terça-feira, 31 de maio de 2022

Positividade Tóxica e co-criação

Diário da Astróloga: 31.05.22 | Esta terça-feira de Lua Nova em Gêmeos (comunicação) em quadratura com Netuno em Peixes (ilusão), talvez seja um bom dia para falarmos de Positividade Tóxica. Entre o Super Pessimista, o Realista e o Ultra Otimista, o último acredita que pode não apenas viver o lado bom das coisas, como inclusive criá-las. E por isso tem-se utilizado a expressão mais chata da web: co-criação. Num planeta de quase 9 bilhões de pessoas achamos mesmo que todos podemos co-criar? Até onde vai a minha liberdade de criar e onde começa a do outro? Eis mais uma expressão ultra individualista.




PARA A ASTROLOGIA E A MITOLOGIA
Para a astrologia, o debate sempre se pautou na relação entre destino e livre arbítrio, mas nunca na capacidade do ser humano, dos simples mortais, tecerem os fios da vida, instrumento principal das Moiras, as deusas do destino. Segundo inúmeras narrativas mitológicas, não nos é dada essa bênção. O que está ao nosso alcance é apenas e tão somente o livre arbítrio de decidir a melhor maneira de passar por um caminho que já está traçado. Aí estaria a nossa liberdade. É com isso que podemos negociar.

MOVIMENTO NOVA ERA
A gênese da Positividade Tóxica pode estar nos movimentos Nova Era, como se pode ver na obra "Ao Encontro da Sombra", organizado por Connie Zweig e Jeremiah Abrams. 
O mundo new age surgiu no pós Segunda Guerra Mundial e assombrados pela desumanidade daquele período, terapeutas, psicólogos e toda uma gama de profissionais desta área embarcaram numa dinâmica de colocar "luz" em toda a sombra, fossem elas pessoal ou coletiva. Tanto é que alguns dos maiores autores da época são alemães, justamente dispostos a virar a página da história. A questão é que, segundo Carl Jung, a vida é feita de luz e sombra conjuntamente, e quanto mais luz se coloca sobre um objeto, mais sombra se produz do outro lado. E assim não é diferente na vida. Tanto é que inúmeros gurus Nova Era que ficaram famosos pelo mundo, logo depois mostraram sua sombra de maneira avassaladora, como foi o caso de vários mestres da Ásia que vieram para o Ocidente. 

A DINÂMICA TÓXICA
É comum ouvirmos "vai dar tudo certo", "mentalize e co-crie", "você é co-criador da sua própria vida". Mas nem sempre vai dar tudo certo. Dizer o tempo todo que tudo "vai dar certo" nos faz subestimar os desafios do caminho, nos levando ainda mais rapidamente para o fracasso. Este é um movimento fundamentalmente infantil, no qual não queremos nos deparar com os desafios da jornada. E encher alguém de positividade tóxica pode dificultar o seu amadurecimento e sua relação saudável e adulta com a vida. 

"Nem tudo vai dar certo", é preciso que saibamos disso. E diante de uma visão equilibrada do cenário, podemos traçar estratégias mais seguras para as adversidades que sempre virão. Às vezes precisamos dizer aos mais jovens, aos nossos filhos, amigos, companheiros(as) ou familiares "não, não vai dar certo", e "você vai fracassar, mas irá sobreviver". Terá de conviver com uma ferida, talvez por um longo período, mas isso certamente o fortalecerá. 

E quem sabe, só depois de uma experiência de frustração é que as coisas comecem a se encaminhar. A frustração, o engano, o fracasso, a derrota fazem parte da vida. E é isso que nós não podemos evitar. Mas, é justamente o nosso livre-arbítrio que pode nos ajudar a atravessar um destino cruel da maneira mais sábia possível.

AUTORES REALISTAS
Na obra  "Comida da alma: Histórias para alimentar o espírito e o coração", os autores Jack Kornfield e Christina Feldman, citados na obra de bell hooks, "Tudo sobre o amor",  há um trecho que nos ajuda a atravessar momentos difíceis de maneira sábia: "Nessa calma, começamos a entender que a paz não é o oposto do desafio e da dificuldade. Entendemos que a presença da luz não é o resultado do fim da escuridão. A paz é encontrada não na ausência de desafios, mas em nossa capacidade de estar em dificuldade sem julgamento, preconceito e resistência. Descobrimos que temos energia e fé para nos curar e para curar o mundo estando de coração aberto nesse movimento." 

AUTO RESPONSABILIDADE
Na temporada geminiana e para muito além dela, tenha cuidado com as mensagens que você consome. Estamos num tempo muito difícil, entre o fim da Pandemia, a Guerra na Ucrânia a distribuir dificuldades de toda a ordem pelos quatro cantos do mundo, além de fome, inflação e desemprego. Cair na positividade tóxica é o mesmo movimento que surgir na Europa do pós Segunda Guerra Mundial. E em algum nível, isso se chama FUGA. Sabendo disso, que tenhamos responsabilidade conosco, com os outros e com o mundo em que queremos viver. É muito fácil falar em co-criação, quando na verdade precisamos falar de auto-responsabilidade. Se alguém lhe oferecer saídas fáceis para momentos difíceis, duvide. Sofisticadas complexidades exigirão de nós sofisticadas buscas e complexas soluções.

Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana




Diário da Astróloga 31.05.22: No vídeo de hoje faço uma reflexão sobre Positividade Tóxica, sob o viés da psicologia junguiana, da mitologia e da astrologia . Uma temática importante para o tempo presente. Assista e compartilhe! Obrigada! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa 


CRÉDITOS / CREDITS: Fotografia de Elena Sakaya
#AlineMaccari #Astrologia #Astróloga #Astrology #Astrologer #NatalChart #MapaAstral #Signo #Zodíaco #Mitologia #Psicologia #CarlJung #Autoconhecimento #CéudaSemana #Previsãoastrológica | #MarteemÁries #VênusemTouro #LuaNova #LuaNovaemGêmeos #MercúrioRetrógrado #SaturnoRetrógrado #escolha #dúvida #Gêmeos #positividadetóxica #cocriar #cocriação #novaera #newage #autoresponsabilidade

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentido, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Um comentário :

  1. Bom dia !
    Aline Maccari, quanto orgulho, dessa Brasileira - Bela reflexão.
    Sua visão de mundo me encanta.
    Que Zeus nos guie ao caminho da LUZ - Lucidez

    ResponderExcluir