quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Arquétipos e autoconhecimento

Em dia de Lua Nova em Aquário é impossível não falar do arquétipo do salvador. Todo o super herói tem um quê de aquariano, porque nenhum outro pensa no aprimoramento dos outros e de si mesmo se não por meio do grupo, do coletivo, da sociedade. Sem os Aquarianos seria ainda mais difícil pensar num mundo melhor. Sob um céu tão difícil que os Aquarianos e as ideias inovadoras do signo deste mês inspirador nos leve para o alto e avante. As palavras de hoje são novidade, imprevisibilidade e amizade. Sobre outros "tipos antigos" Jung fez profundas reflexões...


A boa mãe, o filho responsável, o profissional eficente. Durante a vida representamos vários papéis sem nos darmos conta dos personagens que incorporamos. E às vezes essa percepção está tão distante que nós mesmos não somos capazes de perceber como estamos agindo com os outros. O filme a seguir é uma introdução sobre a vida e o trabalho de Carl Jung, em especial sobre os tipos psicológicos.
Assim como ele, a astrologia também percebe os tipos introvertido ou extrovertido, às vezes com configurações astrológicas idênticas (mapas astrais similares), mas expressas de formas completamente opostas. Jung vai mais longe e além dos tipos psicológicos ele descobre os arquétipos e de que forma eles influenciam inconscientemente as nossas vidas. Outro tema que é uma das bases da astrologia. O curto documentário a seguir tem o mérito de aguçar a curiosidade daqueles que caminham pelas primeiras obras do psicólogo de Zurique. 
Aline Maccari



*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário