quarta-feira, 15 de julho de 2020

Bons e maus destinos


Diário da Astróloga: 15.07.20 | Dizem que o destino é implacável. Mas, mais importante do que o quê a vida nos dá é aquilo que nós fizemos com o quê a vida nos deu. Neste 2020 os deuses colocaram os mortais sob condições muito parecidas. Talvez só na Segunda Guerra Mundial o planeta tenha reverberado massivamente no mesmo enredo. Mas o que nem de perto se parece com a realidade atual. A pandemia de Coronavírus se espalhou pelos quatro cantos do planeta, do interior dos países até ilhas distantes. Aparentemente o destino, como cota de "graça" ou "desgraça" que os deuses nos lançaram foi a mesma para todos. Mas a maneira como cada país e pessoa encarou o seu fado é que construirá o seu futuro.

CÂNCER X CAPRICÓRNIO
Nesta semana vivemos a oposição perfeita entre o Sol em Câncer e o aglomerado planetário em Capricórnio. E este eixo tem muito o que nos ensinar, inclusive porque é sobre ele que este destino se dá. Neste caso, ambos os signos nos apontam as melhores qualidades de que podemos dispor para encarar os desafios.
RESILIÊNCIA é uma das palavras mais caras para Capricórnio. É ele quem sabe que os Invernos são longos, por isso é preciso ter paciência e persistência para superar os tempos difíceis que são longos, mas sempre terminam. E justamente por ser um signo invernal, em Capricórnio somos maduros, responsáveis, às vezes frios e estratégicos, temos auto controle e senso de coletividade enquanto grupo que naturalmente protege os seus. Em Capricórnio, sabemos utilizar o tempo de maneira produtiva. E quem o gasta em meditações, estudos e principalmente trabalho tem sabido transformar a sua própria experiência.
CARINHO é uma das palavras mais importantes para Câncer. É ele quem sabe que os Verões são o brilho da alma, a origem da vida, a base da nossa estrutura emocional. Por isso é preciso fazer e deixar nascer, cuidar, alimentar, nutrir para ver crescer. Quem tem gasto o seu tempo brincando com os filhos, descobrindo a alquimia que mora na cozinha, fazendo música, cuidando da família e sendo cuidado por ela e compartilhando empatia tem sabido transformar a sua própria experiência.
Mas em Capricórnio também pode haver a negação, o autoritarismo, o senso de individualismo, a ambição, a prepotência e muitos optaram por este caminho. Assim como tantos outros se descontrolaram emocionalmente, desestabilizando seus lares, imersos em medos, incertezas, acessos de fúria e compensações às vezes compulsivas, reconhecidas em Câncer. Somos um somatório de decisões individuais e coletivas. Mas a cada dia abre-se espaço para novas decisões e caminhos. É aí que entra o LIVRE ARBÍTRIO como chance de viver o mesmo que todos estão vivendo, mas da melhor maneira possível. Todo dia o destino parece implacável, tanto quanto a cada dia temos uma nova oportunidade de fazer diferente e melhor. Mais importante do que o quê a vida nos dá é aquilo que nós fizemos com o quê a vida nos deu.
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana


Estamos no auge de 2020, da pandemia e de um movimento astrológico importante. Um bom momento para refletir sobre o destino e o quanto ele pode ser implacável. Mas, mais importante que o que a vida nos dá é o quê fazemos com o quê a vida nos dá! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #previsão #autoconhecimento #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena | #signodecâncer #criança #família  #psique #livrearbítrio #decisão #tomadadedecisão #viverbem #boasescolhas #sabedoria

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.



Um comentário :