quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Espionagem x vida privada

Sol em Escorpião e Lua em Câncer: o que será da espionagem doméstica?
Na república do bananão é mais um escândalo. Mas, no país do salsichão espionagem é injúria, internacional e das grandes. A Presidente Dilma bem que reclamou, pisou firme, discursou na ONU, mas o boss Obama nem ligou. Agora, se tratando de espionagem contra a chanceler alemã Angela Merkel a coisa toma outras proporções. Afinal a Alemanha é a pátria forte na economia da União Europeia. E pior, não foi apenas o governo a ter suas conversas reveladas. Mas, as conversas pessoais de Merkel foram rastreadas. Obama ouviu t.u.d.i.n.h.o. O caso foi parar no Washington Post, nas tvs, rádios, internet e se caiu na rede é peixe. O solo americano é sede das maiores empresas de comunicação e tecnologia do mundo. Google, Facebook e afins fornecem dados do mundo inteiro ao Tio Sam em troca da continuidade da própria função. E não é "a astróloga" quem está dizendo isso, mas Edward Snowden, que atualmente parece estar passando férias em solo russo.
Angela Merkel: vida pública x vida privada
A questão é como proceder uma punição diplomática diante de um caso desta natureza?  Essa é a notícia de uma quinta-feira de Sol em Escorpião e Lua em Câncer, oposta a Plutão em Capricórnio. O signo do bicho que adora viver no escuro das sombras é espião de primeira. Não há quase nada que um escorpiano não consiga descobrir. E essa é uma de suas melhores táticas de sobrevivência. A questão é que resolveram invadir não apenas dados governamentais, mas a vida privada que em astrologia é regida pelo signo de Câncer. E pior, de uma das pessoas mais poderosas do mundo , representada pela oposição da Lua a Plutão em Capricórnio. Mercúrio em Escorpião não deixou barato. Tratou de noticiar aos quatro ventos. Merkel tem ares de Dama de Ferro e conduz a sinfonia da quebradeira financeira europeia com pulso forte. Mas, Angela foi moça moderna. Criada na Alemanha Oriental ela teve liberdade intelectual para desfrutar e viver sua feminilidade de forma bastante livre.
Angela Merkel
Imaginem o que o governo americano descobriu sobre a Alemanha! Imaginem o que Obama teria ouvido do celular de Angela numa madrugada de sábado. Logo ela, presenteada com o adjetivo "infurnicável". Dias de céu assim são dias de espionagem doméstica. Pouco tempo atrás escarafunchar o celular do maridão virou crime. E aí? Como vamos fazer agora? Não existe prática feminina mais desprezível, oculta e fundamental que essa na história da humanidade. Das manchas de batom na gola da camisa e rastros de perfume barato passamos para os telefonemas e correspondências. Em tempos modernos Skype, Facebook, e-mails, mensagens de celulares e mais Whatsapp. Ah! O Whatsapp! Um calafrio corre pela espinha enquanto a espiã esposa busca vestígios de incerteza no celular do marido que corre no parque. E se essa prática for realmente banida!? O que será de nós, mulheres normais? No fundo todo o espião é um inseguro e toda a busca por pistas uma obsessão. Viva o mês dos obsessivos.
Aline Maccari
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário