quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Sol Invictus: Solstício, Paganismo e Cristianismo

Enquanto na Europa o frio avança, por aqui o calor castiga. No Porto, em Portugal, os termômetros marcam 12º C. No Rio de Janeiro, a sensação térmica foi de 45º C ontem. Eis a forma como a natureza anuncia o Solstício de Verão no Hemisfério Sul e o de Inverno no Hemisfério Norte. A palavra, que significa "Sol que se mexe" é uma declinação em latitude da Terra, calculada a partir da linha do equador.
Os Solstícios (21 de dezembro e 21 de junho) acontecem duas vezes ao ano. Amanhã, europeus e norte-americanos viverão o dia mais curto do ano, com menos incidência de luz. É a noite mais longa do ano e sobreviver a ela significava a vitória da luz sobre a escuridão. Uma das datas mais determinantes da natureza e que teve suas celebrações em várias culturas. Entre os persas e hindus, era o deus Mitra quem era reverenciado nessas ocasiões, lembrando o "Sol Vencedor". Na Roma antiga, celebrava-se o "Sol Invictus". Com o tempo, as religiões pagãs que celebravam a vitória do astro Rei foram assimiladas, incorporadas, até que o Natal passasse a representá-la. Foi literalmente uma apropriação da Igreja Católica ao incorporar as festividades desta mitologia solar ao Cristianismo, comemorando o aniversário de Jesus nesta data. Segundo o professor de mitologia Junito Brandão (Mitologia Grega I, pg 34), "o cristianismo adotou da mitologia tantos significados e tantos símbolos com a intenção de atrair os pagãos para a fé. Até hoje muitos se estranham e se espantam com a múltiplas semelhanças do culto cristão com os fatos mitológicos, o que se deve não apenas à cristianização de significantes da mitologia grega, oriental e romana. Importante é perceber que sob muitos aspectos foi o cristianismo que salvou a mitologia: dessacralizou-a de seu conteúdo pagão e ressacralizou-a com elementos cristãos." E foi justamente por que "deuses e heróis estavam camuflados sob os mais inesperados disfarces que eles conseguiram embora duras penas, atravessar toda a Idade Média." Na Renascença essa tradição volta com força total, travestida de gala. De modo que são os poetas, artistas, filósofos e o próprio Cristianismo é que salvaram a herança clássica, convertendo-a em tesouro cultural. Eis a história, a importância e o peso da data festiva mais importante do calendário ocidental.
Quando morava na Nova Zelândia, minha sogra-bruxa e professora de astrologia me convidou certa vez para uma noite especial exatamente nesta data. Sob influência das tradições britânicas, as mulheres maoris levavam coisas velhas, como roupas, objetos e fotografias para serem queimadas numa grande fogueira coletiva no alto de uma montanha, na praia de Karekare. Era uma forma de expurgar o mal e o inverno de uma vez só. A celebração de "purificação" acontecia exatamente na data de 21 de dezembro, apesar de ser verão em Auckland. Foi uma maneira bonita de ver como as tradições vão atravessando os mares, se instalando em outros lugares e mantendo no seu íntimo o significado que sempre tiveram.
É por isso que já posso desejar a todos um Feliz Natal!
Aline Maccari
__________________
*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  
* Os posts são publicados no site "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

CRÉDITOS: Arte de Tana Miller
#alinemaccari #aastróloga #astrologia #astral #storyteller #xamã #mitologia #mito #astros #signos #autoconhecimento #jung #sagitário #capricórnio #luacheia #solstício #solinvictus #paganismo #pagão #cristianismo #cristão #deussol #jesuscristo #cristo #auckland #novazelândia #karekare #trip #natal #feliznatal #medieval #solstíciodeverão #solstíciodeinverno #junitobrandão #tradição

Nenhum comentário :

Postar um comentário