quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Um dia desses

Alguns dias são banais. Neles quase nada de especial ou fantástico pode acontecer. A não ser nos olhos de quem o vê. A não ser nos olhos de quem percebe os detalhes do dia-a-dia. O grande fotógrafo francês Cartir-Bresson afirmava que setenta e cinco por cento das pessoas não olham, apenas tiram fotos. 
Rabugice é o nome que se dá ao estado de ânimo do sujeito desperto cedo para trabalhar sob uma Lua em Virgem em conjunção com Marte. Teremos toda a energia disponível para executar as tarefas que o dia irá demandar, mas acordar de manhã dividindo a cama com a deusas dos humores e o deus da guerra pode gerar uma irritação daquelas. O melhor a fazer é se envolver rapidamente com o trabalho, porque a Vênus em Capricórnio, com a cabeça sempre ocupada com as questões materiais e profissionais, está preocupadíssima com o fim de ano e se prepara para mais oportunidades no trabalho e celebrações natalinas. 

Dia de Lua em Virgem é dia de se estar com os bichos e aprender com eles sobre a simplicidade das coisas.
Mercúrio (em Escorpião), deus da palavra, forma aspectos positivos com Vênus (em Capricórnio) e Júpiter (em Câncer) facilitando conversas no ambiente profissional. Quem sabe não será essa uma boa oportunidade para falar de viagens, melhoramentos na prática e no local de trabalho ou até um upgrade salarial? Sob a Lua em Virgem o trabalho se torna coisa séria e justamente o que fazemos para ganhar a vida afeta diretamente a forma como lidamos com nosso corpo e nossa saúde. É por isso que aspectos importantes em Virgem pedem cuidado e análise do nosso "instrumento" físico e psíquico, mente e corpo. Sintomas mais sutis podem mascarar situações mais graves que mereceriam mais investigação e cuidado. 
"Fotografa, é colocar na mesma linha, a cabeça, o olho e o coração." Henri Cartier-Bresson
O Sol (em Sagitário) ainda em quadratura com Netuno (em Peixes) dificulta a visão e propicia o escapismo e o devaneio, de forma que podemos protelar esses assuntos, deixando atitudes importantes para depois. De um modo geral, os dias onde o Sol (a razão) se indispõem com Netuno (a inconsciência) nos sentimos um tanto perdidos, sem saber exatamente para onde essa "nave" está nos levando. Novamente, colocar as energias no trabalho pode ser uma boa forma de conduzir as coisas caso não consiga fugir da difícil realidade, viajando para algum lugar quieto e meditativo. 
"No movimento, há um momento quando os elementos em movimento estão em equilíbrio. A fotografia deve capturar esse momento em manter imóvel seu equilíbrio." Henri Cartier-Bresson.
Dias de Lua em Virgem são dias de trabalho. 
À noite, a Lua orienta nossos corações para outras questões. Entrando no signo de Libra ela falará de amor e dos desafios atuais das relações que de forma antagônica ao mesmo tempo pedem liberdade e compromisso. Em dias com muitas informações celestiais tudo pode acontecer ou simplesmente nada. Bem vindo a um dia comum.
Aline Maccari
"De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos, lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-las voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória." Henri Cartier-Bresson


Documentário completo e legendado fala sobre a vida e a obra do famoso fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson

*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário