terça-feira, 2 de março de 2021

Tempo de Despedidas

Diário da Astróloga: 02.03.21 | O tempo tem não apenas quantidade, mas também qualidade. Passam-se dias, semanas, meses, anos, décadas e eras. E todos estes períodos são impregnados de um tom específico, de uma experiência única, de um aprendizado, de um amor ou uma saudade que só poderiam ter nascido lá, naquele tempo. Compreender a astrologia como uma "ciência" antiga que nos ajuda a perceber as qualidades da natureza exterior e da nossa natureza interior no tempo, nos ajuda a nos situar na vida, como uma bússola.

Atualmente é tempo de despedidas. Para a astrologia, estamos no final do Inverno. E neste cenário gélido, após outros dois meses (Capricórnio e Aquário) de frio intenso e escassez, só nos resta a resiliência e um fio de esperança. Em Peixes estamos falando de despedidas, desencarnes, como um período de transição para algo novo que surgirá em breve. Mas todo o tempo tem de ser vivido em sua inteireza. E viver "sonhando com a primavera" pode ser uma fuga constante em Peixes, quando a realidade é a da finitude e não há como escaparmos disso. 

Todos os anos, despedidas reais, simbólicas e bastante emblemáticas acontecem neste período, especialmente no eixo Peixes-Virgem ou Virgem-Peixes pois este é um eixo que fala de saúde, aperfeiçoamento, destino, vida e morte. E como neste ano estamos em Pandemia, temos a impressão de que o karma que estamos carregando diz respeito apenas a este momento. Mas isso na verdade, acontece todos os anos. É a natureza a conversar conosco, dizendo: "É tempo de".

2 DE MARÇO 
Em 2 de Março de 1996, o Sol estava em Peixes e a Lua a poucos graus de tornar-se Cheia em Virgem quando a banda Mamonas Assassinas sofreu um acidente de avião mortal. Em plena Lua Cheia, o Brasil já tinha conhecimento de um dos maiores dramas daquela geração. A banda era famosa no país inteiro, querida especialmente pelas crianças. Foi duro ver meu irmão, à época com 8 anos, confuso e triste sobre o que estava acontecendo. Hoje, com trinta e poucos anos, quando viajamos de carro cantamos juntos as músicas dos Mamonas.

15 de SETEMBRO
Em 15 de Setembro de 2016 o Sol estava em Virgem e a Lua Cheia em Peixes. Nesta data o ator Domingos Montagner, protagonista da novela global Velho Chico, faleceu nas águas do rio São Francisco, em Sergipe, onde gravava as cenas finais da novela. As águas o levaram e mais uma vez o Brasil chorou, perplexo.

Todos os anos vamos morrer, real ou simbolicamente neste mesmo período. Meu pai fazia aniversário, na data de hoje: 2 de Março. Alguns anos atrás, hospitalizado por meses, olhei atentamente para o céu em Setembro e disse aos meus irmãos que a Lua Cheia em Peixes lhe cairia em cheio. No dia em que a Lua se fez Cheia em Peixes ele foi para a UTI e nunca mais voltou. Aquela Lua me tirou o chão!

Para quê serve olhar para o céu? Para saber que Céu e Terra, macrocosmo e microcosmo são a mesma coisa. Que o destino é implacável e inegociável quando quer e que há lições a serem aprendidas e superadas, às vezes para muito além da nossa capacidade de compreender os porquês. Mas saber e aceitar que a vida tem começo, meio e fim nos ajuda a reorganizar nossas energias e planos, para vivermos a vida que ainda temos e vivê-la bem.

VÊNUS EM BOM ASPECTO COM URANO
O céu desses dias fala de finitude. Mas como estamos envoltos a vários ciclos que acontecem em simultâneo, hoje também podemos falar de amor. No céu, a Vênus em Peixes estará em bom aspecto com Urano em Touro entre 02.03 e 04.03. Acredito que o que o céu está nos dizendo é que embora o tempo seja de despedidas, é o amor que nos aconchega a alma e nos surpreende com beleza, carinho e compreensão. Os tempos estão muito difíceis meus amigos! Que possamos amar e ser amados, especialmente em se tratando do amor romântico, território de Afrodite. Que deixemos de lado nossos individualismos e egoísmos juvenis para nutrirmos e sermos nutridos nestes dias. A Vênus em bom aspecto com Urano fala de surpresas boas. No final das contas são estas boas surpresas que nos dão coragem para enfrentarmos os tempos difíceis. Portanto, ame!
É quando nos deparamos com a finitude da vida que nos damos conta de que não há nada mais importante que amar! 
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS: Arte de autor desconhecido até o momento desta publicação. Se você o identificá-lo por favor nos comunique para que possamos creditá-lo. 


Diário da Astróloga: 02.03.21 | É tempo de despedida. Todos os anos este ciclo tem esta lição a nos ensinar. Este ano tudo se agrava com a Pandemia. Mas se pudermos passar por isso tudo com amor... Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
YOUTUBE👉  www.youtube.com/aastrologa   -
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana |  #peixes #signodepeixes #covidbrasil #resiliência #sacrifício #luacheia #luacheiaemvirgem #pandemiabrasil #luaminguante #mamonasassassinas #mamonas #domingosmontagner #riosaofrancisco #velhochico #tempo #otempo #mortecovid #luto #amor #relacionamento

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

3 comentários :

  1. Aline querida, belíssimo texto, belíssima ilustração! Eu chorei aqui! Só o amor para confortar nossos corações!

    ResponderExcluir
  2. Belo texto. Astrologia pura sem opinião política. Quando você usa sua inteligência no caminho do meio o seu sol brilha intensamente.

    ResponderExcluir
  3. Que texto Aline, eu chorei! No final de tudo é o amor que fica, que vence, é o amor que cura e conforta.

    ResponderExcluir