quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

A Lua Crescente e o Islã

A Lua se fará crescente finalmente, na manhã desta quinta-feira, mais precisamente às 10:40h, horário de Brasília. Essa mesma lua é símbolo do islamismo. Os muçulmanos seguem o calendário lunar e para eles os meses sempre começam com a Lua Crescente, já que nesta fase ela ajuda a iniciar uma série de atividades. Alguns fiéis islamitas acreditam que o luminar está ligado aos cinco pilares da religião: a fé, a oração, a caridade, o jejum e a peregrinação à cidade sagrada de Meca. Originalmente a Lua nesta fase era marca do Império Otomano, entre o séculos XI e XX.
Como o islamismo era a religião do Império, o símbolo lunar passou a ser adotado por todos os povos muçulmanos conquistados. Assim, outros países como a Tunísia e o Paquistão também tem a Lua Crescente em suas bandeiras. Al Hilal, o time de futebol saudita tem o mesmo símbolo. Sendo o nome Al Hilal, tradução para Lua Crescente. A deusa das emoções, da noite e do inconsciente é um símbolo eterno, que atravessa o tempo e marca a segunda maior religião do mundo, praticada por cerca de um bilhão e meio de pessoas. Entender a Lua, de alguma maneira é entender o Islã, principalmente neste posicionamento em relação ao Sol: crescente.
Entre hoje e amanhã, este astro que sugere força emocional para iniciarmos novos projetos, ideias, sonhos e amores estará no signo de Peixes. No último signo do zodíaco, ela se encontrará ainda com Marte e Netuno, e formará aspecto tenso com Mercúrio, Júpiter e Sol em Sagitário. Desta posição desafiadora podemos esperar ilusão, religiosidade, confusão, dúvidas, excessos e vícios. Mas só quando em quadratura (ângulo de 90º). Ao meso tempo a angulação coloca planetas para dialogarem justamente nos dois signos mais espiritualizados da roda zodiacal: Peixes e Sagitário. Que saibamos desafiar o desafio! E transmutar as dificuldades em alguns dos nossos melhores sentimentos.
A foto de hoje é do amigo Rodrigo Cebrian que fotografou o céu ontem à noite, na Arábia Saudita, próximo às colinas da cidade sagrada. Rodrigo e equipe estão viajando para conhecer esse país que parece ter parado tempo, por ser tão cheio de histórias, ao passo que desafia o mundo com alta tecnologia e engenharia. Não muçulmanos, eles não podiam se aproximar da cidade sagrada de  Meca. Mas, do frio do deserto dividiram a mesma sensação eterna e atemporal, bastando olhar para o céu e ao redor: "a da força da natureza e da fé", como afirma Rodrigo! Fé é sem dúvida "A PALAVRA" para Sagitário-Peixes! A todos, no Brasil ou nas Arábias, desejo um dia conexões divinas!
Aline Maccari

____________________________

*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  
* Os posts são publicados no site "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

CRÉDITOS:Foto de Rodrigo Cebrian
#alinemaccari #aastróloga #astrologia #astral #storyteller #xamã #psicologia #mitologia #mito #astros #signos #autoconhecimento #destino #carljung #sombra  #meca #islamismo #alhilal #religião #fé #tolerânciareligiosa #fé #luacrescente





Nenhum comentário :

Postar um comentário