segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Instruções para a decolagem

Olá senhores tripulantes! Sejam muito bem vindos ao voo 2014. Plutão em Capricórnio avisa que a jornada será longa e trabalhosa. Urano em Áries promete turbulências e variações dramáticas de humor entre cabine e tripulação, mas Júpiter em Câncer trouxe novíssimas e confortáveis poltronas para que todos possam apreciar as paisagens e aproveitar a jornada. Do seu lado direito, pela janela podemos ver paisagens em tons de branco como o céu, com sensações térmicas beirando os 30° negativos, fazendo os moradores do norte desejarem se aquecer ao sul. Ao seu lado esquerdo podemos ver praias inesquecíveis, dias azuis e alaranjados, com temperaturas infernais próximas dos 50°, onde seus habitantes desejariam acordar na frescura do norte. Os deuses bem que se esforçam, mas não é fácil agradar a todos.
A trajetória deste voo começa em Capricórnio, mês dos aniversariantes. O ano nem bem começou e o trabalho ou a falta dele é um dos assuntos principais, já que Plutão, deus de morte e renascimento nos convida a repensar e transformar nossas carreiras. Em seguida, passaremos por Urano em Áries, onde os desafios serão ainda maiores em vários aspectos de nossas vidas, afinal há muita velharia pedindo para ser jogada no lixo, o novo bate à nossa porta e precisamos atendê-lo. Júpiter em Câncer poderia ser um bônus num ano tão desafiador se não estivesse num ângulo de 90° na rota principal, a grande quadratura. E por fim, no encontramos com Marte em Libra, cheio de vontade de promover mudanças, sem poder contar exatamente com os seus recursos, possuindo apenas a habilidade de acionar os recursos dos outros. Durante nossa viagem pela grande quadratura ainda viveremos algumas tensões como Saturno em Escorpião, pedindo seriedade com os valores dos outros, nos exigindo limpeza profunda; mas também aconchegos na alma, com Netuno em Peixes, deus da expansão espiritual em sua morada original. Muitas das paisagens que foram apreciadas em 2013 poderão se repetir no voo de 2014 porque os planetas lentos estão no meio de suas trajetórias e muitos deles retrógrados, nos fazendo rever uma série de questões importantíssimas e estruturais na vida, no exigindo mudanças, certezas, confirmações e acima de tudo clareza de propósito. Na primeira metade de nossa viagem com Marte, o planeta da ação, em Libra, podemos ser mais observadores que atores. No entanto, à partir do segundo semestre, quem não levantar da poltrona com medo de algumas turbulências poderá ficar atrelado ao cinto de segurança, preso por alguns anos. Ninguém poderá fazer nada por muito tempo, toda grande tensão promove reações. Pelos próximos dias e meses nos apegaremos aos nossos compromissos e responsabilidades com Mercúrio e Vênus em Capricórnio para ganharmos a vida. Nesse tour pelo grande quadrado não haverá certezas. Precisaremos viajar um dia de cada vez. A única garantia para o voo 2014 serão as fortes emoções. A todos uma excelente viagem, com garra e coragem que o voo 2015, esse sim, poderá ser o grande presente.
Aline Maccari

Bomba boa, Bomba Estéreo.... trilha sugerida para as primeiras paisagens.
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário