segunda-feira, 28 de setembro de 2015

As fases da Lua

De dia tudo se vê. O Sol, deus da razão, conduz a nossa consciência, desde os tempos sem princípio. De noite, visível ou não a Lua, rainha da inconsciência guia nossas sensações de forma a tomarmos decisões guiadas pela intuição. A bela da noite é a deusa das emoções. Durante 29 dias ela dá a volta completa em torno do planeta Terra e de nossos umbigos. A cada 2 dias ela muda de signo e pode trazer paixões a cada uma das áreas das nossas vidas, da casa 1 à casa 12, do nascimento à morte dos nossos projetos, ideias e amores. São quatro as fases da bela: nova (quando não podemos enxergá-la), crescente, cheia e minguante. No mapa astral ela é deusa maternal. E nos mostra como é o relacionamento do sujeito com a mãe, o lar, a família e o passado.
O signo onde está a sua Lua mostra como você se manifesta emocionalmente, como entende e oferece amor de forma universal (não o amor romântico, afinal papel é da Vênus). Veja agora as fases da Lua e suas influências em nossas vidas.
A Lua de Alphonse Mucha
Lua Nova: Acontece no céu quando o Sol e a Lua estão conjuntos no céu, no mesmo signo. Esse posicionamento é o começo da lunação ou fase lunar, o indício de um ciclo. A Lua Nova nos contamina com o desejo do novo. Com ela somos capazes de iniciar projetos, ideias e planos. Nesse momento tudo leva a força do nascimento. É grande a probabilidade de colhermos os frutos de uma semeadura de Lua Nova, se alimentada durante a trajetória dos 29 dias.
Lua Crescente: Ela acontece quando o Sol e a Lua se encontram a um ângulo de 90º um do outro, formando o que em astrologia chamamos de quadratura. Este é um período também propício a plantações, mas nesta fase geralmente as mudas já estão aparecendo e dando folhas. Mais amadurecida, a Lua Crescente pode ser um período onde enxergamos nossos propósitos e emoções com mais clareza.
Lua Cheia: Quando Sol e Lua estão uma oposta a outra, numa linha reta, formando um ângulo de 180º eis uma oposição. Nesse momento a luz do Sol é projetada com toda a sua beleza na Lua e podemos avistá-la à distância, de vários locais. A Lua Cheia é o momento da colheita das nossas ideias. Como a plantação vingou, a colheita foi e é até hoje celebrada coletivamente. Dos sanatórios, passando pelas ruas aos bares nos mostramos agitados, afinal chegamos à maturidade de nossos propósitos. Dias de Lua Cheia são dias de ação e resultados. Como a Lua rege os líquidos nesse dia ela mexe com as marés e nossas ondas internas de emoção, podendo nos deixar muito exaltados. 
Lua Minguante: Ela foi menina, moça, mulher e agora se depara com a velhice. A Lua Minguante é serena, sábia e tranquila. Nessa fase nossos ânimos estão mais contidos e podemos ficar mais introspectivos. Essa é uma fase de recolhimento e respostas maduras. O período é propício ao encerramento de projetos e ideias, finalizando o ciclo.
Analisando o mapa astral natal é possível saber em que signo está a sua Lua e também em que fase ela se encontra. Afinal, emocionalmente você é uma criança, um jovem, um adulto ou um velho!?
Aline Maccari
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário