não há como negarmos um encontro com ela, principalmente quando a intenção do trabalho é espiritual.
Para falar sobre persona e sombra utilizaremos como base teórica a obra de Carl Gustav Jung. Pois que outra teoria senão a analítica, que trata exatamente desses conceitos, complementares, compreenderia melhor essa dicotomia entre complexos?  Além disso a filosofia budista e a psicologia profunda possuem muitos pontos de convergência quando tratamos de dualidade. Para isso utilizaremos os principais livros da obra de Jung, textos e livros que tratam do tema no âmbito do budismo e reportagens que mostram dramas reais que aconteceram entre discípulos e mestres do budismo tibetano.
A pesquisa se compõe de (...)
O objetivo desta pesquisa é trazer consciência para(...)

 * A tese completa pode ser requisitada por meio do e-mail alinemaccari@gmail.com 

Aline Maccari

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Eduardo Galeano: somos feitos de histórias

Eduardo Galeano, grande escritor uruguaio, nos deixou em abril deste ano. De sua aldeia ele pretendia alcançar toda a humanidade. Certa vez, em entrevista a um jornal, o repórter sugeriu que ele tivesse um olho num microscópio e outro num telescópio. Ele riu! É claro! De fato, Galeano compreendia o mundo de uma forma muito poética (Vênus no Meio do Céu), religiosa (Sol de casa 12, casa de Netuno), ampla e justa (muito provavelmente por causa de seu Ascendente em Libra).

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Orfeu e o amor escorpiano


O mito de amor e morte de Orfeu é uma da histórias que explica as experiências de amor em Escorpião
Tudo por amor! Ou pelo menos entorno dele, o mais nobre dos sentimentos. Uma das mais belas histórias de amor e morte da mitologia grega é a de Orfeu e Eurídice. Ele era um grande poeta. Homem de bem que encantava a tudo e a todos com sua música. Ela, a mais bela de todas. Perseguida por um admirador obcecado ela foge, no caminho tropeça num tronco e é mordida por uma cobra (o Escorpião em forma de serpente).

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Sol em Escorpião


"Onde impera o amor, não há vontade de poder, e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro." Carl Gustav Jung

Para a estréia do Sol no signo de Escorpião neste sombrio ano de 2015 não há frase mais apropriada. Onde há claras disputas de poder não há amor, ainda que sejam aparentemente "em nome" do amor.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

30 anos depois... o futuro é hoje!


A primeira vez que eles se aventuraram eu tinha 8 anos de idade. A projeção de um futuro tecnológico e cheio episódios extraordinários me prendeu à tela de tal forma que eu não queria que a história acabasse nunca mais. A diferença é que na escola, entre os colegas, enquanto todos queriam ser o garoto Marty McFly, eu queria ser o Dr. Brown, afinal era ele quem conhecia a ciência e os mistérios do universo, que fazia o garoto ir e vir no tempo.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Mensagem de Hermes

O trecho abaixo é extraído da obra Os Grances Iniciados, de Édouard Schuré. Em poucas linhas Hermes, como Mercúrio deus mensageiro ou como Hermes de Trimegisto, o pai do hermetismo, explica a quem quer que tenha a capacidade de ouvir com alma divina sobre a dinâmica celeste e sua função em nossas vidas. Aline Maccari

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Moiras: as deusas do destino


As Moiras são as fiandeiras do destino. Clothó é a que segura o fio do tempo, puxa o fio da vida e atua sobre os nascimentos. Láquesis é a que sorteia o fio de quem irá viver ou morrer, desenrolando o novelo da vida. Átropos é a inflexível, a que corta o fio da vida, a última instância antes da morte.


As moiras, deusas do destino, foram estudadas por Carl Jung, assim como tantos outros mitos que guardam realidades psíquicas profundas. O artigo que segue abaixo é fruto de uma pesquisa realizada durante meu curso de formação como analista junguiana. Nele, traço um paralelo entre as deusas que movimentam nossas vidas, permitem ou impedem alguns acontecimentos específicos, como se de alguma forma elas fizessem parte do nosso próprio inconsciente, pessoal ou coletivo.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

As fases da Lua

De dia tudo se vê. O Sol, deus da razão, conduz a nossa consciência, desde os tempos sem princípio. De noite, visível ou não a Lua, rainha da inconsciência guia nossas sensações de forma a tomarmos decisões guiadas pela intuição. A bela da noite é a deusa das emoções. Durante 29 dias ela dá a volta completa em torno do planeta Terra e de nossos umbigos. A cada 2 dias ela muda de signo e pode trazer paixões a cada uma das áreas das nossas vidas, da casa 1 à casa 12, do nascimento à morte dos nossos projetos, ideias e amores. São quatro as fases da bela: nova (quando não podemos enxergá-la), crescente, cheia e minguante. No mapa astral ela é deusa maternal. E nos mostra como é o relacionamento do sujeito com a mãe, o lar, a família e o passado.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

A importância dos repertórios simbólicos

"Uma ordem mitológica é um conjunto de imagens que dá à consciência um significado na existência, que, não tem significado algum, simplesmente existe. Mas a mente sai em busca de significados; ela só consegue funcionar se conhecer (ou inventar) um conjunto de regras. Sua primeira função é incutir em nós um sentido de deslumbramento grato e afirmativo diante do estupendo mistério que é a existência.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Os bodes, a sombra e o menino Aylan



No céu os desafios não são diferentes. Os bodes também duelam. Plutão em Capricórnio faz sombra em Câncer, o signo da criança, da infância, da pureza. Urano em Áries faz sombra sobre a diplomacia de Libra e a possibilidade de acordos e entendimentos harmônicos. Não poderíamos estar vivendo momentos mais sombrios.







Quando todos nós achávamos que a foto emblemática do menino sírio afogado em praia turca seria o suficiente para tocar corações mundo a fora sobre a real problemática dos refugiados na Europa, eis que a bestialidade humana nos surpreende novamente. A super exposição da foto não foi o problema maior, em tempos onde a imagem já não nos surpreende se compartilhada por pelo menos 10% dos amigos da rede. A questão não foi a banalização da cena da morte de um bebê.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A Astróloga no Correio Braziliense

A Astróloga esteve no Correio Braziliense deste domingo (30). Ao lado de Sabrina Ferroli falamos sobre o potencial da astrologia para o trabalho de autoconhecimento, aliado à psicologia junguiana. 

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

A sociedade em transformação: Plutão em Capricórnio

Plutão ficará em Capricórnio de janeiro de 2008 a janeiro de 2024: a pós modernidade é líquida e dissolve muitas certezas. 
O mundo está de ponta cabeça, se transformando profundamente e em vários momentos chegaríamos a pensar que está inclusive a caminhar para trás, como se a humanidade pudessem retroceder, como se o relógio e a história pudessem voltar no tempo. Para o famoso sociólogo Zygmunt Bauman a sociedade tornou se líquida, nada nos oferece a certeza que tinham as gerações passadas, no trabalho, nos relacionamentos ou a cerca do futuro. A sensação desse coletivo desnorteado é típica da fase que estamos passando. Plutão, o deus dos infernos, está sobrevoando o último signo do elemento terra, Capricórnio.

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Na trilha de Plutão

Entre o caos e a plenitude vamos vivendo e observando o céu e a terra. Cada tempo tem sua luz e sua sombra.
LIBRA 1972-1984: porque fomos ao extremo de nossas vaidades sentimos que poderíamos ir ao fundo dos nossos desejos,
ESCORPIÃO 1984-1995: quando desejamos demais fomos aos extremo dos nossos limites,
SAGITÁRIO 1995-2008/2010: quando fomos além dos nosso limites esgotamos os nossos recursos,
CAPRICÓRNIO 2008/2010-2023: a exploração e o esgotamento dos nossos recursos poderá nos deixar desumanos,

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Assim no céu como na terra

Se tivesse filhos leria para eles hoje antes de dormirem um trecho do poeta sufi Jalaluddin Rumi, místico, muçulmano e medieval. E assim começaria: "Assim na céu como na Terra..." Muitos são os sábios que falam dessa mesma relação em diferentes tempos e tradições religiosas. De fato todas elas ecoam juntas, se complementam. Quem tem verdadeira sede de respostas não as busca com superstição.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Lua Cheia em Aquário: o meu e o nosso

De 30 a 1º de agosto poderemos avistar no céu a Lua Cheia em Aquário. Tempo de sentir o que é meu e o que é de todos nós.  Na foto Angatu, personagem do artista plástico Rafael Hiran. Aliás, quem nunca viu essa carinha pelas ruas de Brasília?
Celebrações, uivos, agitações, mudanças repentinas de opinião e festas em manicômios (reais ou simbólicos) são promessas para esta sexta-feira. Mas, calma! Isso tudo pode ser muito interessante de se observar e sentir. Afinal, Leão e Aquário juntos podem ser divertidos. A noite do dia 31 será perfeita para apreciar a segunda Lua Cheia do mês (a primeira foi em 2 de julho), a famosa Lua Azul. No entanto, de azul mesmo ela não tem nada. O termo é usado para designar a segunda Lua Cheia num único mês. Isso acontece porque nosso calendário civil é diferente do lunar. Enquanto nossos meses tem duração de 28 a 30 dias, a Lua avisa que seu ciclo é de 29,5 dias aproximadamente. O fenômeno acontece de três em três anos. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

PALESTRA

Nos vemos hoje à noite no CCBB Brasília, às 20h! Até lá! 
https://www.youtube.com/watch?v=ljuyyXMYT-M
...e então foi emocionante! 

terça-feira, 21 de julho de 2015

Vênus em Virgem e a deusa Sekhmet

Sekhmet a deusa meio mulher, meio leoa. Nela percebemos qualidades de dois signos, Leão e Virgem. Zelo e consciência para uma Vênus que transita entre os dois signos. Em Virgem ela ficará entre 20 e 31 de julho de 2015.
Se você não passar no check list da amada pelos próximos dias não se frustre, mas não espere menos exigência ou demandas. É que a entrada da Vênus, deusa do amor, no signo de Virgem, deixa-a minuciosa, crítica, detalhista, impecável. E você que pensava que andava pelo caminho certo da sedução poderá não passar nessa peneira fina. Ups! Daqui para frente sua saída será se esforçar. De 20 a 31 de julho a bela, regente também das artes, da harmonia e do bem viver estará sobrevoando o segundo signo do elemento terra.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

A história de uma moça esquizofrênica

Às vezes, algo muito maior que nós mesmos nos toma, além da vontade, do desejo ou da ilusão do controle. Carl Jung chamaria isso de complexo, ou seja, um aglomerado de arquétipos (os tipos antigos ou mitológicos) que tem vida própria (em nosso inconsciente, às vezes invadindo a consciência) e nos adoece, mas também oferece pistas preciosas sobre o nosso verdadeiro caminho, o da alma. A questão é que essa "autonomia dos complexos" ou o avanço das doenças causa um sofrimento tremendo. Kerry tem 27 anos e sofre com a esquizofrenia.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Mercúrio em Câncer: like Louis

O músico de jazz Louis Armstrong tinha Mercúrio em Câncer: nice and smooth, suave, divertido, bem humorado e brincalhão. Nossa forma de compreender, falar e expressar pode ganhar novos tons de 8 a 23 de julho de 2015.
Intuição, sensibilidade, delicadeza. Essas são algumas das melhores qualidades de um Mercúrio em Câncer. Quando o planeta do pensamento, fala, entendimento, estudo e expressão entra no primeiro signo de água, podemos esperar novas formas de perceber e explicar a realidade à nossa volta. O músico de jazz Louis Armstrong tinha Mercúrio exatamente neste signo, na casa 4 do seu mapa natal.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Astrologia para pais e filhos


A análise do mapa da criança não é determinante, mas pode ajudar muito os pais e entenderem quem é aquela criança e de fato, quais são seus sonhos, desejos, habilidades e aspirações. Desde muito cedo eles mostram a que vieram no mundo. Basta um olhar atento e isento para percebê-los. Os tipos mais clássicos de cada signo mostram suas habilidades logo nos primeiros meses. E na infância já podemos ajudá-los a realizar o que serão.
ÁRIES: As crianças arianas, assim como todas as outras, podem ser extrovertidas ou introvertidas. De um modo geral elas são cheias de energia e vitalidade. Tem um riso fácil e podem ir ao colo de um estranho sem o menor constrangimento.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Lua Cheia em Capricórnio: saindo do armário

A Lua fica Cheia em Capricórnio entre 1º e 3 de julho. O que está atrás da porta que precisa ser revelado? Algo poderá vir à tona, tornar se público.
No céu há uma cruz invisível há muito tempo. No topo há Plutão no signo de Capricórnio formando um ângulo tenso (uma quadratura em 90º) com Urano em Áries. Só isso já é motivo de observação e reação. Cá embaixo, quando esses planetas se movimentam e se colocam alinhados com precisão algo acontece, já aconteceu exatamente desta forma várias vezes na história. E como esses planetas configuram o céu do momento, tudo o que se una a eles pode dar o "start" a determinadas situações.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Como encontrar a alegria de viver?

Neste artigo o grande mitólogo Joseph Campbell fala sobre como encontrar nossa "alegria de viver", felicidade, propósito de vida (como preferir chamar) à partir do que ele chama de "lugar sagrado". Todos nós deveríamos tê-lo. Esse lugar de paz e tranquilidade nos permite ser nós mesmos, independentemente das dificuldades e aborrecimentos pelos quais estejamos passando na vida. Nele há uma grande possibilidade de encontrarmos nosso próprio espaço e realidade interiores, o que é algo extremamente benéfico. Como ele próprio diz "você precisa saber reconhecer sua própria profundidade." 

terça-feira, 23 de junho de 2015

Marte em Câncer

Marte fica em Câncer entre os dias 24 de junho e 8 de agosto de 2015. Cena do filme Sense8, novo seriado do Netflix com o casal Hernando e Lito.
Desejo é o que move o mundo, diria a psicanálise. E o que move o desejo é Marte, diria a astrologia. Conhecido como o deus da guerra ele é o impulso para a realização de nossas ações que são movidas por um desejo, às vezes inexplicável, incontrolável. O local que ocupa no mapa astral mostra como vamos para o embate, para o conflito, para a vida em busca da realização de nossos objetivos e como vamos para cima do sexo oposto em busca satisfação carnal.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Saturno de volta a Escorpião: mais do mesmo

Saturno volta ao signo de Escorpião entre 14 de junho e 17 de setembro de 2015.  Na foto a atriz americana Theda Bara, diva e símbolo sexual do cinema mudo dos anos 20 em "The Skeleton dance".
Saturno em seu movimento retrógrado estará novamente no signo de Escorpião entre os dias 14 de junho e 17 de setembro de 2015. Um período de três meses onde alguns acontecimentos podem irromper novamente em nossas vidas. Saindo de Sagitário, signo de expansão, conhecimento e viagens, podemos repensar sobre nossos projetos de estudo, pesquisa ou nossos planos para uma temporada fora de casa. É como se a saída de Saturno de Sagitário promovesse talvez mais liberdade para pensar novas possibilidades sobre tais temas.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Lua Cheia em Sagitário

Cena do filme Além de Varanasi: um encontro entre Gêmeos (o menino) e Sagitário (o velho).
De um lado dois garotos nova yorkinos, com suas câmeras fotográficas nas mãos buscam por aventuras e descobertas em terras longínquas. Do outro yoguis, ascetas, gurus e iluminados indicam os caminhos para o encontro com o ser divino que há dentro de cada um de nós. Em comum eles têm todo um eixo zodiacal. De um lado Gêmeos, estampado nos olhos dos garotos, vívidos, curiosos, em muitos momentos deslocados, interessados e até desastrados de alguma forma, tentam registrar e propagar na mídia um documentário sobre a beleza, a profundidade e a originalidade desses "homens divinos".

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Eu maior

Eu Maior é um documentário com algumas das figuras mais importantes do nosso tempo no Brasil que tem pensado sobre a condição do humano. De Leonardo Boff a Marina Silva, de Rubem Alves a Bárbara Abramo. Recortes muito delicados e reflexivos sobre as várias formas de compreender nossa missão na vida. Assista ao filme completo no site.
Hoje fiz ao "invisível" todas as perguntas possíveis e impossíveis sobre a vida e o sentido das coisas. Minha inquietação e busca são constantes, diárias, eletrizantes. Em alguns dias ela é linda, noutros angustiante. Mas, saber que um dia parecido com o de hoje pode acontecer aos 40, 50, 60, 70 ou 80 anos me coloca numa posição tão humana, sem espaço nem tempo, e de igualdade a qualquer outro ser, independentemente de qualquer condição, que me acalma. Importante é que se for curta ou não, que não seja rasa a vida, em vão.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Gêmeos: o fofoqueiro

Um dos aspectos mais chatos de Gêmeos é a adoração pela conversa pequena, a boa e velha fofoca. No entanto é óbvio que quando Paula fala de Afonso, fala muito mais de Paula que de Afonso. 
fo·fo·ca 
(origem obscura)
substantivo feminino (pq diabos tinha que ser um substantivo do gênero feminino?)

1. [Brasil, Informal]  Ato de querer saber para ir contar a outrem.
2. [Brasil,Informal]  Facto ou coisa contada em segredosem conhecimento do(svisado(sou sem conhecimento real ou efetivo.

Analisando um mapa neste final de semana me deparei com a história de vida de uma moça onde um dos lados mais nefastos do signo de Gêmeos se manifestava. E não que isso acontecesse somente da parte dela necessariamente, mas acontecia à partir dos outros para com ela. A conversa pequena, fofoca, maledicência são típicas de Gêmeos e do mês geminiano.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Marte entra em Gêmeos

Que tal fazermos assim? Que tal fazermos assado? Que tal fazermos tudo? Que tal não fazermos nada? Que tal simplesmente usarmos todo o nosso tempo brincando ou enganando o papai e a mamãe? Que tal levarmos o chefe na conversa? Que tal enganarmos todo o mundo? Com Marte em Gêmeos vamos nos sentir divididos e até inconsequentes entre 13 de maio e 24 de junho de 2015.
Imagine ter duas cabeças!? Duas formas de ponderar, escolher, pensar!? Enquanto criança talvez seja divertido, afinal são muitas as possibilidades. No entanto, quando isso acontece na vida adulta pode dar um pouquinho de trabalho. Essa é a realidade de quem tem Marte, o planeta da ação, no primeiro signo das ideias, do elemento ar. E esta será uma realidade entre todos nós, enquanto coletivo, vivendo o trânsito de Marte pelo signo de Gêmeos, entre os dias 13 de maio e 24 de junho de 2015.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Vênus entra em Câncer

No seriado JEANNIE É UM GÊNIO a relação amorosa toma grande parte trama. Ela geralmente cuida de seu Major Nelson com carinho de mãe. A "geninha" que mora numa garrafa (útero, caverna, lugar fantástico, imaginação) poderia sim ser a incorporação de uma Vênus em Câncer. Nós mulheres queremos cada vez mais ser independentes e modernas. No entanto, às vezes, caímos na tentação de cuidar deles como verdadeiras mães. Será que às vezes eles não fazem o mesmo por nós?
As relações amorosas, o trabalho com as artes, o desfrute do belo e as atividades produtoras de prazer ganham novos contornos e cores entre os dias 8 de maio e 5 de junho. É que a Vênus estará sobrevoando Câncer, e se apropriando das qualidades deste que é o primeiro signo de água. No signo naturalmente regido pela Lua, podemos nos sentir mais sonhadores, inconscientes, distantes, meditativos, melancólicos, nostálgicos e excessivamente sentimentais. Quando a deusa do feminino, a Vênus, bebe das águas cancerianas ela se torna principalmente maternal, protetora e terna. É como se a relação a dois ganhasse um cuidado que vai além do cuidado de mulher para homem e vice versa, mas um cuidar de mãe para filho, tanto de um lado como de outro.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Mercúrio em Gêmeos

Com Mercúrio em Gêmeos podemos sentir que as soluções estão mais próximas que antes. De 1º de maio a 9 de julho de 2015. No entanto, com movimento retrógrado entre 19 de maio e 12 de junho é importante ouvir um outro tipo de inteligência: a intuição.
Mercúrio, o planeta do pensar, aprender, estudar e se expressar de forma intelectual e verbal é regente natural de Gêmeos. Ou seja, quando Mercúrio transita por Gêmeos é como voltar para casa. Como se nossa capacidade mental estivesse passando por sua melhor fase. E é assim que deveremos nos sentir entre o dia 1º de maio até 9 de julho de 2015. Nesta posição podemos nos perceber mentalmente alertas, espertos, atentos, antenados, informados, perceptivos, habilidosos. No entanto, o trânsito de Mercúrio, ainda que seja voltando para casa, pode trazer inquietação, nervosismo e impaciência, gerando ansiedade e sobrecarga.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Astrologia, mitologia e religião



Este vídeo é um trecho do documentário Zeitgeist. E seus méritos estão na pesquisa e clareza narrativa quando trata de astrologia e mitologia nas religiões. Apenas! Aproveite!
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

segunda-feira, 11 de maio de 2015

O profeta

Cena de O Profeta. Obra literária do poeta Kahlil Gibran animada pelos animos de Salma Hayek. Um presente para os buscadores de sentido e beleza.
O livro O Profeto do poeta libanês Kahlil Gibran é um dos livros mais vendidos do mundo. Num diálogo, ele traz reflexões e respostas para alguns dos temas mais comuns da vida, em todos os tempos, como o amor, a amizade, a família e o trabalho. Seu mérito é muito maior que qualquer palavra que possa usar para descrevê-lo. Seu sucesso se deve possivelmente à linguagem universal com que explica os mesmos princípios a culturas tão diferentes, atravessando a história dos tempos. O livro, traduzido para dezenas de línguas é uma das paixões de uma Vênus, a belíssima atriz Salma Hayek. Num empenho pessoal ela conseguiu transformar esta grande obra numa animação que promete conquistar adultos e crianças de todo o mundo. Uma prova de que a beleza, tão facilmente atribuída à deusa do amor, encontra alcance muito mais profundo e significativo quando deseja. E assim ela conseguiu. 

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Agir com Astrologia

"Agir com Astrologia" é o título de uma palestra do programa Café Filosófico, ministrada por Renato Janine Ribeiro sobre a astrologia de ontem e de hoje. O novo Ministro da Educação fala com propriedade sobre o tema que é motivo de pesquisa e profundo interesse. Uma palestra e tanto. Vale a pena assistir ao vídeo completo...aqui no site!
Quando certas pessoas falam sobre astrologia, chancelam esse saber com a confiabilidade que suas experiências de vidas trazem. O que Dona Mariacota  (espírita-vidente) diz sobre amarração do amor e os astros, passará longe destas páginas virtuais. Quando o professor de ética e filósofo da USP, Renato Janine Ribeiro, atual Ministro da Educação, declara seu interesse, curiosidade e pesquisa por essa "antiga psicologia" publicamos com prazer porque a clarevidência e o bom senso devem ser compartilhados. Numa "aula" sobre a origem desses estudos, Janine explica porque a astrologia faz sentido e acalma o espírito. Um processo de evolução que se inicia com astrologia enquanto arte divinatória, passando pela revelação do grande psicólogo Carl Gustav Jung, a uma outra astrologia: a mitológica. Uma forma muito mais profunda e complexa de entender o que o destino nos dá e nos pede, por meio dos arquétipos, os deuses antigos, que vivem dentro de nós.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

E aí? Tem alguém te escutando?

Conteúdo extraído integralmente de: http://www.updateordie.com/2015/04/29/e-ai-tem-alguem-te-escutando/.
Uma reflexão sobre mídia, redes sociais, monólogos, solidão, super exposição e dessensibilização. 




Acompanhei seis apresentações nos dois dias do Festival Path. Em três destes painéis (isto tem acento?), um assunto foi recorrente: estamos participando de monólogos. Muitas vezes, falando sozinhos. Quem levantou a bola foi a ótima Ana Holanda, editora-chefe da (eficiente) revista Vida Simples, no painel“Escrita afetuosa e registros em primeira pessoa”. A missão dela no Path era explicar como podemos espalhar ideias, informar e ajudar a refletir (no caso dela, tendo uma revista…no nosso, apenas escutando). Além de manter a revista só com assinantes, sem publicidade, o que é praticamente impossível no mundo editorial de hoje, Ana mostrou a receita do sucesso da publicação: escutar os seus leitores. “Compreender o outro não é prerrogativa do jornalismo. É prerrogativa da vida. Precisamos entender o que os outros estão sentindo”, lembrou.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

O destino

O que não enfrentamos em nós mesmos acabaremos encontrando como destino”. C. G. Jung

Quando não sabemos o que determinadas partes de nós desejam, quando não as ouvimos ou atendemos, podemos nos tornar joguetes dos desejos  de "um outro" delegando a nossa sorte ao destino. Por isso é tão fácil atribuir culpa aos astros. Tudo o que vemos no mapa são planetas. E se os planetas são nossos arquétipos traduzido na foto do céu no momento do nosso nascimento, nada existe além de nós mesmos como ponto de partida de qualquer relação com o mundo.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

"Eu tinha um cão negro. Seu nome era DEPRESSÃO"

O filme "O cão negro" trata da depressão e suas consequências. Assista o filme completo no site.
Manter uma mentira emocional pode ser muito exaustivo. Reconhecer que se precisa de ajuda e de fato recorrer a ela pode ser o primeiro e melhor passo dado em direção de uma vida melhor. A nuvem negra do sofrimento psíquico pode não ter cura, mas tem controle.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Vênus em Gêmeos

Em tempos desafiadores que pelo menos o amor seja leve. Ou não? Que seja duplo. E se for triplo? Uma Vênus em Gêmeos tem duas cabeças e pode enxergar o amor de formas diversas. Cena do filme A Insustentável Leveza do Ser.
De 11 de abril a 7 de maio de 2015 a Vênus, deusa do amor, da beleza e das artes ingressa em Gêmeos, o primeiro signo de ar. Momentos de leveza e diversão nos esperam principalmente no romance. Nessa seara, a bela lida de forma delicada e gentil. Em muitas momentos podemos nos sentir tentados muito mais a uma boa conversa que a trocas físicas. É que a Vênus em Gêmeos não troca um bom papo por nada neste mundo. 

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Face a face com Jung

Face a face: entrevista com Carl Jung, o pai da psicologia analítica. Assista no site o documentário completo.
Carl Jung foi talvez o único estudioso da alma humana na contemporaneidade que se apropriou da astrologia em seus estudos psicológicos com profundidade e respeito. Muitos flertaram com ela, mas poucos tiveram a ousadia de levá-la a sério e inclusive de se utilizar da astrologia como estudo complementar. Isso porque a psicologia analítica e a astrologia têm em comum os arquétipos, os tipos psicológicos antigos que nasceram junto com a mitologia. Todos falam de Jung, e na maioria das vezes de uma forma bastante superficial. 

terça-feira, 31 de março de 2015

Mercúrio em Áries

Se o pensamento anda veloz, muito veloz, é melhor contar até três antes de falar. Depois não venha chorar pelo leite derramado. Mercúrio, o planeta do pensamento, fica em Áries, o primeiro signo de fogo de 30 de março a 14 de abril de 2015.
Mercúrio, o planeta mental, do aprendizado, do comércio, da literatura, das notícias, da comunicação, dos estudo e das viagens transitará pelo primeiro signo do zodíaco, Áries, de 30 de março a 14 de abril de 2015.  Em nível pessoal Mercúrio simboliza o que nos distingue dos animais: a capacidade de raciocínio, aprendizado e planejamento. O signo que Mercúrio ocupa no mapa astral natal nos mostra com o quê o sujeito ocupa sua mente e como faz isso, além de apontar suas capacidades psicológicas, habilidades, destrezas, criatividades e capacidades de tomar decisões.

Marte em Touro

Cena do filme Poderosa Afrodite de Woody Allen. Na cena Mira Sorvino contracena com Allen. Sensual, a "poderosa Afrodite" poderia sim ter Marte em Touro.
A força que move o mundo pode mudar de tom, intenção, formato e direção de acordo com a entrada de Marte, o deus da ação, em um novo signo, desta vez em Touro. O deus combativo entra no primeiro signo de terra e por lá fica entre os dias 31 de março de 2015 a 11 de maio de 2015.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Lua e Vênus: os princípios do feminino

Femininas, sensuais e deslumbrantes Lua e Vênus, ambas estudadas como planetas pela astrologia, nos inspiram e às vezes nos confundem. Em nível simbólico, não astronômico, a diferença entre as damas do céu começa com a mitologia que explica e dá origem a elas na mente primitiva do homem. A Lua surgia esplendorosamente à noite e para apreciar sua aparição e mudança de forma a tribo inteira se reunia para saudá-la. Disputando espaço com o Sol, a Lua forma o par dos pares no primeiro entendimento sobre o funcionamento da mente humana. Enquanto ele o Rei simboliza a razão, a força e o masculino, a bela é inconsciência, sensibilidade, intuição e loucura. No mapa natal ela é estudada como o arquétipo da mãe.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Novo ano astrológico: Sol entra em Áries

Recorte da obra "O Jardim das Delícias Terrenas" de Hieronymus Bosch. O mundo não testa o bem ou o mal, mas o verdadeiro, que pode parecer fazer muito pouco sentido num primeiro momento.
Os próximos dias nos reservam fenômenos que podem ter repercussões importantes em nossas vidas pessoais e bastante marcantes em nível coletivo. Eles têm potencial para promover mudanças bastante evidentes, se mostrando como uma das semanas mais importantes do ano, à partir desta sexta-feira, dia 20 de março. Nesta data seremos coroados com uma Lua Nova em Peixes formando um Eclipse Solar (visível apenas na Europa e no norte da África), dizendo "adeus ano velho" e em seguida celebramos a entrada do Sol no signo de Áries, o Equinócio de Outono (da Primavera no Hemisfério Norte) e a estréia de mais um ano novo astrológico.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Vênus em Touro

Uma Vênus em Touro pode ser bastante estável. O problema fica com quem se apaixonar por ela. Eles podem perder a cabeça. - Rita Hayworth interpreta Salomé.
De 17 de março a 11 de abril de 2015 a deusa do amor, dos prazeres e das artes, a Vênus, transita pelo signo de Touro, uma de suas moradas tradicionais. Assim, a bela se sente muito confortável para viver suas características mais naturais. Nesses dias a sensualidade estará em alta, uma vez que a palavra chave para entendê-la é o corpo físico. Touro é o primeiro signo de Terra e por isso ligado à matéria e tudo o que é real, realista, consistente. Com a Vênus transitando por lá podemos nos sentir mais passivos, tranquilos, calmos, amorosos e tentados a tudo o que proporcione prazer, como ficar de preguiça, comer algo delicioso e fazer amor horas a fio.

terça-feira, 10 de março de 2015

Dias de crise

Em cartaz Marte (Channing Tatum) em conjunção com Urano (Mark Ruffalo) 
em Áries formando quadratura com Plutão (Steve Carrel) em Capricórnio:
tensões válidas até sexta-feira!
O dia amanheceu explosivo. Até sexta feira desta semana um encontro celeste promete muitas tensões. É o que acontece quando deus da Guerra se une ao da Rebeldia e juntos desafiam o deus dos Infernos. É a conjunção entre Marte e Urano em Áries, formando quadratura com Plutão em Capricórnio. Não é a primeira vez que o céu se configura assim e nem será a última. O começo da primavera com a esperada entrada do Sol em Áries, que acontecerá entre os dias 20 e 21 deste mês, irá fortalecer esse sentimento que paira inconsciente nas mentes coletiva e individual. E isso não é tão difícil de explicar, simplesmente porque não há quem não esteja de alguma forma sentindo esta forte tendência no ar, ao ler notícias, ao conversar com os familiares ou colegas na rua ou no trabalho. É como se um acidente, uma briga, um grande conflito estivesse por um triz. Um movimento que pode acontecer na Rússia, na França, no seu bairro, no trabalho, em casa, com o marido ou as crianças. Sabendo disso é melhor contarmos até dez e tentarmos conter uma energia avassaladora que nos percorre em nome de soluções mais diplomáticas e menos histéricas.