segunda-feira, 14 de outubro de 2013

A caminho... Lua Cheia em Áries!

O mês de libra é também o mês de diplomacia,  política, vaidade e os interesses particulares de uma Lua Cheia em Áries
Os próximos dias avisam sobre acontecimentos marcantes. A segunda começa com Lua em Aquário, promovendo ríspidos humores e respostas racinais para questionamentos não tão concretos. A razão vai parar no bolso de quem continuar a fazer perguntas por enquanto sem explicação. A Lua em Peixes da terça e quarta nos inspira e intui, mas ainda não esclarece. Esperto de quem conseguir se lembrar dos sonhos que teve à noite e dos delírios que teve durante o dia. Porque talvez apenas eles possam apresentar lampejos de verdade. A dose, nua e crua de realidade vem forte e poderosa na quarta e quinta-feira com a Lua Cheia em Áries. Aí sim o planetinha chacoalha. Neste dia Plutão, Urano, Júpiter e Lua estarão envolvidos numa super quadratura que já tem abalado os pilares da Terra desde junho, com o inícios das manifestações populares no Brasil. Netuno e Marte estarão também em oposição, tornando os dias ainda mais nebulosos. O que pode acontecer? Porque astrólogos gostam de antever? Quem disse que temos o poder de saber das coisas antes dos outros? É bom que se saiba que previsão é algo que se faz em muitas profissões. A meteorológica tem um alto índice de incerteza. Os articulistas políticos, principalmente os que gostam de ficar em cima do muro, vez por outra dão tiros no próprio pé e pouca gente comenta sobre isso. As especulações financeiras também não fogem à imprecisão. A questão é que falar sobre a alta ou a baixa do dólar é mais fácil que dissertar sobre as possibilidades astrais para um planeta inteiro, nos seus quatro cantos.
Robin Wright e Kevin Spacey: o ator tem Lua em Áries
Assim, muitos preveem e poucos acertam. O foco das especulações não é necessariamente o acerto. Ninguém trabalha como quem aposta em cavalos. A questão, pelo menos para mim, gira entorno do "falar sobre". E nesse processo descobrimos juntos o rumo que as coisas vão tomar. Se fosse falar do clima diria que quarta e quinta reservam tempestades de granizo para áreas urbanas. Economicamente a coisa já vai mal, se piorar não será grande novidade. Em termos políticos é que o cenário esquenta, afinal estamos no mês de libra, um mês diplomático, político, escorregadio, dúbio, vacilante e vaidoso. Para esta data os americanos (representados por Júpiter em Câncer) esperam o aumento ou não do teto de sua dívida pública. Os olhos do mundo estão voltados para essa decisão doméstica que, se não for favorável ao governo, e não deve ser de fato justamente devido aos jogos de interesse políticos, promete abalar os mercados mundiais. Uma decisão não favorável a Obama representa calote americano e rebarba para todos, inclusive nós brazucas. E aí? Os dias de Lua Cheia em Áries prometem embates nas esferas políticas, entre Plutão e Urano e entre Taíssa e a Lua. Geralmente o chamado da Lua Cheia é forte para a maternidade e a aposta é de que ela e Alex se tornem pais nesse dia, quando o bebê poderá vir ao mundo. Dias de quadratura são dias de final e começo de ciclos. Em meio a tantas mudanças a vida não pára. Em vários mapas natais um quadratura perfeita, também chamada de "grande cruz" não significa algo negativo. O desenho no céu é também um chamado poderoso para a evolução humana.
Aline Maccari

House of Cards ou Castelo de Cartas é um seriado cuja trama gira em torno de jogos de interesse políticos (Plutão em Capricórnio). É ainda uma série inteiramente feita para internet (Urano em Áries)

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário