terça-feira, 14 de julho de 2020

Família, sociedade e os planetas maléficos

Diário da Astróloga: 14.07.20 | Numa semana marcada por desafios emocionais, íntimos e familiares, com o Sol em Câncer oposto aos planetas conhecidos por maléficos em Capricórnio, ainda podemos contar com reviravoltas inesperadas. Pelo menos é isso o que nos avisa a Lua em Touro conjunta a Urano. É justamente no ambiente privado que algumas coisas podem fugir ao controle e tomar outros rumos. O que não é algo necessariamente ruim. Há mudanças que são positivas. Mas uma notícia impactante me chama a atenção diante do aspecto mais desafiador desta configuração. Em Câncer temos a família e a infância. Em Capricórnio, a sociedade. E em Urano, tecnologia, revelação e libertação.
Com todos esses ingredientes astrais, a polícia francesa anunciou que prendeu um dos dez homens mais procurados do mundo, suspeito de administrar portais internacionais de pedofilia na "darkweb", o local mais profundo, obscuro e ilícito da internet, o que eu chamaria de o Hades da web.  O criminoso, um francês de 40 anos segundo os jornais, tinha papel ativo na produção e distribuição deste tipo de conteúdo, além de ser acusado de vários outros crimes contra as crianças. Mas o mais curioso disso tudo, segundo as autoridades francesas, é que o acusado era uma pessoa "acima de qualquer suspeita". O homem é um pai de família, casado e funcionário público. Pasmados, os investigadores declararam que jamais imaginariam que um homem com aquele perfil poderia ser um dos principais personagens mundiais da pedofilia.
Quando estamos tratando de Plutão e seu capacete invisível, pessoas e situações nos parecem geralmente "acima de qualquer suspeita". Ao mesmo tempo é curioso perceber um paralelo possível entre as camadas mais profundas da psique humana e Os níveis mais profundos da web. O ser humano projeta no mundo sua própria realidade psíquica. E na internet não é diferente. Dentro desta perspectiva é fundamental pais e mães protegerem seus filhos em relação ao que elas consomem diariamente na web, principalmente em tempos de pandemia, quando é por meio da internet que crianças e adolescentes descobrem o mundo. Por outro lado que alívio poder contar com a faceta saturnina das autoridades competentes na proteção contra tais crimes que desafiam a compreensão popular. Numa semana marcada por fortes desafios cancerianos, ainda podemos ouvir várias narrativas relacionadas às crianças, às mulheres e à família. Estejamos alertas e vigilantes. É papel do adulto ser adulto para que a criança possa ser criança.
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS: Banco de Imagens. Arte mostra as camadas da web, mas poderia ser um gráfico com os níveis mais profundos da mente. Qualquer semelhança entre a Internet e a psique humana não é mera coincidência.



Na semana mais desafiadora para o signo de Câncer precisamos proteger a Mulher, a Família e as Crianças. Episódios pelo mundo nos contam sobre suas fragilidades. Na França um dos maiores pedófilos do mundo foi preso. No Brasil uma mulher negra tem seu pescoço esmagado pela bota de um policial. Precisamos ver, agir e proteger! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #previsão #autoconhecimento #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena | #signodecâncer #criança #família #mulher #feminicídio #pedofilia  #psique #paisefilhos #racismo #vidaspretasimportam #vidasnegrasimportam #georgefloyd 

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário