terça-feira, 12 de maio de 2020

Retrógrados: a verdade no espelho retrovisor

Diário da Astróloga: 12.05.20 | "Acordou meio pra baixo hoje minha filha?" Deve ser a Lua em Capricórnio, amanhecendo ao lado de Plutão e Júpiter. De fato sair da cama não será das coisas mais fáceis de se fazer nesse dia, principalmente sabendo quantas responsabilidades nos esperam. 

E por falar em assuntos sérios, as notícias dessa Lua Capricorniana nos deram mais uma dose de realidade. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os primeiros casos de Coronavírus começaram a circular no Brasil não em fevereiro, mas em janeiro. Segundo a pesquisa, enquanto a Europa e os EUA faziam um monitoramento dos viajantes para identificar os casos importados da Covid, a transmissão comunitária da doença já estava em curso no Brasil. No entanto, segundo o hospital francês Albert Schweitzer, os primeiros casos de Covid-19 na França são de novembro de 2019. O curioso é perceber que o primeiro caso oficial confirmado na China também é de meados de novembro, segundo investigação do jornal South China Morning Post, de Hong Kong, com base em dados do governo. Curioso duplamente, pois essa conta não fecha! Se houve a detecção da doença na França em novembro, como teria acontecido o primeiro caso na China no mesmo mês? Por isso, imagina-se que a doença tenha de fato começado na China muito antes. Quiçá outubro, setembro...? Talvez não tenhamos esta resposta tão cedo, tendo em vista a "peculiar" política de dados na China.

PANDEMIA E ASTROLOGIA
Curioso triplamente como estes novos dados corroboram com a astrologia. Já aguardávamos a temida conjunção entre os maléficos Saturno e Plutão em Capricórnio há muito tempo. Desde meados de 2018 eles vinham se aproximando. Mas de fato, sua união mais precisa foi entre o segundo semestre de 2019 até março de 2020. Ou seja, o surto de coronavírus já estava em seu curso silencioso enquanto todos nós nos entretínhamos com outros eventos apocalípticos, como o episódio bélico entre EUA e Irã nos primeiros dias de janeiro, imaginando que aquele é que seria o botão vermelho que devastaria 2020. De modo que a volumosa massa de iranianos nas ruas chorando a morte do General Qasem Soleimani, morto pelos americanos em janeiro, pode sim ter sido um grande momento de "espalhamento" do vírus no país que viria a se tornar em março o epicentro do vírus no mundo.
Em tempos de planetas retrógrados é fundamental olharmos no retrovisor para percebermos quais foram os trechos das histórias que perdemos lá trás. E em se tratando de um vírus tão novo, a compilação de informações até então desconhecias pode nos trazer várias revelações. De modo que, da mesma maneira que estivemos alheios ao começo da pandemia no segundo semestre de 2019, certamente em se tratando de microcosmo e macrocosmo, provavelmente outras informações importantíssimas em nível internacional, econômico, político, jurídico e mesmo pessoal podem ter ficado escondidas lá trás. Portanto, sugiro a partir de hoje que vasculhemos os últimos meses em busca de informações perdidas.

PLANETAS RETRÓGRADOS: INFORMAÇÕES PERDIDAS NUM PASSADO RECENTE
Sobre a retrogradação de SATURNO, o planeta regressa a Capricórnio entre 1º de julho e 18 de dezembro. Durante este período ele não fará uma conjunção exata com Plutão. Isso já aconteceu! Mas a sua proximidade com Plutão pode novamente provocar estragos, outra vez de maneira silenciosa, espalhando não apenas uma nova onda da doença, mas uma nova onda de obscurantismo, traço tão característico do reino de Hades.
O que temos que ter em mente é que o que aconteceu entre Saturno e Plutão em nível simbólico poderá se repetir e não podemos ser os últimos a saber. Nessa toada, o segundo semestre poderá ser marcado por uma forte onda de repetição de padrões, imprimindo em 2020 uma sensação de que não saímos do lugar. Nessas horas, quando não evoluímos na vida pública ou social, somos naturalmente arremessados para dentro de nós mesmos. De modo que para mim fica cada vez mais claro que 2020 será um ano de profundas mudanças interiores. Aproveitemos esta chance de transformarmos pelo menos o que está ao nosso alcance.
Aline Maccari @A Astróloga Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: Foto de banco de imagens
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #mensagem #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena #planetasretrógrados #saturnoretrógrado #arrependimento #segundachance #primeirocaso #fiocruz #infectologista #china #relaçõesinternacionais #segredo #mentira #desinformação #fakenews #subnotificação #OMS

*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  



Nenhum comentário :

Postar um comentário