sexta-feira, 24 de abril de 2020

Plutão Retrógrado


Diário da Astróloga: 24.04.20 | Plutão entra em movimento retrógrado entre 25.04 e 04.10. Esta é sem dúvida uma das notícias astrais mais impactantes do período. Como muitos de nós já sabem, Plutão na mitologia grega antiga era chamado de Hades.
O mesmo nome ofertado não apenas a uma divindade, mas a um lugar: o reino de Hades, o submundo dos mortos. Quando Júpiter tornou-se deus do Olimpo, dividiu os demais reinos entre os irmãos. Netuno ficou com os mares e Plutão com os reinos subterrâneos. Para os gregos antigos este era o lugar para onde se levavam os mortos, um local obscuro, perdido no tempo, cheio de mistérios e sofrimentos. O que a Igreja, se apropriando de conceitos pagãos viria a chamar de inferno. Dentro da perspectiva da psicologia junguiana, se imaginarmos que este é um lugar que está abaixo do nível onde estamos, abaixo dos nossos pés, podemos também imaginá-lo como estando abaixo do limiar da nossa consciência. Portanto, Plutão é um reino absolutamente inconsciente, em se tratando de psique profunda.
Se para a astronomia ele é um anão, para a astrologia ele é um gigante. Cada ano em Plutão corresponde a 250 anos na Terra. Caminhando cerca de 2º ou 3º por ano ele é o planeta que tem o impacto mais lento e portanto mais profundo em nós. Por isso ele é tão transformador.
Segundo Stephen Arroyo, renomado estudioso da astrologia, a origem de Plutão é transcendente e só pode ter sua natureza compreendida por meio de opostos e contrastes. É como se precisássemos viver a tristeza, para no futuro compreendermos o que é a alegria. Plutão lida com a finitude, a morte (simbólica ou real) e a eliminação de tudo o que já não tem mais serventia. Em nós, individualmente, ele tem uma ação tão sutil e profunda, que se manifesta em sonhos, comportamentos reprimidos e compulsões, podendo ser gatilho para ricos processos de análise psicológica. Meio ciclo atrás, quando esteve no signo oposto, Câncer, eclodiu a Segundo Guerra Mundial. De modo que Arroyo nos faz compreender que Plutão é um "demônio que dorme sob a fachada da civilização". Ele pode aflorar em nós como perversidade, medo, pavor, pânico, ansiedade ou insegurança, trazendo até mesmo uma forte sensação de desintegração física e psíquica. Mas o deus das profundezas subterrâneas também tem seu aspecto luminoso. No fundo da Terra é onde as sementes são plantadas para um dia se tornarem frondosas árvores. É no fundo da Terra que moram metais e pedras preciosas e o petróleo. Plutão é assim o planeta dos mais profundos mistérios, ações e riquezas.

RETROGRADAÇÃO
Quando um planeta está retrógrado estamos querendo dizer que ele está caminhando para trás, em movimento aparente. No fundo isso não ocorre. Mas, esta é a impressão que temos da Terra. Este movimento pode significar que o planeta não resolveu tudo o que tinha que resolver naquela área, com aquela pessoa, com aquele país, naquele momento, precisando voltar a algum ponto anterior da história para resolvê-lo de fato. Como seu movimento é absolutamente lento, ele praticamente não irá se mover durante esses 6 meses de retrogradação, ficando "sentado sobre nossas vidas" como um "lutador de sumô", maciço, imóvel, fazendo pressão até que um determinado assunto seja resolvido. Como estamos no meio de uma pandemia mundial, a impressão que me vem é que ficaremos neste "ponto da história", entre 24º de Capricórnio, pelo menos até outubro. O "lutador de sumô" só sairá de cima do seu "adversário" depois que acertar os ponteiros com ele.
Aline Maccari
Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
* A foto de um lutador de sumô foi feita por Denis Rouvre.
* No vídeo de hoje no Youtube vou falar mais sobre seus efeitos e sobre as perspectivas para o segundo semestre de 2020 com Plutão e Saturno novamente em Capricórnio. 

A astrologia estuda a qualidade simbólica dos ciclos planetários. O que os planetas fizeram em outros tempos pode voltar a acontecer, mas de maneiras diferentes. Para 2020 já sabíamos da união dos maléficos Saturno e Plutão fazendo a Terra virar de cabeça para baixo. Mas, no segundo semestre, ambos se encontrarão novamente em Capricórnio e em movimento retrógrado. Ou seja, temos várias coisas a repensar, reavaliar, reconsiderar e situações a se repetirem durante este período. O que pode se traduzir em uma pandemia duradoura e uma recessão econômica mundial sem precedentes. E então? Como nos colocamos diante da vida e dos desafios tendo a frente este cenário? O céu que nos pressiona é sempre o mesmo céu que nos aponta saídas. Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #mensagem #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena #bolsadevalores #recessão #morte  #hades #plutão #reinodehades #reinodosmortos #plutãoretrógrado #planetaretrógrado

*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  

Nenhum comentário :

Postar um comentário