quarta-feira, 27 de maio de 2020

Sob pressão


Diário da Astróloga: 27.05.20 | No céu, a Lua em Leão entra em aspecto tenso com Saturno em Aquário e Urano em Touro. De um lado estão os desejos individuais, do outro as necessidades de um grupo, família, coletivo ou nação.
Eu não gosto de falar de política nesta página e não é sobre isso propriamente que vou falar. Mas os casos revelados de suspeita de corrupção, seguidos de desvio milionários de verbas pelo país, me provocaram náusea de ontem pra hoje. Já sabemos que a corrupção é o "câncer do Brasil", o que por si só é trágico. Mas em meio à maior crise sanitária da nossa história me parece mais que obsceno, é macabro. Ver os seus morrendo, agonizantes como peixes fora d'água, enquanto se enche os bolsos de dinheiro é diabólico. Mais curioso ainda perceber que quem mais fala de "Deus" é quem mais tem atentado contra a vida. Nunca pensei ouvir numa mesma sentença as palavras "fé" e "arma" aqui no Brasil. Já tinha ouvido de alguns extremistas no norte da África, no Egito, na Tunísia, quando fui cobrir como repórter a Primavera Árabe. Mas nunca imaginei que por aqui teríamos uma versão nacional, como um "Allahu Akbar tropical".
É meus caros, o mundo está mesmo de cabeça para baixo. Tão revirado que até para mim é um desafio tentar compreendê-lo todos os dias pela manhã. Para isso preciso olhar para o céu novamente e novamente. E o que vejo são aspectos macro que de fato sinalizam uma mudança de rumo a longo prazo, planetário e histórico. Uma mudança que acontece a cada quarto de século, segundo Plutão. Há 250 anos estávamos no meio da Revolução Industrial. Há 500 anos estávamos vivendo a Reforma Protestante. Acho que os astrólogos como eu que viveram esses períodos também devem ter acordado confusos vez por outra, tentando compreender a tempestade em que a humanidade havia se metido. Escrever sobre o mundo enquanto ele rodopia é um exercício de presença que exige uma concentração sobre humana e vários comprimidos de Dramin.
De toda forma, aspectos menores nos falam sobre as necessidades do coletivo, que são muitas, que são todas. Mas como reagir se estamos todos trancados, de mãos atadas e a boca cerrada por uma máscara? Em dias como esses a única coisa que me vem à cabeça e ao coração é uma forte insatisfação coletiva, porém contida. E povo rima com rua! Talvez ainda não seja possível perceber, mas estamos dentro de uma gigantesca panela de pressão. Enfim meus caros! É o que tem pra hoje! Me desculpem qualquer coisa! Ame o outro como a ti mesmo! Partiu quarta-feira!
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana


Uma das facetas de Aquário é a sua característica de signo do coletivo. E portanto das massas. E portanto da política. Não há como falar de alguns traços aquarianos sem falarmos em política, essa engenharia que inventamos para organizar e conduzir o nosso convívio em grupo. Mas falar de política atualmente tem sido um drama, pois nossos discursos estão polarizados e irracionais. Fato é que a política vai exigir mudanças em breve, com Saturno em Aquário, e se continuarmos nessa dualidade cega não compreenderemos o todo e consequentemente não traremos as soluções necessárias para a nossa vida em sociedade. A minha sugestão é que enxerguemos a vida mais do alto. De perto das estrelas é que conseguimos ver que tudo faz parte de um grande jogo de luzes e sombras. E que nesse caminho evolutivo nebuloso, a solidariedade seja o nosso farol. Aline Maccari @aastrologa Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #mensagem #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena | #planetasretrógrados #pressão #corrupção #arma #população #dramin #náusea #extremismo #revolução #história #luaemleão #coletivo #povo #democracia 

Nenhum comentário :

Postar um comentário