quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Como Man Ray...

Diário da Astróloga: 27.08.20 | Na manhã desta desta quinta-feira a Lua em Sagitário, nos seus últimos graus, faz excelente aspecto com Marte em Áries nos trazendo empolgação, garra e coragem para realizarmos uma série de atividades. Essa energia extra será fundamental para dar impulso a uma outra formação astral excelente: o super triângulo envolvendo os planetas nos signos de terra e que são eles Mercúrio em Virgem, Urano em Touro e Júpiter em Capricórnio. É como se hoje, mais que em qualquer outro dia da semana tivéssemos ótimas oportunidades a nossa frente.
Neste "triângulo de terra" o impulso é para resolvermos coisas práticas do dia a dia, questões financeiras, institucionais, além de tudo o que for relacionado ao corpo, ao trabalho e à saúde. Na união destes planetas é importantíssimo salientar a boa relação entre Mercúrio e Urano nos falando do poder da palavra, do diálogo, da comunicação, da criatividade  e da inovação. Uma das mais profícuas combinações desses últimos dias.

No período da tarde, por volta das 14h30, horário de Brasília, a Lua ingressa em Capricórnio e também numa aliança com Urano e Júpiter, acelera e dinamiza um outro tanto de questões. Nessa aliança podemos nos sentir mais empolgados e confiantes, conseguindo ver de fato resultados práticos, palpáveis e mensuráveis. 

Man Ray, um dos maiores fotógrafos da história, era virginiano de 27 de Agosto. O norte-americano Emanuel Radnitzky viveu entre 1890 e 1976 e se tornou uma das figuras mais importantes do dadaísmo e do surrealismo. Colega de Marcel Duchamp e outros grandes nomes da época, Man Ray foi rigoroso como um virginiano, sem nitidamente perder a ousadia e a transgressão uranianas, tendo vivido alguns dos seus momentos profissionais mais desafiadores e expressivos durante a Segunda Guerra Mundial. É incrível como para alguns os maiores desafios do seu tempo são motivo de crescimento. Man Ray se dedicou aos nus artísticos, tão comuns na história da arte, de uma maneira completamente inovadora. Ele dizia: "Para a mente desenvolvida que cria uma imagem cuja estranheza e realidade mexem com o nosso subconsciente até o fundo, o despertar do desejo é o primeiro passo para a participação e a experiência". Eis uma das essências da arte surrealista: mexer com a mente inconsciente. A obra "La Prière" (A Prece) que ilustra o texto de hoje, realizada por ele em 1930 completará em breve um século e ainda é motivo de críticas dos olhares mais conservadores e de elogios de quem se surpreende com a maravilha da forma e do olhar inquietante e simbólico sobre esta mesma forma.
Aline Maccari
Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana



Diário da Astróloga: 27.08.20 | A boa sintonia de um triângulo nos signos de terra pode trazer pragmatismo e resolução para uma série de coisas. A mistura entre Mercúrio e Urano é que nos ajuda a desenroscar várias questões. Uma combinação que pode ser sinal de genialidade, como na obra do fotógrafo Man Ray, virginiano de 27 de Agosto, "aniversariante do dia". Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: "La Prière", fotografia de Man Ray - 1930
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #previsão #autoconhecimento | #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena |  #mercúrioemvirgem #luaemsagitário #luaemcapricórnio #arte #fotografia #manray #conservadorismo #inovação #criatividade #surrealista #surrealismo #preconceito #nurartístico #marcelduchamp

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário