domingo, 23 de março de 2014

Caros amigos,


que saudade imensa de estar aqui com vocês, todos os dias, astrologando, refletindo sobre os caminhos da alma, os mitos, as histórias, a vida, o bem, o bom, o belo e o destino. Na verdade as Moiras me pregaram uma peça, uma peça inteira.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Felicidade, liberdade ou clarividência?

"Os felizes passam pela vida como viajantes de trem que levam toda a viagem dormindo; só gozam o trajeto de fato os que se mantém bem despertos para entender algo fundamental: a realidade." O trecho é uma reflexão do português Agostinho da Silva. Se vivo estivesse o poeta faria anos hoje. Como poucos ele refletiu sobre alegria, felicidade e liberdade. Em véspera de Lua Cheia em Leão em mês aquariano a reflexão não poderia ser outra. O dia nos prepara para emoções que estão prestes a nos despertar.

O dia leva o tom de uma preparação. É como se algo importante estivesse prestes a acontecer. Hoje, Mercúrio retrógrado sai de Peixes, volta para Aquário, e por lá fica até o dia 17 de março. Imediatamente o Sol ganha a força de uma conjunção profícua com Mercúrio, o deus da palavra, do raciocínio, das viagens e dos negócios acionando mecanismos que movimentam a vida que parecia estagnada. Com o fim da quadratura entre Sol e Saturno os caminhos também ficam mais visíveis e desimpedidos.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Freud: Além da Alma

No filme Freud - Além da Alma é possível começar a entender como se deu
essa revolução do pensamento sobre a mente humana. 
A astrologia e a psicanálise tem algo em comum, ainda que um tanto distante: a mitologia. É indiscutível que parte dela ajuda a explicar a vida. Sigmund Freud, o pai da psicanálise não flertou com os astros, mas com os mitos. Quem o fez mais intimamente foi C.G.Jung, seu discípulo rebelde. Mesmo assim, para nós buscadores, beber dos estudos psicológicos só ajuda a tornar ainda mais completo o trabalho de quem pretende compreender seu semelhante ou a si mesmo. Estudar os astros e as linhas que guiam nossos destinos na vida passam necessariamente por investigar outras formas de saber e entender o ser humano e nisso Freud é um nome indiscutível, porque é o pioneiro. Aliás, há quem diga que o mundo se divide em a.F. e d.F, ou seja, antes e depois de Sigmund Freud. Esse taurino (o trabalho), com Sol em conjunção com Urano (Prometeu, que traz a luz à humanidade), de Ascendente em Escorpião (a percepção e a sensibilidade), Plutão de casa 6 (trabalho com o inconsciente) e Lua em Gêmeos de casa 8 (intimidade com a casa dos mistérios da existência), mudou nossas vidas. Diz se que três grandes momentos mudaram radicalmente a forma do ser humano entender a si mesmo. 

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Proteção

Às vezes os dias parecem se repetir. Lua em Câncer quadra a cruz. Sol em Aquário quadra Saturno. Quadraturas, quadras, super quadras e duas palavras se repetem: opressão e desafio. Dois sentimentos que não merecem mais que um parágrafo para serem compreendidos e dias ou meses para serem resolvidos. Nas próximas horas devo escrever menos. Precisamos parar de colecionar problemas como quem rega flores podres. Também já sabemos os porquês. Então é tempo de solução! Que Mahakala nos proteja. A deidade irada do budismo é a entidade que luta contra o sombrio. A carranca tibetana nos protege de toda a crueldade, inclusive aquela que não vemos ou que produzimos contra nós mesmos. Quando não estamos plenamente conscientes do que se passa é ele quem ora, vigia e expulsa os demonios invisíveis. Mahakala te carregamos no cachaço.  AM

Eclipses de 2014


Eclipses Lunares e Solares estão na agenda de 2014: 15 e 29 de abril / 8 e 23 de outubro.

Ao longo de 2014 teremos a chance de testemunhar um dos mais notáveis espetáculos astronômicos visíveis da Terra: os eclipses. E não será apenas uma vez, segundo informações divulgadas pela NASA, este ano reserva dois eclipses do Sol e dois da Lua. O primeiro deles será um eclipse lunar completo, com 78 minutos de duração. O fenômeno acontecerá no dia 15 de abril e poderá ser observado totalmente em todo o continente americano, além de parcialmente em algumas regiões europeias, de acordo com o boletim da agência espacial dos EUADuas semanas depois, no dia 29 de abril, será a vez de um eclipse anular do Sol, o único deste tipo previsto para este ano. O evento, que deverá durar em torno de seis minutos, poderá ser visto do continente australiano e de algumas regiões litorâneas banhadas pelo Oceano Índico. 

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

As origens


A semana começa com Lua em Câncer e o passado vem à tona. Quando o 
caranguejo aparece é dia olhar para trás, pedir e agradecer aos nossos legados 
psíquico, afetivo e cultural. Afinal só segue em frente quem sabe
de onde vêm. Reprodução do texto  do Dr. Carlos Byington, Psiquiatra e 
Analista Junguiano na obra Mitologia Grega de Junito de Souza Brandão. 
Na foto detalhe da escultura de Ares ou Marte.
"Através do conceito de arquétipo, C.G.Jung abriu para a Psicologia a possibilidade de perceber nos mitos diferentes caminhos simbólicos para a formação da Consciência Coletiva. Nesse sentido, todos os símbolos existem numa cultura e atuante nas suas instituições são marcos do grande caminho da humanidade das trevas para a luz, do inconsciente para o consciente. Estes símbolos são as crenças, os costumes, as leis, as obras de arte, o caminho científico, os esportes, as festas, todas as atividades, enfim, que forma a identidade cultura. Dentre estes símbolos, os mitos têm lugar de destaque devido á profundidade e abrangência com que funcionam no grande e difícil processo de formação da Consciência Coletiva.  Os pais ensinam aos filhos como é a vida, relatando-lhes as experiências pelas quais passaram. Os mitos fazem a mesma coisa num sentido muito mais amplo, pois delineiam padrões para a caminhada existencial através da dimensão imaginária.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Ceres ou Deméter: os astrônomos descobrem o que os astrólogos intuiam há muitos anos

Ceres para os Romanos, Deméter para os Gregos
Talvez só agora a ciência tenha descoberto o que os antigos já sabia há centenas e centenas de anos. Há água em Ceres! E talvez tenha sido este, o menor planeta anão do sistema solar, que tenha fornecido água a todos os outros, como noticia a Agência Espacial Europeia. Bem, em se tratando de tamanho sabemos que astrônomos e astrólogos respondem de formas divergentes. Plutão se tornou anão para os cientistas há pouco tempo e para nós, na verdade, é um gigante simbólico, capaz de profundas transformações. Na mitologia grega Deméter, a deusa da agricultura, conhecida como Ceres pelos romanos, não poderia ser outra senão a detentora de toda a água, fonte da vida. Afinal, é ela a mãe arquetípica ou a grande mãe. Ceres sem água? Como? Quanto mais olho para frente descubro que é olhando para traz que se entende a vida.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

"O gosto é resultado de mil desgostos"

No céu, Sol em Aquário forma quadratura com Saturno em Escorpião e Lua em Touro. Os signos fixos nos deixam rígidos demais enquanto Mercúrio Retrógrado em Peixes (de hoje até 28 de fevereiro), em conjunção com Netuno nos deixa confusos, mas também intuitivos e artísticos. Há quem saiba usar as dificuldades do momento em benefício próprio e se superar.  "O gosto é resultado de mil desgostos" dizia o grande cineasta francês François Truffaut que faria aniversário hoje. Viva a rebeldia aquariana!
Teimosia e rigidez podem ajudar a tornar ainda mais difíceis os dias que se seguem. Nem sempre as coisas acontecem como desejamos, principalmente se tentados há tanto tempo, por movimentos que nos restringem, desafiam e exigem de nós novas posturas. Se diante de um cenário de mudanças imprevisíveis nos tornamos ainda maias austeros, principalmente conosco, as tendências a rachaduras podem se concretizar. Quem avisa é o Sol em Aquário que forma aspecto desafiador (quadratura, ângulo de 90°) com a Lua em Touro e principalmente Saturno em Escorpião, todos signos fixos, defensores tenazes de suas opiniões, arraigados, valentões, cheios de teses e máximas. 

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

A fada madrinha

Nas fábulas, são elas, as fadas, que nos levam de encontro a nossa sina, sorte ou fortuna. Aliás, a palavra portuguesa fada vem do latim fatum que significa destino, fatalidade ou fado. 
Hoje, ao acordar, antes de mesmo de enfiar os pés nos chinelos para nos prepararmos para o trabalho deveríamos ter agradecido a existência de um ser especial em nossas vidas: as fadas madrinhas. Sim! Na data de hoje elas são comemoradas, desde os tempos sem princípio. E como celebrá-las noutro dia senão numa lua crescente em Touro (signo regido pela Vênus, planeta da alma feminino), sob o Sol em Aquário. Imaginação e criatividade são as palavras de ordem deste mês, regido por aquele que por tantos anos passou de tribo em tribo, de vila em vila, ouvindo e dividindo conhecimento, carregando nos braços o pote de água que representa a sabedoria e ouvindo histórias. 

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Quando precisamos ir ainda mais fundo

No céu dos próximos dias Mercúrio em Peixes em conjunção com Netuno nos contamina com decisões inconscientes, confusas, destinos mitológicos, trágicos, como o final de um filme (Eduardo Coutinho e Philip Seymour Hoffman). Em meio a uma grande quadratura e aspectos nebulosos, olhar para dentro ou para a profundidade dos mitos pode nos ajudar mais a entender melhor o que se passa. Pintura: Netuno e Amphitrite, de Jacob Gheinll (1565 -1629)
Será que perguntaríamos tanto sobre para onde vamos se soubéssemos de onde partimos? O céu não é de brigadeiro. O fogo cruzado permanecerá ainda por muito tempo e dentro de cada um nós a sensação poderá não ser diferente. Todas as vezes que algum planeta toca a cruz da sagrada quadratura, fiéis e infiéis pagam seus pecados aqui na Terra. Ontem e hoje os dias são de Lua em Áries e o nervosismo ronda quem não consegue obter respostas para questões fundamentais para manutenção ou mudança de rumo. Cronometrar o céu, esmiuçar cada grau percorrido por um planeta como quem se encanta pela corrida de uma tartaruga, pode gerar uma aflição e um desespero que às vezes alcança até a mim mesma, contadora de histórias e dias. 

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Lua nova em Aquário: novidades que afetam a todos nós

No céu de hoje Sol, Lua e Mercúrio sobrevoam Aquário, o signo do coletivo e da política. No Planalto, pelo menos até agora, três novos ministros foram anunciados. São os efeitos de uma Lua Nova em Aquário no céu do Brasil. Para os aquarianos nativos o dia pode representar um desespero. É que Urano, seu planeta regente se encontra em Áries. Hoje ainda pode ser um dia de muita irritação, insônia, nervosismo, bate-boca e insatisfação com o estado aparentemente normal das coisas. Para entender melhor esse clima agitado precisaríamos entender também os efeitos de Urano em Áries. 
O mundo nasce quando o Céu e a Terra se casam. Na mitologia grega, base para o entendimento do oráculo astrológico, Urano (Céu) e Gaia (Terra) se unem e dão origem ao mundo com seus 12 filhotes: os Titãs, as Titanesas, os Cíclopes e os Hecatônquiros (monstros com 50 cabeças e 100 braços). Esta “ninhada” representava as forças violentas da natureza como os terremotos e os vulcões, cataclismos que marcaram essa fase de nascimento do nosso planeta. 

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Arquétipos e autoconhecimento

Em dia de Lua Nova em Aquário é impossível não falar do arquétipo do salvador. Todo o super herói tem um quê de aquariano, porque nenhum outro pensa no aprimoramento dos outros e de si mesmo se não por meio do grupo, do coletivo, da sociedade. Sem os Aquarianos seria ainda mais difícil pensar num mundo melhor. Sob um céu tão difícil que os Aquarianos e as ideias inovadoras do signo deste mês inspirador nos leve para o alto e avante. As palavras de hoje são novidade, imprevisibilidade e amizade. Sobre outros "tipos antigos" Jung fez profundas reflexões...


A boa mãe, o filho responsável, o profissional eficente. Durante a vida representamos vários papéis sem nos darmos conta dos personagens que incorporamos. E às vezes essa percepção está tão distante que nós mesmos não somos capazes de perceber como estamos agindo com os outros. O filme a seguir é uma introdução sobre a vida e o trabalho de Carl Jung, em especial sobre os tipos psicológicos.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

As mitologias de Aquário

Hoje o Sol entra no signo de Aquário. O homem leva no cântaro uma substância mágica. Mas afinal o que o aquariano carrega? É o que ele transporta e entrega à humanidade que o define. Ganímedes,  Utnapishtim, Noé,  Prometeu e Dr. Jones devem carregar "o conteúdo" com a humildade do filho do carpinteiro. 
Saber qual é o veículo e qual a sua mensagem pode salvar uma vida. Aquário carrega o cântaro com a água, mas não é água como a conhecemos. No estudo simbólico da mitologia, da astrologia e mesmo da psicologia a água é sinônimo das emoções. Sonhar com água, dependendo de seu estado, se limpa e cristalina ou agitada e lodosa, pode sugerir uma série de sentimentos turbulentos que tomam o indivíduo naqueles dias. Mas, não! A água que Aquário carrega não é a água dos sentimentos. Nâo são as águas de Câncer, Escorpião ou Peixes. Esse é o primeiro dos equívocos a respeito deste signo e talvez o maior deles. Mas então, de onde vem as águas do cântaro?

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Sonho X realidade

Segunda-feira de Sol em Aquário e Lua em Sagitário. Marte forma aspecto positivo com Mercúrio e a Lua nos impulsiona a viver de formas incomuns. O que nós chamaríamos de sonho, alguns chamariam de loucura. Tudo depende do ponto de vista e do que a palavra realidade representa para cada um de nós. Há quem diga que felicidade é ter, há quem sinta que bom mesmo seja livrar se de tudo.
A semana começa com o Sol em Aquário. O signo, conhecido pela excentricidade, pela inteligência e a rebeldia pode encontrar dificuldades para se adaptar a esse mundo de regras enquanto a Lua permanecer no ilimitado signo de Sagitário, aventureiro e buscador. Esse desejo de fugir de uma sociedade supostamente organizada e viver outra vida ainda não imaginada é o sonho oculto de muitos aquarianos. O último signo de ar é conhecido na mitologia e por várias histórias como aquele que tem acesso aos deuses e aos homens, como se ele morasse entre o céu e a terra, há alguns palmos do chão e estivesse sempre levitando, com a cabeça nas nuvens e o olhar na dura realidade.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Mais mitologia e menos tarja preta

Sexta e sábado de Sol em Aquário formando quadratura com Lua e Saturno em Escorpião. Minha forma de pensar não é igual a sua. Brasília, inteligente e sem preconceitos sabe disso. Por aqui procuramos respostas. Um artigo sobre a história antiga da medicina aponta mais mitologia e menos tarja preta nas soluções de nossas alucinações, fonte de nossas mais íntimas verdades.
Bom dia caros leitores! Sua amiga e astróloga acordou feliz e contente com o céu azul que ilumina a capital federal do país do carnaval. Por aqui é importantíssimo que se diga que fazemos política, apesar de alguns duvidarem, além de buscas espirituais. Sim, Brasília é a Meca do autoconhecimento no país em termos proporcionais, de formas tão diversas e respeitosas. Por aqui uma igreja convive muito bem ao lado da outra sem conflitos ou preconceitos. Aliás, uma cidade cujo mapa natal aponta para um Sol em Touro, Meio do Céu em Escorpião com Netuno e Aquário como Ascendente só podia se definir assim: política e espiritualitual. Diga-se de passagem esses são os temas mais importantes do dia de hoje, já que estamos vivendo o mês aquariano, período em que as qualidades de Aquário, o signo do coletivo, apontam para soluções que devem beneficiar ao grupo. 

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Sem perder a graça


Lua e Marte unem forças no signo de Libra e deixam a quinta-feira à mercê das vaidades. Se não fosse a razão aquariana, signo que rege o mês, talvez não estivéssemos salvos. Mas, será que estamos? Logo Aquário que também adora uma discussão, insanamente lógica. Quando a deusa dos humores (Lua) e o deus da guerra (Marte) se unem tudo se torna delicado como caminhar sobre ovos. Será preciso muito tato e diplomacia para a chapa não esquentar e o cenário não se transformar num caminho em brasa.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Podemos conversar, mas precisamos resolver!

No céu de hoje super quadratura força discussões de conflitos que se arrastam há muito tempo. Em casa, no trabalho, na relação ou na Suíça, na conferência de Genebra II, algo precisa ser debatido, mas mais que isso, algo urgente precisa ser resolvido. Na foto a menina síria Haya Khalil, de 8 anos aguarda que alguém decida sobre sua vida. Que o Sol em Aquário, sempre focado no futuro, nos ajude a trazer soluções para os problemas de agora.
No céu uma cruz pesada como em poucos momentos se viu. Quatro grandes planetas se comprimem entre oposições e quadraturas: Plutão e Vênus em Capricórnio se opõe a Júpiter em Câncer e, Lua e Marte em Libra se opõe a Urano em Áries. Além de toda essa pressão o Sol em Aquário também se indispõe noutra quadratura com Saturno em Escorpião. Tudo isso pode ser motivo de mil divagações e muita prosa, mas no fundo sintetiza uma única pergunta que deveríamos fazer ou que a vida tem feito a nós nos últimos tempos: "E então? Você vai ou não resolver aqueles problemas?" Uma encruzilhada principalmente para quem têm planetas importantes nos signos cardeais (Áries, Câncer, Libra e Capricórnio). Na vida íntima cada um sabe onde lateja as dores de Aquiles. 

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Beleza e transgressão

Dia de Sol em Aquário e Lua em Libra: uma combinação perfeita entre a rebeldia, a inteligência e a beleza. Há exatamente 87 anos o público conheceu pela primeira vez um filme falado e cantado nos cinemas. O resultado foi o maravilhamento geral. "O Cantor de Jazz" é uma obra prima aquariana, cuja história desafiou o tempo, a tecnologia, o amor e os preconceitos. Inesquecível! Como não adorar os aquarianos?
Se imagens de trem em alta velocidade foram responsáveis pelo arrebatamento do público numa das primeiras sessões de cinema de que se tem história, seguidas de filmes e mais filmes mudos, imaginem quando, na escuridão de uma mítica sala escura, com uma pequena multidão reunida, se ouviu pela primeira vez o som da voz humana e da música! Espanto, admiração, choque, êxtase, curiosidade e muita, muita diversão foi o que mais de uma centena de pessoas conseguiu sentir ao mesmo tempo. Há exatos 87 anos, a idade da minha querida avó, uma revolução se deu na sétima arte. O filme "O Cantor de Jazz" entrou para a história como o primeiro filme falado. 

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Um dia...

Um dia... Urano (o céu) deitou-se sobre Gaia (a terra), fertilizou a e juntos eles formaram o mundo. O mês começa com a estréia de Sol em Aquário (regido por Urano) e a Lua sobrevoa Virgem (regido por Gaia). Que tal começarmos algo novo hoje? Uma nova história? Mais tarde texto completo sobre o signo de Aquário e os desafios dos aquarianos para o mês que se inicia hoje. Até mais! 
AM

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O santo capricorniano

Em dia de Sol em Capricórnio e Lua em Leão celebramos a data de um santo que atravessou quase dois mil anos de história. Santo Antão viveu dilemas e provações não diferentes das nossas e consagrou sua vitória à disciplina e persistência como bom capricorniano. Sua história inspirou de lendas medievais a pinturas renascentistas, de Bosch até Salvador Dali, atravessando o tempo. Na pintura de Domenico Morelli (1826-1901), ele aparece arrependido, após ter dormido com as mulheres sob a coberta. A dor da culpa assola a alma do santo que tentava ser asceta. Quantas vezes provaremos as tentações do caminho? A disputa e a vitória serão sempre sobre nós mesmos.
No céu desta sexta-feira o Sol passeia pelos últimos graus de Capricórnio e a Lua atravessa o signo de Leão. Entre razão e emoção um antagonismo vivido por nós, seres mundanos e santos de toda a história. De um lado os esforços que devemos fazer, a concentração, o foco, o trabalho duro, a determinação, a disciplina e as restrições em nome de uma vida correta, moral, verdadeiramente consistente e significativa. Do outro, a luxúria, os prazeres, os desejos e quereres, e a expressão do sujeito como centro do universo. Capricónio versus Leão.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Quando elas são de Marte e eles são de Vênus

Quando mulheres são de Marte e Homens são de Vênus há uma inversão natural de papéis, no entanto apenas personagens sociais. O casal que souber viver essa diferença poderá se deliciar com novas descobertas e completudes, a despeito de quadraturas e tensões do dia a dia, entre a Terra e o céu. A Lua entra em Leão, o signo dos vaidosos, às 11h da manhã e os ânimos pedirão compreensão e uma pitada de humildade para discutir qualquer relação. Generosidade será a palavra.
Ela é uma profissional a caminho do sucesso, comanda a própria casa, a carreira, tem a agenda cheia e um futuro cada vez mais promissor. Ele ainda não se encontrou profissionalmente, arranjou um emprego quebra-galho, desconhece suas vocações, a não ser uma, o talento para amá-la. Em dias atribulados é fácil para ele largar tudo e dar suporte a ela. No começo pareciam incompatíveis. Afinal, uma moça tão talentosa e de horizontes sortidos de oportunidades talvez merecesse um homem à altura. Um alguém também devidamente comprometido com o trabalho, ambicioso, capaz de dar a ela tudo o que merece. Mas, de que precisa uma mulher já realizada na vida profissional?

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Lua Cheia em Câncer

A Lua Cheia em Câncer nos faz refletir sobre nosso bem estar pessoal, no entanto apenas o bem do grupo pode trazer de fato uma paz sustentável. Todas as vezes que a grande quadratura entre os signos cardeais é tocada os ânimos se alteram. A mesma Lua que acolhe pode nos amedrontar. E a relação obscura com o tempo (Plutão em Capricórnio) provoca grande ansiedade. Na noite passada os cães ladravam sem parar.
No céu a Lua Cheia está em Câncer, seu local de origem, farol de onde aquece os corações com amor e oferece aconchego e conforto para a alma. No entanto, a deusa dos humores e da noite está numa encruzilhada celestial onde tudo pode ser percebido às avessas. Tencionada pela grande cruz a Lua Cheia canceriana nos faz voltar ao passado, temendo o presente e então o futuro. A Lua do medo pode se somar à ansiedade, prato cheio para o temido bicho papão. O Sol em Capricórnio, o signo do tempo, pressionado por Plutão, pode perceber muitos minutos e segundos a mais dentro de uma simples hora, fazendo um período curto se alongar e preencher de vazio e perguntas sem resposta nas almas angustiadas.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

"Estaremos na piscina!"

Um feito inédito. Ela foi para a piscina! Só podia ser em dia de Lua Cheia em Câncer. Desde que a conheço, e lá se vai a vida inteira, seu sobrenome é trabalho. Manhã, tarde e noite, incluindo finais de semana se vão em nome da construção de algo maior que ela mesma. Seu Ascendente é Capricórnio e ela é a pessoa mais "saturnina" que conheço. Daqueles "Saturnos de saia" que pensam em todos, em algo superior, organizado, regrado, correto, distinto, respeitoso e vitorioso.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Mercúrio em Aquário

A semana começa com uma mudança considerável na nossa forma de pensar. É que Mercúrio entrou em Aquário neste domingo. À partir de agora pensaremos de forma diferente, lógica, inspirada e porque não genial. Steve Jobs tinha Mercúrio Retrógrado em Aquário. Que os deuses do céu e da terra nos inspirem. Mercúrio fica em Aquário até o dia 17 de março de 2014.
O copo não está necessariamente cheio, mas pelo menos não está mais vazio. Com a saída de Mercúrio, o deus do pensar, do signo de Capricórnio nossas mentes tomam novo fôlego para entender, refletir, aprender, ensinar, apreender, negociar e dialogar. Mercúrio entrou ontem no signo de Aquário, o último de ar e fixo, ou seja, inteligente, teimoso e determinado. No último signo de terra, regido por Saturno ele assumiu uma postura sisuda, séria, trabalhadora e desconfiada de que seu trabalho não pudesse trazer os frutos que tanto desejava. Com o mental no signo de Aquário é bem diferente.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

"Um dia como mil anos e mil anos como um dia"

Dia de Lua em Touro e Sol em conjunção com Vênus em Capricórnio. A beleza, o amor e o tempo nos chamam a atenção. Serão tempos de Chronos ou tempos de Kairós? Tudo passa, para o bem e para o mal.
Antes de entrar no carro para ir ao trabalho deveria ter aberto a janela, observado o céu azul, os tons de verde nas plantas, o cheiro das flores e então encarado o resto que tantas vezes é tão menos importante que a primeira tragada de ar e inspiração da manhã. A Lua em Touro e a o Sol em conjunção com Vênus em Capricórnio dizem que o tempo é de trabalho e rotina. 

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

"Ninguém nasce mulher: torna-se mulher"

Simone de Beauvoir, Jean Paul Sartre e Oscar Niemeyer em Brasília. 
A quinta-feira começa com a Lua, deusa símbolo do feminino, no signo de Touro. Na astrologia, o belo animal é regido pela Vênus, deusa da beleza e das artes, oferecendo a Touro não apenas as qualidades mais óbvias do signo como a vivência da rotina diária, o apreço pelo trabalho e a família. Dentro de um bom coração taurino há também a beleza do feminino, que existe tanto em homens quanto em mulheres. No masculino, como diria Carl Jung, essa parcela é representada pela Anima, a fração sensível, delicada, gentil, amorosa, cuidadora e artística que há em todos os homens. Assim, dia de Lua em Touro é dia de falar do feminino, entre homens e mulheres. Nos tempos atuais estamos vivendo uma grande quadratura e a última vez que o céu esteve assim tão sombrio e desafiador foi por volta de 1929 - 1930 com a quebradeira nos Estados Unidos e período de conflitos entre a primeira e a segunda guerras mundiais. 

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

O desafio do equilíbrio

Quarta-feira de Lua em Áries desafiando Vênus e Mercúrio em Capricórnio, e ainda Marte em Libra. Os humores podem estar alterados, afinal são tantas oposições e quadraturas. A vida profissional pede cuidados. O eu e o outro se opõem, e se confundem. O grande desafio de dias assim é tentar manter o equilíbrio que nasce do que é justo e portanto belo, nos lembra Iustitia, a deusa romana da justiça.
Na Roma antiga, na data capricorniana de 8 de janeiro, se celebrava o dia de Iustitia. A deusa romana da justiça foi adotada dos gregos onde era conhecida por Dice. Em sua homenagem seus adoradores ascendiam incensos de lavanda para contar com o equilíbrio em situações de conflito. Durante a exposição do Direito (jus) a deusa grega segurava uma espada, representando a imposição da justiça pela força. Na representação romana ela deveria estar de pé segurando a balança. Sua imagem evocava a prudentia, a igualdade de peso e importância dados ao que era abstrato ou ideal dentro de um julgamento, e ao que era concreto ou de ordem prática. 

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Gisele e a limonada brasileira

Dia de Lua em Áries, Marte em Libra e super quadraturas: há quem saiba fazer de um limão uma limonada. A Vênus brasileira Gisele Bünchen sabe como ninguém transformar desafios e criar oportunidades. Em momento de forte quadratura ela alcança o topo da carreira. 
Os começos e finais não se dão necessariamente pelas datas terrenas. A Lua está em Áries nesta terça-feira e a semana começou de fato hoje. No primeiro signo do zodíaco a rainha dos humores se dispõe a fazer e acontecer, já que Áries, regido por Marte, é o deus da ação, da competitividade e da energia para disparar mecanismos, ideias e projetos. É uma Lua impulsiva, vibrante, por vezes briguenta e sem persistência alguma. Aspectos importantes em Áries como Sol, Lua ou Ascendente podem marcar a personalidade do sujeito com uma habilidade ímpar para começar tudo o que deseja e terminar nada.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Instruções para a decolagem

Olá senhores tripulantes! Sejam muito bem vindos ao voo 2014. Plutão em Capricórnio avisa que a jornada será longa e trabalhosa. Urano em Áries promete turbulências e variações dramáticas de humor entre cabine e tripulação, mas Júpiter em Câncer trouxe novíssimas e confortáveis poltronas para que todos possam apreciar as paisagens e aproveitar a jornada. Do seu lado direito, pela janela podemos ver paisagens em tons de branco como o céu, com sensações térmicas beirando os 30° negativos, fazendo os moradores do norte desejarem se aquecer ao sul. Ao seu lado esquerdo podemos ver praias inesquecíveis, dias azuis e alaranjados, com temperaturas infernais próximas dos 50°, onde seus habitantes desejariam acordar na frescura do norte. Os deuses bem que se esforçam, mas não é fácil agradar a todos.