terça-feira, 4 de setembro de 2018

Cuidado! Isso pode ser um par de peitos

Peitos! Peitos! Peitos! Problema do mundo e também solução! Gostaria de tratar sobre isso juntamente em dia de Sol em Virgem, onde podemos falar de critérios, escolhas e Lua em Câncer, quando tratamos do feminino, a maternidade, a amamentação, signo que rege a função corporal que entre outras coisas nutre as crianças. Seios sempre foram seios desde que o mundo é mundo. Mas nos primórdios talvez tenham sido melhor tratados e compreendidos.
A arte antiga greco-romana os pintava à mostra quando se tratava de uma deusa, já que a nudez era sinal de pureza. Quando admiramos pinturas como "O Nascimento da Vênus" de Sandro Botticelli, estamos presenciando o surgir do amor, da beleza, da arte e da justiça em seu estado mais puro, por isso ela é representada desnuda. Pois o que é divino precisa e deve ser mostrado, inclusive para quiçá um dia alcançarmos tão sublimes valores. A cultura originária do Brasil, pré Cabral, também lida muito bem com os seios. Se a mulher faz parte da natureza, amamenta seus filhos como qualquer outro animal, não há porque escondê-los, eles ficam à mostra.  Mas, mesmo depois de algumas centenas de anos, em pleno 2018, os peitos ainda pagam o pato. Recentemente o Facebook chegou a bloquear a conta da Funai,  a Fundação Nacional do Índio, justamente na data que celebra o dia da Mulher Indígena. A empresa censurou o uso de uma foto com nativas cobertas de colares  e "nipples" à mostra. E quando o assunto chega a esse ponto, em pleno mês virginiano, não há como não falarmos de critérios. Virgem sabe como ninguém discernir o grande do pequeno, o claro do escuro e bem poderia emprestá-lo a Marck "Zuquerbregues" (...disfarçando para o algorítimo não me alcançar). Indiscriminadamente, o pai do "Feicibuqui" esconde mamilos, coloca-os à sombra, como se tivesse sido uma criança desmamada. Freud talvez explicasse isso. Outro dia utilizei uma fotografia belíssima com uma mulher com os seios à mostra e também fui barrada pela empresa. Ora, sabemos que seu simbolismo vai da amamentação ao fetiche. Aqui ninguém é criança! Mas, a quem interessa escondê-los? Nós mulheres sabemos que os temos e não nos incomoda ver os de nossas iguais. Só me resta intuir que é aos homens a quem serve tal reação. O que me faz pensar que a censura indiscriminada aos mamilos na rede é uma postura machista e unilateral. Como desejo aquecer o debate e não quero que meu texto e foto sejam censurados, vou colocar um "peitchinho" disfarçado. Assim a gente continua refletindo. E como as frutas pegam bem nessa metáfora!
Aline Maccari

*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  

* Os posts são publicados no blog "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

Crédito: Sinceramente não sei de quem são esses limões sicilianos. Se fossem peitos eu certamente saberia a origem do artista ou da musa.
#aastróloga #astrologia #mitologia #psicologia #mito #astros #zodíaco #signos  #autoconhecimento #brasília #brasil #bsb #mitologiagrega #peitos #seios #censura #feminino #feminismo #machismo #interseccionalidade #sororidade #nudez #amamentação #amamentaçãoempúblico #índios #venus #sexo #sexualidade #gênero 

Nenhum comentário :

Postar um comentário