sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Mandela: cumpridor de seu destino

Todos temos um mapa a seguir, um destino a cumprir. Mandela viveu o seu com nobreza de caráter, propósito e todo o amor do mundo. A seguir uma análise astrológica do mapa do herói africano. Foto atribuída a Sebastião Salgado
Ele nasceu em 18 de julho de 1918, na África do Sul. O Sol em Câncer na casa 8 faria dele um homem de instintos e cuidados maternais, preocupado com  a vida e os valores dos outros. Nessa época seu povo vivia os próprios infernos de Hades, dentro de casa (a casa 8 é regida por Plutão). Plutão geracional em Câncer mostra a atmosfera da época e o nível da opressão dentro do próprio lar (Câncer).

Adotado pelo rei quando criança ele
aprendeu valores nobres. Na juventude
foi estudar direito.
O Ascendente em Sagitário o colocou no lugar certo, entre os reis, e futuramente na magistratura. Urano de casa 3 em Aquário mostra que ele foi educado para ser, como o pai falecido, conselheiro do rei thembu, Jongintaba Dalindyebo. O rei o adotou ainda pequeno, com 9 anos de idade. Saturno (o mestre, senhor do karma, o velho) em conjunção com Mercúrio (o mensageiro, o jovem) na casa 9 (a expansão) em Leão mostra que o paternal o acolhe no signo da realeza enquanto ele atentamente se forma escutando os conselhos dos anciãos ao rei. Essa educação aristocrata e o aprendizado valores nobres o levaria muito longe. Mais tarde, o ímpeto da realização o faria buscar uma carreira. Com Marte (ação) em Libra (justiça) na casa 11 (do coletivo, casa de Urano - Prometeu), ele partiu para Joanesburgo para estudar direito. Unindo a educação privilegiada (Saturno em conjunção com Mercúrio na casa 9 + Ascendente em Sagitário) ao arquétipo do salvador (Marte na casa 11 e Urano em Aquário na casa 3) ele se preocupou com o outro acima de tudo (Júpiter na 7 em Câncer), foi político estrategista e fez de uma grande mensagem de amor o seu trabalho (Vênus em Gêmeos de casa 6).
Ele era a favor da luta armada em defesa da igualdade.
Todas essas qualidades fizeram dele o grande líder na luta contra o apartheid e principal ícone da libertação da África do Sul. Sua história foi marcada pelos 27 anos em que esteve preso. O regente do Sol em Câncer (Lua), presente na casa 12 em Escorpião, mostra o tamanho do desafio, a entrega, a tenacidade, o exílio em nome de algo que precisava morrer para surgir algo novo (Escorpião). De dentro de uma cela e numa revolução de Saturno (28 anos) ele mobilizou o mundo inteiro e saiu de lá para se tornar herói. Durante esse período ele afirmo uma vez: "Eu prezo muito a minha liberdade, mas prezo ainda mais a vossa".
Um ciclo saturnino em clausura. Mandela entra como transgressor e sai
como herói após 27 anos.
Mandela é muitas vezes chamado, na África do Sul por "Tata" que significa "pai", ou por "khulu" que é grandioso, ambos na língua xhosa. "Madiba" era nome de um chefe thembu que reinou no Transkei no século XVII, o mesmo nome do clã de Mandela. Para o New York Times ele era o "estadista mais amado do mundo". Não há nada que se diga agora que já não tenha sido falado sobre Mandela. O que o difere de todos nós é o que ele foi capaz de fazer entre as datas mais importantes na vida de qualquer ser humano, a data de chegada e de partida.
Mapa de Nelson Mandela: 18 de julho de 1918
Nesses 95 anos ele morreu várias vezes e renasceu ainda mais forte. E a força desse homem se tornou a força de um povo inteiro e de um ideal mundial. Estudar o mapa de Mandela é perceber uma mandala e seus arquétipos levados às últimas consequências com todo o amor do mundo. Em astrologia viver intensamente, com nobreza de caráter e propósito pode ser o melhor dos conselhos para uma vida plena e cheia de significados. Mandela viveu tudo o que tinha de viver e nós aprendemos tudo o que precisávamos com ele. Como Madiba também podemos levar e elever nossa mandala pessoal às mais nobres consequências. E essa é uma escolha de cada um nós.
Aline Maccari

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Um comentário :

  1. Apenas uma vez fiz mapa de prisioneiro. Por isso não assumiria o risco de afirmar que
    um sujeito vá chegar ou não à prisão.
    ,
    Mas, perceba: o regente do ascendente, Júpiter, é seu planeta dominante, já que se encontra exaltado em câncer e em casa angular, a VII. Lua, dispositora de Júpiter, encontra-se em queda em Escorpião na casa XII, das prisões. A Lua forma quadratura com Saturno, exilado em Leão na casa 9, da justiça. Para completar, a casa IV está em Peixes, signo naturalmente ligado à casa XII. Lembre-se que Júpiter também é regente de Peixes.

    ResponderExcluir