quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Sobre Aline Maccari e "A Astróloga"




Olá Seja bem vindo!
Acho que sou uma daquelas pessoas tomada de encantamentos pela jornada da vida! E nada melhor que vivê-la ouvindo e contando histórias. Comecei a escrever ainda criança e a velha máquina de datilografia do meu pai era a minha maior diversão. Sempre fui muito inquieta, atrás de respostas para os mistérios da vida. Sou jornalista, formada pelo Ceub (Brasília), mas minha busca me levou a várias outras áreas do conhecimento que foram incrivelmente importantes para a minha formação como ser humano. Repórter desde 2001, trabalhei em algumas das principais emissoras de TV do país (Globo, Band, TV Brasil), especialmente nas editorias de arte, cultura e comportamento. O jornalismo é uma forma de conhecer pessoas, lugares e realidades diferentes! Mas, esse mesmo "universo" me convidou para ir ainda mais longe!

Em 2003 e 2004, morei na Nova Zelândia, onde comecei meus estudos em Astrologia e Mitologia com a minha "ex-sogra" (ex-sogra é algo que legalmente não existe), meio maori, meio british, uma mulher muito sábia. Esses estudos fizeram tanto sentido pra mim que nunca mais parei. A astrologia é minha bússola no mundo. Esse estudo, de mais de cinco mil anos, é uma tecnologia antiga que atravessa qualquer cultura, em qualquer tempo. É uma maneira de perceber as relações entre o céu (os astros) e terra (os acontecimentos) e ver lógica, harmonia e sabedoria num aparente caos!

Em 2012 fui repórter do programa Nova África, viajando por 10 países do continente africano em busca histórias originais. No Quênia, Uganda, Ruanda, Egito, Guiné Conacry, Marrocos, Argélia, Tunísia, Burundi e Etiópia vi cenas, encontrei pessoas e histórias que farão parte de mim para sempre. Foi indescritível ver in locu como as Narrativas Mitológicas se repetem de forma parecida em qualquer lugar do planeta. Fato exaustivamente estudado pelo professor Joseph Campbell, uma das minhas maiores referências. Viajar e se aventurar por outras culturas é uma forma de conhecer outras realidades muito diferentes da sua, de expandir a consciência, de praticar a inteligência e a tolerância. Mas, mais do que isso, é uma forma de perceber que somos todos um!

Em 2015 concluí minha especialização em Psicologia Analítica (ou ainda arquetípica e profunda, como é conhecida), a psicologia de Carl Gustav Jung pelo IJEP, o Instituto Junguiano de Ensino e Pesquisa de São Paulo (FACIS - Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo). Esse grande mestre sabia como ninguém casar todos esses conhecimentos. Ele adorava a Astrologia, a Mitologia e estudou ainda a Alquimia por 25 anos, como uma grande metáfora da vida. A psicologia é uma forma de entender a riqueza interior de cada um de nós, perceber os nossos mitos pessoais e de ajudar o outro!

Em 2018 comecei um MBA pela Fundação Getúlio Vargas em Relações Internacionais. Eu acredito que entendendo o céu e as dinâmicas existentes entre pessoas, culturas e países eu possa trazer alguma contribuição ao perceber as estruturas simbólicas presentes no jogo planetário.

Em 2019 eu fui para a fronteira entre o Brasil e a Venezuela como assessora de comunicação do ACNUR, a Agência das Nações Unidas para Refugiados. Lá tive novamente a chance de ouvir histórias incríveis de superação e graças a Zeus, ajudar muitos deles. Foi em Roraima, no extremo norte do Brasil, que descobri como as pessoas, em algumas das situações mais desafiadoras da vida, pois a maioria delas havia perdido tudo, conseguem encontrar saída para continuar vivendo com fé, alegria e dignidade. Ver de perto a luta pela sobrevivência, em ambientes de conflito e emergência humanitária é descobrir como nascem heróis e heroínas de carne e osso.

E depois do jornalismo, da astrologia, da mitologia, da psicologia, das relações internacionais, do trabalho humanitário... provavelmente eu deva me aventurar ainda pela filosofia, a antropologia ou a sociologia. Para mim, estudar, viajar, ouvir e contar histórias são a maior aventura que alguém possa viver nesta vida. E se a ideia é ser "contadora de histórias do céu, da terra e do fundo do mar" é preciso entender os mundos das mais variadas maneiras, os mundos de dentro e os mundos fora de nós. O próprio mestre Carl Jung dizia: "Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana."

O blog "A Astróloga" é um espaço de reflexão sobre assuntos que fazem parte das experiências humanas. Desde 2011, escrevo sobre esse universo que, pelo menos para mim faz todo o sentido. Ligando os pontos entre tantas realidades e saberes é possível ver o lindo desenho da teia da vida e flertar com o mistério do Invisível. Espero que conheça o blog e se sinta à vontade para fazer comentários, sugestões, enfim... "astrologar" junto comigo. É quando nos entregamos sem medo aos mistérios da vida que a força da existência e o propósito divino se revela em nós.

Para marcação de consulta para análise do Mapa Astral, parecerias, palestras ou entrevistas, escreva para e-mail: aastrologa@gmail.com 

Que o céu nos guie e o amor nos transforme!
Aline Maccari

A Astróloga está também nos canais:

"Pois é contando histórias que a gente entende e explica a vida desde os tempos sem princípio."

Coluna Léo Dias para o Metrópolis - Julho de 2020
"A Astróloga" foi entrevistada pelo programa Vibe, na Rádio Cultura FM, 100,9 Brasília, em fevereiro de 2016.
Johnny Luna , Leko Bezerra e eu conversamos sobre jornalismo, cultura e astrologia. 
A Astróloga esteve no Correio Braziliense na edição de domingo, 30 de agosto de 2015. Ao lado da consulente Sabrina Ferroli falamos sobre o potencial da astrologia para o trabalho de autoconhecimento, aliado à psicologia junguiana.
Palestra do Ossobuco no CCBB Brasília: "Entre o céu e a terra": 27 de julho de 2015
Palestra sobre astrologia, comunicação, céu, terra, arquétipos, Jung, A Astróloga.... e os sentidos na vida! 

Publicado na Revista VEJA Brasília de 18 de dezembro de 2013

2 comentários :

  1. Aline, vi sua apresentação sobre a atual fase aquariana e achei muito pertinente. Porem, sou espírita e te vejo como, no mínimo espiritualista, e senti sua preocupação em não levantar a bandeira da espiritualidade que será mais intensa na próxima era.
    Independente da frieza, praticidade e lógica de aquário, a espiritualização é uma consequência da evolução dos seres decorrente da tomada de consciência que você já expressou nesta apresentação.
    Essa consciência, que será fria, lógica e prática, trará respostas claras a mistérios e dogmas e as coisas da espiritualidade não será vistas como fenômenos extra-corpóreos ou mistérios do ocultismo e sim como questões normais, embora intimas do ser humano, que na realidade é, em sua origem, um composto físico-mental-espiritual, como tudo o que há no micro e no macro-cosmo.
    Estou muito feliz por você e sua clareza de entendimento e te desejo muito sucesso.
    Sei que as questões espirituais são de foro intimo e precisam de que mais que os anúncios o rotulem ou rotulem seus anunciantes, transmitam um senso verdadeiro e nao se deve buscar vantagens pessoais neste anuncio.
    O caminho já está traçado e o ciclo de caminhada está muito bem definido para se chegar ao objetivo. Querer ou não caminhar nessa estrada é escolha pessoal, mas a orientação pode ser dada por uma bússola (ciência) e/ou pela expressão vocal, mental ou sentimental que transformadas em vibração direcionam, magnetizam, imantam e aproximam os pares, astros e planetas de comum características e sintonias similares.
    Tudo é ciclo (inicio, meio e fim) e todos estamos em algum destes ciclos, sabendo que o fim dum ciclo é o inicio doutro ciclo...
    Muita luz, paz, saúde e vida para você!!!
    Abraços fraternos!!!
    Cordialmente,

    Sérgio de Medeiros

    ResponderExcluir
  2. Boa Noite Aline,

    Desejo para você é para todos os irmãos e irmãs que te acompanham, um adormecer em 2020 e um lindo e esplêndido sonho a despertar em um lindo paraíso em 2021.

    Talvez o mais importante nesta nova era, que se abriu tenha sido abrirmos as nossas consciências para o maior aprendizado que o ser humano espiritual pode obter para todas as suas vidas, o aprendizado do Amor.

    O AMOR E O UNICO SENTIMENTO QUE SOBREVIVE.

    O amor e o único sentimento que sobrevive ao longo dos tempos; a mais de 2000 anos um homem simples morreu numa cruz sacrossanta, apos a sua cruzada com a bandeira do amor universal.

    Pois o Amor cura, une, perdoa, eleva, coopera e faz bem aos nossos corpos, pois em nossos corpos substâncias químicas fabricadas no corpo das pessoas que amam são produzidas como a adrenalina, noradrenalina, feniletilamina, dopamina, oxitocina, a serotonina e as endorfinas para sentir aquela sensação maravilhosa quando se está amando.

    A dopamina produz a sensação de felicidade, a adrenalina causa a aceleração do coração e a excitação e assim por diante em nossos ciclos hormonais.

    Como mensagem de nascimento, amem sempre com os vossos corações, pois o Amor dos nossos corações e o único bálsamo que pode curar as chagas do mundo.

    Tenham noites santas em família na celebração do amor que reside em cada coração humano.

    Que o Amor Incondicional da vida divina abençoe a todos indistintamente, ame mesmo sem ser amado pois estará beneficiando a si e ao mesmo tempo aquele que você está desejando o Amor.

    Uma nova era de Amor e em Paz.

    ResponderExcluir