terça-feira, 22 de outubro de 2013

Yakissoba, guaraná e silêncio

"Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro." 
Excesso de informação pode ser prejudicial à saúde. Quem diz não é apenas a jornalista, mas a astróloga tendo em vista o tumultuado céu de hoje. Dia de Lua em Gêmeos é dia de notícias, já que Gêmeos é regido por Mercúrio, o planeta das comunicações. Os veículos bombardeiam nossos ouvidos e retinas. As "boas novas" provém de uma Lua em oposição à Vênus (em Sagitário) e ainda quadratura com Marte (em Virgem) e Netuno (em Peixes). Upa! Com tal configuração eu diria que pode haver uma distância bastante grande entre o que se lê e o que acontece ou aconteceu de fato. O governo jura que o leilão do Campo de Libra foi um sucesso ontem no Rio de Janeiro. Colocamos nossa galinha dos ovos de ouro à venda, recebemos uma única oferta, vendemos e ficamos imensamente satisfeitos. Jura? Você venderia a sua ao primeiro que aparecesse? Os chineses comemoraram. O grupo vencedor no leilão fará o yakissoba mais suculento dos últimos tempos. Saímos da esfera pública para a privada e a Lua em Gêmeos continua a noticiar.
Em boca fechada não entra Yakissoba!
Radio corredor, fofoca, notícia de tia distante, prosa de janela, maledicência ou pequenas intrigas podem vir à tona num dia em que a deusa dos humores (a Lua) se opõe ao deusa dos amores (a Vênus). Proteja seu amor! "Se a palavra é de prata, o silêncio é de ouro." Que seja de alguma utilidade o aprendizado do provérbio chinês. Pelo menos aprendemos alguma coisa com eles. Em jogo estão as verdades relativas ao grande veículo de comunicação do zodíaco, o signo de Sagitário e o pequeno veículo, Gêmeos. De um lado a verdade em sua profundidade, do outro versões superficiais sobre ela. Em quadratura com Marte e Netuno é dramático. A Lua geminiana pode distorcer, idealizar e até discutir. Em dias assim, mais importante que a verdade é aquilo que aparenta ser verdadeiro. E Gêmeos sabe fazer isso como ninguém. Espetacularizar o fato é coisa da pós-modernidade. Daqui a 5 dias todos já esquecemos sobre o que lemos, ouvimos ou assistimos. Fotos e manchetes já foram consumidos e o que ficou foram apenas impressões. E essas lembranças vagas, levianas, acabam se tornando nosso repertório. Cuidado! Dica de repórter: se quiser saber dos fatos consulte a fonte. Isso se chama apuração.
AM
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário