terça-feira, 7 de abril de 2020

Lua Cheia e paz interior


Diário da Astróloga: 07.04.20 | Pra quê ficarmos calmos, se podemos arrancar os cabelos? Pra quê máscaras? Porque não máscara? Como assim, sem máscara? Pra quê ficar com o Ministro se podemos demiti-lo? Pra quê demiti-lo se temos o Ministro? Pra quê um clima tranquilo, se podemos ter dias de Lua Cheia? Para quem gosta de bodes expiatórios, para tirar a sua culpa do caminho, a Lua  Cheia pode ser uma excelente saída, já ela não irá reclamar.

No céu desta terça e quarta-feira a Lua Cheia em Libra (tensionada por Áries e Capricórnio) deixa todos com os nervos à flor da pele. E talvez a palavra mais adequada para esses dias seja MEDO. É perfeitamente normal que estejamos atrelados a este sentimento primitivo nestes tempos. Uma pandemia deixa marcas ancestrais. Nossos antepassados passaram pelo mesmo desespero. Portanto, sentir medo neste momento é mais que normal. Mas, certamente os agravantes emocionais, sociais, noticiosos, políticos e econômicos estão nos deixando ainda mais abalados. E o quê fazer num momento como este? Devemos desligar todos os dispositivos e fazermos de conta que nada está acontecendo, como se vivêssemos numa bolha? Acho que não! Quando o mundo se mostra absolutamente caótico ao nosso redor precisamos ter dentro de nós mesmos um LUGAR SAGRADO, onde nos sentimos protegidos. Óbvio que isso não se constrói da noite para o dia, em meio às reclamações do marido ou a gritaria das crianças. Mas, é preciso que este LUGAR DE PAZ INTERIOR exista. 
Quando Cristo esteve no deserto foi tentado pelo demônio. Mas sua força interior projetou o diabo para bem longe. Quando Buda esteve debaixo da árvore da iluminação, o demônio Mara o desafiou inúmera vezes. De maneira silenciosa Buda conseguiu, com a força da meditação, mandar Mara para bem longe. O que estou dizendo é que CÉU E INFERNO NÃO SÃO NECESSARIAMENTE UM LUGAR, MAS UM ESTADO DE ESPÍRITO. Sentimentos negativos nos tomam de tal forma que nos tornamos reféns deles. Mas tanto Cristo, quanto Buda e tantos outros grandes mestres nos ensinaram que O CÉU MORA DENTRO DE NÓS. Quando temos uma instância de paz interior o mundo pode cair ao nosso redor que nós mantemos a nossa fortaleza. 
Eu moro num lugar afastado da cidade, no meio do cerrado em Brasília. A minha paz interior é construída diariamente com a luz do sol, o vento que passa pelas árvores e atravessa o meu corpo, o som dos pássaros e cigarras. Gaia, a natureza sagrada do lado de fora, me ajuda a construir o meu lugar sagrado do lado de dentro. É fato que já tenho construído este lugar de paz dentro de mim há muitos anos. E é a para este estado de espírito que eu volto quando necessário. Quando o mundo de fora despenca ao meu redor eu volto para o barulho dos pássaros, a brisa suave, o remexer das folhas, o barulho do córrego. Portanto, céu e inferno são uma questão de sintonia. Com a prática deste ou outro tipo de meditação podemos nos tornar cada vez mais fortes espiritualmente. Durante esta Lua Cheia e para além dela, esteja protegido dentro do lugar mais pacífico que existe dentro de você. E se esse lugar sagrado ainda não existe, comece a construí-lo ainda hoje. Se você não sabe nem por onde começar a experimentar esta sensação, tente procurar um lugar silencioso na natureza ou mesmo em casa. Se necessário peça às pessoas que moram com você alguns minutos de silêncio para si. Transforme este ambiente num lugar belo, se necessário com a presença de uma música suave, velas,  incensos, um animal ou uma planta. Enfim, qualquer elemento que lembre o estado genuíno de paz que existe na natureza. É para esta paz que sempre devemos voltar. E quando o seu cantinho estiver quieto o suficiente, deixo-o te abraçar.
Se fossemos para o nosso lugar de paz interior com a mesma frequência com que vamos à academia ou ao shopping, já teríamos essa força suave dentro de nós. Malhação espiritual é o que mais precisamos para o agora. Bora pro treino?
Aline Maccari
*Este texto foi publicado primeiramente no site: www.aastrologa.com.br


E eis que chegamos à Lua Cheia em Libra (entre terça e quarta) com os afetos pra lá de afetados, por tudo e por todos. Em meio ao caos desta pandemia precisamos encontrar a nossa Paz Interior. Se não tivermos um lugar sagrado dentro de nós, podemos ser tomados por emoções avassaladoras como o medo. Sem a paz interior seguimos como vítimas da loucura do mundo. Com ela, somos senhores e senhoras da nossa tranquilidade. Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #mensagem #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena #luacheia #luacheiaemlibra #ministromandetta #impermanência #budismo #meditação #yoga #sagrado #lugarsagrado #pazinterior #histeria #nervosismo #depressão #mandetta #paz
____________________
*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  

Nenhum comentário :

Postar um comentário