segunda-feira, 27 de abril de 2015

O destino

O que não enfrentamos em nós mesmos acabaremos encontrando como destino”. C. G. Jung

Quando não sabemos o que determinadas partes de nós desejam, quando não as ouvimos ou atendemos, podemos nos tornar joguetes dos desejos  de "um outro" delegando a nossa sorte ao destino. Por isso é tão fácil atribuir culpa aos astros. Tudo o que vemos no mapa são planetas. E se os planetas são nossos arquétipos traduzido na foto do céu no momento do nosso nascimento, nada existe além de nós mesmos como ponto de partida de qualquer relação com o mundo.
O que vemos ao nosso redor somos nós, ainda que não se pareça conosco, ainda que seja tão diferente, feio ou desprezível...somos nós. Ainda que seja o avesso de nós!
AM
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário