sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Aequus Nox: Equinócio da Primavera


Hoje viveremos um dia com 12 horas de duração e uma noite também de 12 horas, perfeitamente iguais em sua extensão. Este fenômeno é mais conhecido como o Equinócio da Primavera. A palavra que vem do grego aequus (igual) e nox (noite) nos faz viver uma noite igual ao dia em duração. O seu término pontua o nosso ingresso na tão esperada, por toda e qualquer cultura, estação da primavera, que começa no dia 22 de setembro, às 22:54h.
Com a entrada do Sol no signo de Libra, o Hemisfério Sul entra numa nova fase natural onde os animais copulam e a vida se renova e recomeça. É a fase em que a deusa da primavera, Perséfone, retorna à superfície trazendo o calor, o amor, a abundância, as flores e as frutas. Numa cidade como Brasília e em tantas outras de um país tropical como o nosso, fica difícil perceber a definição clara das estações atuando sobre o clima e a paisagem. Para nós é muito mais claro perceber quando o dia é ensolarado ou chuvoso. Como se tivéssemos apenas duas estações durante o ano. Mas as 4 estações influenciam não só a nossa forma de lidar com a natureza, mas a maneira como entendemos a nossa natureza interior. Porque por mais que não interfira tanto  no cenário, nossos ancestrais viveram esses ritos de passagem do ano no Hemisfério Norte e nos trouxeram suas experiências como bagagem de um conhecimento inconsciente coletivo. Assim, por mais que não caia uma gota d'água do céu a mudança é grande. Nesses primeiros dias podemos ter a percepção interior de que muitas coisas podem mudar. Uma delas é a nossa tendência à prática de atividades físicas, um senso de harmonia interior e a pré disposição para amar novamente ou reavivar a paixão. Na antiguidade esse momento era celebrado com festa. Assim, hoje também é dia de celebrar.
*A partir deste domingo será a vez dos librianos. Na segunda-feira publicarei um texto especialmente sobre o signo.
Aline Maccari
Inspirado na mitologia grega Walt Disney contou a história de Perséfone, a Deusa do submundo, casada com Plutão, o deus dos infernos, que uma vez por ano volta à superfície para trazer a abundante primavera.


*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  

* Os posts são publicados no blog "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

Crédito: A ilustrção é de Alphonse Mucha, um dos papas da Art Nouveau.

#aastróloga #astróloga #astrologia #alinemaccari #storyteller  #xamã #mitologia #psicologia #mito #astros #xamã #signos  #autoconhecimento #brasília #jung #alphonsemucha #mucha #spring #aequusnox #persefone #waltdiney #libra #singodelibra #librianos #venus #afrodite #feminino #arte #artnouveau #equinóciodaprimavera #primavera

Nenhum comentário :

Postar um comentário