quinta-feira, 30 de julho de 2015

Lua Cheia em Aquário: o meu e o nosso

De 30 a 1º de agosto poderemos avistar no céu a Lua Cheia em Aquário. Tempo de sentir o que é meu e o que é de todos nós.  Na foto Angatu, personagem do artista plástico Rafael Hiran. Aliás, quem nunca viu essa carinha pelas ruas de Brasília?
Celebrações, uivos, agitações, mudanças repentinas de opinião e festas em manicômios (reais ou simbólicos) são promessas para esta sexta-feira. Mas, calma! Isso tudo pode ser muito interessante de se observar e sentir. Afinal, Leão e Aquário juntos podem ser divertidos. A noite do dia 31 será perfeita para apreciar a segunda Lua Cheia do mês (a primeira foi em 2 de julho), a famosa Lua Azul. No entanto, de azul mesmo ela não tem nada. O termo é usado para designar a segunda Lua Cheia num único mês. Isso acontece porque nosso calendário civil é diferente do lunar. Enquanto nossos meses tem duração de 28 a 30 dias, a Lua avisa que seu ciclo é de 29,5 dias aproximadamente. O fenômeno acontece de três em três anos. 

Aquário....qualquer coisa de rebelde, revolucionário. O anônimo que representa todos!
Sua última edição foi em 31 de agosto de 2012. E o que é mesmo que nós estávamos fazendo naquele dia? A próxima Blue Moon será em 31 de janeiro de 2018. Daqui de baixo avistaremos Sol em Leão e Lua em Aquário. Nas próximas 48 horas a temática do eixo Leão-Aquário nos toma de reflexão e colore nossas percepções, sentimentos e atitudes com as cores desses signos. O que me faz lembrar a história de um artista que largou a cidade maravilhosa do Rio de Janeiro, para morar na bela monumental cidade de Brasília. Rafael é um talento, desde criança. O artista, geralmente é aquele que precisa de alguma forma dividir com os outros aspectos de seu Ego que são refletidos da melhor maneira em palcos, telas, fotografias ou paredes. E esse é o caso dele. Se alguém ainda não conhece seu personagem mais famoso vai se admirar quando descobrir que o Angatu, aquele cara sorridente, alegre, contente e cabeludo mora perto da sua Super Quadra, debaixo de algum viaduto ou tesourinha. Cansado de se perder pela dinâmica urbanística da cidade, que pode ser um baita desafio para "estrangeiros", Rafael decidiu colar por aí imagens de seu personagem, o Angatu, para não se perder. 
O que é meu que pode ser dividido com os outros? O que é meu que também está nos outros? Não serão os desejos dos outros também os meus?
As colagens viraram ponto de referência. Ele começou a se situar, e nós expectadores da cidade começamos a conhecê-lo. Percebemos, ainda que inconscientemente, que esse arquétipo mensageiro passou a tomar a cidade de forma alegre, colorida e anônima, já que Rafael nunca assinava suas obras. E afinal, quem havia feito aquelas intervenções na cidade? Quanta curiosidade! O que sabemos é que a figura do Angatu se tornou tão conhecida que sua simpatia se espalho pelas redes sociais e então a cidade inteira soube dele. Em dia de Sol em Leão e Lua Cheia em Aquário lembramos de como a expressão pessoal de alguém, retratando o melhor de seu espírito, pode ser compartilhado entre todos. O eixo fala do Ego pessoal versus o Ego coletivo de Aquário. É como se as melhores expressões da personalidade de alguém fossem divididas com todos, com a cidade, o mundo e isso nos contaminasse de alguma forma positiva, mesmo que não soubéssemos a origem disso tudo. E talvez essa seja a forma mais democrática de fazer arte. Afinal, de que serve a mais genuína auto-expressão se não for dividida com todos. 
E se somos todos um? Angatu fala do eixo Leão - Aquário com cor e alegria. À partir de agora, todas as vezes que passar pela cidade e me deparar com ele também vou ver um pouco de mim.  



É como se o mundo precisasse saber, compartilhar o que mora dentro de um único coração. Não por acaso, Rafael é aquariano. De sincronicidades Carl Jung entende bem. Em dia de Lua Cheia em Aquário o pouquinho de um está por todo os lados, está em todos nós! 
A Lua Cheia em Aquário forma ainda quadratura com Urano em Áries, que por sua vez forma também aspecto desafiador com Marte em Câncer. Traduzindo do "astrologuês" para o português isso pode significar dias de desafios, mudanças bruscas e até debates em nome de algo maior, como fala Aquário, o rebelde, revolucionário, inspirado, mensageiro, democrático. Afinal, na oposição entre o EU e TODOS, quem deveria sair ganhando?  Menos preocupada com oposições e mais atenta ao lindo fenômeno estarei fitando o céu, como tantos outros, admirando a força do cosmos sobre nós. Quem fizer a foto mais linda ganha um pirulito!
Passagem subterrânea da 215 Norte.

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e no Instagram. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br




Nenhum comentário :

Postar um comentário