terça-feira, 27 de abril de 2021

Lua Cheia em Escorpião: A Lua de Buda

Diário da Astróloga: 27.04.21 | Bem vindos a uma terça-feira como poucas. No céu, a Lua Cheia em Escorpião reina também como Super Lua e Lua de Buda. Super, porque mais próxima da Terra é possível vê-la ainda maior e mais bela. A propósito, se puder, aproveite para apreciá-la no início desta noite. E de Buda porque é nas Luas Cheias em Escorpião anuais que se celebra o Wesak, que para várias tradições budistas é data escolhida para celebrar o grande mestre. Portanto durante todo o dia de hoje, viveremos sobre as suas influências, sem nos esquecermos do quanto ela está pressionada entre Urano em Touro e Saturno em Aquário. De modo que vivê-la não será fácil, mas necessário. Para quem tem aspectos importantes (Sol, Lua ou Ascendente) nos 4 signos fixos (Touro, Leão, Escorpião e Aquário), esta pode ser uma Lua Cheia especial.

WESAK

Não é consenso entre as várias tradições budistas sobre o que esta data engloba. Para algumas é a data de nascimento de Buda. Para outras, o dia de sua iluminação. E para outras ainda, o dia da morte do mestre. De toda maneira, Buda é celebrado anualmente nos dias de Sol em Touro e Lua Cheia em Escorpião. O que este eixo está nos falando é de apego e desapego. E a história de Buda pode ser interpretada como a própria manifestação deste eixo zodiacal (Touro-Escorpião). Filho de uma família de posses, Buda saiu de casa para conhecer as dores do mundo logo após o seu retorno de Saturno. Depois dos 29 anos, partiu para ver a vida que a riqueza lhe impedia de enxergar. Se deparou com a velhice, a doença e a morte. E descobriu que tinha algo mais a fazer que desfrutar de uma vida confortável. De um lado a riqueza e a segurança, do outro, um mundo em sofrimento e transformação. O início da peregrinação de Buda em busca de sentido se dá pelos motivos do eixo Touro-Escorpião. Mas, sua iluminação também. Depois de anos e anos de trabalho espiritual Buda teria se sentado nestes dias debaixo de uma frondosa árvore, preparando-se para finalmente chegar à grande compreensão da vida, quando foi tentado por Mara, o demônio. Mara enviou um monte de tentações, entre elas uma chuva torrencial, para acabar com a sua concentração, assim como um grupo de lindas mulheres, para que Sidarta Gautama perdesse a linha. Não adiantou! Buda venceu os reflexos das próprias miragens e chegou lá. Portanto a iluminação de Buda também nos fala do céu destes dias, entre as tentações mundanas e a possibilidade de morte e renascimento. 

PSICANÁLISE

Nestes dias, assistindo a uma das palestras do psicanalista e professor Christian Dunker, a quem tanto admiro, ele falava algo muito interessante. Que em meio à pandemia, mais que nunca, encaramos o trabalho como uma panaceia, algo capaz de resolver todos os nossos males. Estamos sem esperança? Trabalhamos! Estamos sem grana? Trabalhamos! Não enxergamos o futuro? Trabalhamos! Rompemos um relacionamento? Trabalhamos! Não podemos sair de casa? Trabalhamos! Não podemos namorar? Trabalhamos! Não podemos transar? Trabalhamos! Como se o trabalho fosse a única saída para todas as tormentas que nos atravessam no momento mais difícil de nossas vidas pós modernas. Mas o TRABALHO, função que tem total relação com Touro, o primeiro signo que transforma a própria Terra, não tem como abarcar todas as nossas necessidades. E o que se torna sombrio nesta dinâmica é a ausência do DESEJO, como dizia o professor. Algo que eu comparo inevitavelmente a Escorpião. Para Dunker a imersão ou a fuga por meio do TRABALHO (TOURO) mascara do outro lado o nosso DESEJO (ESCORPIÃO). E nisso, Freud e Buda concordam: o homem é um ser eternamente desejante. Assim, a pandemia tem ajudado a ofuscar as tentações escorpianas, que para Jung, se rechaçadas, tornam-se aspectos sombrios. 

O que quero dizer, unindo budismo, psicanálise e astrologia é que esses são dias muito especiais para nos depararmos com os nossos "demônios". E que nada mais são que nossas tentações ocultas, aquelas que abafamos, mais que nunca, em tempos pandêmicos. Em Escorpião nós vamos morrer e renascer, mas só o faremos se tivermos coragem de olhar para tudo o que mora dentro de nós. A origem da palavra diabo é "dia" + "bolo", ou seja, aquilo que desune. Contrariamente ao símbolo, "sym" + "bolo", aquilo que une. Em dias de Lua Cheia em Escorpião nós e Buda precisamos de menos separatividade e mais união, união das partes que nos fazem um, luz e sombra, quem sabe... trabalho e desejo. Com todas as limitações do período que vivemos na atualidade, o que é que você intimamente mais deseja? Ouçamos o que o DESEJO tem a nos dizer. Inclusive para que possamos vivê-lo ou transmutá-lo e não sermos dominados de maneira sombria por ele. 

*A propósito, Plutão, o planeta regente de Escorpião entra hoje em retrogradação. Ou seja, a reflexão extrapola os próximos dois dias e pode seguir pelos próximos 5 meses. Eis o tema do texto de amanhã! Não perca!
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS: Arte de autor desconhecido até o momento desta publicação. Se você o identificar por favor nos avise para que possamos creditá-lo.




Diário da Astróloga: 27.04.21 | Hoje é dia de Lua Cheia em Escorpião, conhecida também como a Lua de Buda, celebrada no Festival Wesak. Unindo a Religiosidade, a Espiritualidade, a Psicanálise e a Astrologia, tento trazer sentido para esses dias que prometem ser impactantes e transformadores para todos nós. Você já olhou pra fora para ver a Lua Cheia? E pra dentro? O que diz o seu DESEJO? Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 

CRÉDITOS: a Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana | #pandemiabrasil #economia #CPI #impeachment #Supremo #STF #luacheia #luacheiaemescorpião #superlua #luadebuda #festivalvesak #budismo #impermanência #plutãoretrógrado #transformação #sidartagautama #ilulminação #religiosidade #espiritualidade #christiandunker

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário