quarta-feira, 10 de março de 2021

A culpa é de quem?

Diário da Astróloga: 10.03.21 | No céu, Sol e Netuno unidos (09 a 11.03) são a salvação e a perdição de todos nós. Em seu melhor aspecto nos fala de empatia, ternura e amor profundo. Por outro lado, a união dos astros potencializa o contágio, o sofrimento e as incertezas. Convivemos com a luz e a sombra de cada dia, a cada despertar. Mas é revelando o desconhecido, por inconsciência, ignorância ou puro desconhecimento que damos passos no sentido de uma evolução que se faz urgente.

Na Temporada Pisciana, sejamos do signo solar de Peixes ou não, o amor e a dor nos atravessam. E quando dói, a tendência é em vários momentos de fuga. E um dos escapes mais banais e cotidianos que adotamos no dia a dia, às vezes sem nem mesmo nos darmos conta, é elegermos um culpado. Apontamos culpados nos relacionamentos amorosos, em casa, na família, no trabalho, em todas a direções. Mas afinal, a culpa é de quem?

CARL JUNG

Carl Jung, pai da psicologia analítica nos fala dos aspectos sombrios da nossa personalidade. Geralmente, quando não vemos a sombra em nós mesmos, nós a projetamos no outro. Odiamos os pobres por que são pobres, os ricos por que são ricos, os belos por que são belos, os feios por que são feios, a religião do outro por que não é a nossa, o sucesso do outro por que não foi o que conquistamos. E assim, elegemos culpados, para nos livramos de nossos pecados mais íntimos: os da alma. A questão, como Jung nos explica é que fazer dos outros OS CULPADOS pelos nossos problemas têm duas facetas comportamentais intrigantes. 

A primeira é AUTISTA, termo utilizado pelo próprio Jung à época, para designar um nível de auto isolamento. Odiar no outro o que odiamos secretamente em nós, nos leva à paradisíaca praia do isolamento em si, e não havendo o outro, apenas nós mesmos nesse mundo, viver culpando o outro torna-se altamente confortável. O ódio que sinto pelo outro me distancia do outro e me aconchega no meu isolamento, ainda que faltante.


E por isso, e também de acordo com Jung, agimos de forma AUTO ERÓTICA, onde o apontar o dedo ao outro gera em nós uma enorme sensação de bem estar e prazer, de fuga dos nossos próprios problemas. Inculpar o outro gera portanto, um gozo silencioso. 
Assim, eleger um CULPADO ou ter por hábito inculpar os outros é como criar uma bolha pessoal individual de bem estar, prazer e proteção. Uma bolha que mais se parece com um grande útero, onde nos sentimos seguros contra toda e qualquer responsabilidade ou obrigação de evolução e permanecemos infantilizados.

Neste período de pandemia, com praticamente 2 mil mortos diariamente no Brasil, se faz urgente a necessidade de assumirmos as nossas próprias obrigações. Desde as responsabilidades em escala pública que salva vidas, até as nossas responsabilidades mais caseiras e cotidianas. Se cada um assumir a sua própria cota, nos tornamos mais consciente, íntegros e honestos conosco. Parar de culpar o outro por tudo é um chamamento para um tempo que exige de nós maturidade. Aquele que evita a dor do confrontamento com as próprias questões sombrias escapa das dores, mas perde as delícias de ser o dono do próprio destino.
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS: A arte de hoje é uma produção fotográfica de Tim Walker. Ele fez um ensaio com modelos de verdade inspirado na obra O JARDIM DAS DELÍCIAS TERRENAS do pinto Hieronymus Bosch.


Diário da Astróloga: 10.03.21 | Sol conjunto a Netuno fala de coisas lindas e outras duríssimas. E como dá vontade de fugir do planeta, vez por outra, falar de processos de escape se torna importante. É por isso que hoje falo sobre a culpa, os culpados e os inculpadores. Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
YOUTUBE👉  www.youtube.com/aastrologa   -
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 

CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana |  #peixes #signodepeixes #covidbrasil #pandemiabrasil #luaminguante #supervariantes #imaginário #inconscientecoletivo #culpa #bodeexpiatório #bosh #responsabilidade #culpado

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Um comentário :

  1. Acabo de perceber que meu inferno astral é tornar consciente meu inconsciente...grata pelo horizonte. Paz e luz pra nós.

    ResponderExcluir