quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O centauro, o bode e o jasmin

Quarta e quinta de Sol em Sagitário e Lua em Capricórnio - Lua em conjunção com Plutão e logo mais com Vênus: otimismo X pessimismo. Vamos preferir contar pedras ou estrelas? 
Sucesso, expansão, otimismo e exageros. Essas são algumas palavras que definem o mês sagitariano. É claro que o signo tem outras qualidades, aliás uma infinidade delas, mas hoje escolhi falar dessas. Sagitário é regido por Júpiter, o deus do Olimpo, conhecido na Grécia antiga por Zeus. Do alto do lugar mais nobre, a morada dos deuses, ele é capaz de enxergar melhor e comandar a "liga da justiça" ou das injustiças, afinal os deuses era cheios de defeitos, muito parecidos com os nossos. E a imperfeição sagitariana que mais me provoca é justamente a questão do otimismo ilimitado

Muitos irão se perguntar o motivo e eu responderei que não há nada pior em cada deus ou signo que levar ao expoente máximo aquilo que o define, é aí que são gerados os pecados, os erros de percurso. Acreditar demasiado que algo vai dar certo simplesmente por confiar na força do pensamento positivo é de uma inocência que beira a infantilidade. Aliás, do outro lado de Sagitário está Gêmeos, o puer eternos, o eternamente jovem, o juvenil, sua sombra. O otimismo puro e simplesmente não pode ser capaz de dar conta de todos os nossos planos terrenos. 
Conheço quem o tomou como mantra pessoal, acreditou piamente que a fé seria o suficiente para que seus planos dessem certo e o sujeito caiu do cavalo ou do centauro e ainda tomou um coice daqueles doloridos. Do outro lado do espelho de Sagitário está Capricórnio, o pessimista inveterado. Esse também é de fazer rir. Não há caminho de amor ou trabalho onde Capricórnio não encontre desafios do tamanho de um rochedo para atravessar. Aliás o centauro olha sempre para o alto se esquecendo das pedras. E o bode só encara o chão se esquecendo do céu. Ao redor do nosso planetinha nos influenciam hoje esses dois arquétipos. 
O Sol em Sagitário e a Lua em Capricórnio podem juntos promover equilíbrio perfeito ou pura esquizofrenia, depende de como eles se manifestam nos nossos mapas pessoais. Um dia que tem tudo para ser uma comédia. Aliás a última de Wood Allen fala exatamente de quem se senta ao trono e de quem é banido dele. Sua deusa favorita é personificada por Cate Blanchett. O diretor conta a história de Jasmine, uma mulher belíssima, casada com um grande investidor, que não conhece outra vida senão a das grandes festas, jantares, viagens, recepções, desfiles de moda, eventos filantrópicos e cartões de crédito platinados. Até que um dia mirando as estrelas Jasmine dá uma topada numa pedra bem grande pelo caminho. O marido perde toda a sua fortuna e ela vai parar na rua da margura e das agruras capricornianas. Da noite para o dia a socialite sai do condomínio olímpico para habitar a modesta casa da irmã saturnina na periferia. Inábil ao trabalho, dotadas de parcos talentos ela se vê caminhando pelas ruas, lembrando do passado, tagarelando consigo mesma em voz alta, olhando para o chão. Sagitário versus Capricórnio, Júpiter versus Saturno são a mais nova piada do diretor Wood Allen que nos causa risada e comoção. 
Plutão que passeia por Capricórnio desde 2008 tem virado o planeta de cabeça para baixo. As estruturas de poder estão ruindo e novos poderes estão sendo estabelecidos. Alguns centauros passaram a contar pedras e alguns bodes estão conquistando o tão almejado topo da montanha. As informações que os céus, os jornais e o cinema nos trazem é que a vida tem suas reviravoltas e que tudo isso que acontece nos últimos tempos, em especial hoje e amanhã pode ser motivo de graça ou desgraça. Tudo depende! Você prefere contar pedras ou estrelas? 
Aline Maccari



Blue Jasmine de Wood Allen está em cartaz no Cine Itaú Cultura no Shopping Casa Park em Brasília: sala 6: 13h30 – 15h20 – 17h20 – 19h20 – 21h20 

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário