terça-feira, 2 de junho de 2020

Uma arma chamada Terceiro Olho


Diário da Astróloga: 02.05.20 | "Nossos amigos nos mostram o que podemos fazer; nossos inimigos nos ensinam o que precisamos fazer." A frase do escritor alemão Goethe me arremessou nesta manhã contra nos nossos jogos psicológicos de luz e sombra. O que podemos fazer sempre pode ser sugerido pelos amigos.
Mas o que precisamos mudar, transformar e até mesmo reconhecer em nós mesmos, está naquilo que os inimigos nos apontam.
Como tenho dito há alguns dias, esta não será uma semana comum. E a sexta-feira nos brindará com um grande evento celeste: a Lua Cheia seguida de Eclipse, que promete chacoalhar ainda mais o planeta. De modo que me parece mais importante nos prepararmos para o que pode acontecer que falar das desavenças até lá. Para muito além de relacionamentos amorosos azedados por uma noite de Lua em Libra em mal aspecto, há países a caminho da convulsão.
O notório clima de escalada de violência se dá, entre outros motivos astrais, pela proximidade da tensão entre Sol e Marte. E o combate contará obviamente com deus da guerra. E é sobre ele que proponho um olhar. Marte em Peixes ainda não está conjunto a Netuno. Mas em se tratando dos efeitos sob a psique profunda eu geralmente não encaro certos aspectos com tanta rigidez. De modo que Marte e Netuno já me parecem unidos neste cenário. E se são essas as armas de que dispomos neste momento, precisamos conhecê-las e dominá-las.

UMA GUERRA DEBAIXO "D'ÁGUA"
Marte em Peixes é um posicionamento naturalmente descoordenado. Sendo Marte o deus da guerra, no sensível Peixes ele não luta, ele recua. Ora por acreditar na não-violência, ora por medo, podendo por vezes ser covarde, manipulador e infiel. Para a professora Ana Maria da Costa Ribeiro, Marte em Peixes tem falta de objetivo e direção e quando em mal aspecto pode agir pelas costas, quando não foge da realidade por meios de escapismos, utopias, mentiras e drogas. 
Netuno é naturalmente o planeta da inconsciência, da espiritualidade mas também da "loucura", da irrealidade. De modo que a união entre Marte em Peixes com Netuno, ainda segundo a autora, sugere ação traiçoeira, subversiva e espiã. Mas, por outro lado, sugere idealismo, empatia e comunhão. Quando Netuno está em jogo ficamos todos debaixo d'água, com grande dificuldade de compreender o lugar e o tempo em que estamos. E o cenário de combate que se mostra a cada dia me parece cada vez mais com este arranjo. De modo que queremos lutar, mas não sabemos como. Ao mesmo tempo que temos receios, mas também sonhos. No mesmo ringue estão rivais com visões completamente divergentes. Nos EUA, as madrugadas de protestos violentos misturam supremacistas brancos, antifas, radicais da direita, radicais da esquerda, antifascistas, anarquistas, moderados e pacificadores. De um lado há dura repressão estatal, do outro policiais brancos se ajoelham de mãos dadas com manifestantes negros. O início das manifestações têm motivo claro, o racismo na morte de George Floyd, tanto quanto as manifestações de 2013 no Brasil, contra o aumento das passagens. Mas na soma de outras angústias coletivas como a desigualdade, o desemprego e a pandemia tudo pode se transformar num mar de anseios. Marte e Netuno em Peixes dentro de nós nos deixa desorientados, disformes, perplexos entre imagens distorcidas, frases e desejos soltos. A questão é que o conflito já está em curso e neste "ringue aquático" os rivais já estão usando as melhores armas que têm: alguns usam a empatia e outros a covardia. 
Como Marte se alinha a Netuno até meados de Junho, há ainda a possibilidade de nos vermos sem direção definida, debaixo d'água, por vários dias. Neste meio tempo, como em outras ocasiões, no Brasil e no mundo, alguns espertalhões tomarão para si os anseios disformes da população. E desta vez é preciso estar alerta quanto aos aproveitadores de plantão, capazes de capitalizar as frustrações das massas para si. Como já vivemos isso antes, não precisamos cair nesta cilada outra vez. O que precisamos ter em mente é que em meio aos fortes efeitos distorcidos de Marte e Netuno em Peixes, há uma arma secreta capaz de salvaguardar as nossas integridades: a INTUIÇÃO. Assim, se for para a "manif", lembrando que anda estamos numa pandemia, leve consigo não apenas máscara e vinagre, mas a sua mais profunda conexão interior. O terceiro olho que tudo vê, é a melhor arma deste guerreiro. E que o inimigo não faça nada além de nos estimular a crescer.
Aline Maccari @aastrologa Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

Um aspecto importante se aproxima e me chama a atenção. Quando a coisa estiver "fora de controle" estaremos com Marte muito próximo a Netuno. Um aspecto que pode trazer medo, confusão, mas também força interior e intuição. E se é dessas armas de que dispomos é com ela que devemos lutar as nossas batalhas, nesse junho de 2020. Aline Maccari @aastrologa Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

Nos vemos no canal da Astróloga no Youtube. 
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa

CRÉDITOS: Imagem de artista não identificado até o momento desta publicação.
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #mensagem #epidemia #coronavírus #covid19  #pandemia #quarentena | #democracia #autoritarismo #luacheia #eclipse #racismo #supremacia #racista #protestos #tirania #fakenews #manifestação #negro  #GeorgeFloyd #terceiroolho #marteempeixes

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigada àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário