terça-feira, 31 de julho de 2018

Sonho e arte

A foto da série Underwater Nud é do fotógrafo Ed Freeman
Todos os meses eu marco no calendário, se a Lua estiver em Peixes eu posso ter certeza de que vou fritar de insônia ou ter os sonhos mais incríveis e reveladores dos últimos tempos. Em conjunção com Netuno no mesmo signo é prato cheio para um monte de análises. Se isso também acontece com você não despreze essa experiência. Freud chamava os sonhos de  "O Caminho Real para o Inconsciente".
São nesses momentos que temos pistas valiosas sobre o que se passa dentro de nós num nível mais profundo. Há quem tenha inclusive sonhos sobre futuro ou que ajudam a revelar situações difíceis do presente e que se forem analisados com cuidado, utilizando a técnica adequada, podem ser de grande evolução nos nossos processos internos.  Carl Jung chama de "o reino das imagens arquetípicas, podendo ser o sonho um elo invisível de uma cadeia de acontecimentos inconscientes". Para ele também é um dos materiais terapêuticos mais importantes já que é o canal mais direto para se compreender a alma humana e seus dramas. A Drª Nise da Silveira, psiquiatra discípula de Jung que seguindo seu método no Brasil, dizia o mesmo: "O sonho é uma representação espontânea, sob forma simbólica, da situação do Inconsciente". Aquariana genial, a Drª Nise fez uma verdadeira revolução no país, nos anos 40 e 50, em se tratando da luta antimanicomial. É como se esse assunto pudesse ser dividido em antes e depois de sua contribuição. Demorou muito tempo até que a técnica da arte terapia utilizada por ela fosse reconhecida. Mas seus efeitos são absolutamente palpáveis. Com as obras, a Drª Nise ajudou muita gente e construiu o Museu da Memória do Inconsciente no Rio de Janeiro. Um acervo produzido pelos pacientes que é de uma riqueza arquetípica, psicológica e artística tão grandes que há quem diga que Picasso e sua turma surrealista, teria conhecido tal material e se inspirado nele, quiçá "roubado" algumas grandes ideias. Na nossa realidade diária, de alguma forma, podemos fazer o mesmo. A fruição artística, quando focada no autoconhecimento, não depende necessariamente de talento. Forma e técnica são exigências egoicas nesse processo. Deixe fluir simplesmente! Quando utilizamos a arte como ferramenta para mergulharmos em nós mesmos, ela pode ser uma prática extremamente reveladora e pacificadora em nós. Experimente tintas, pinceis, argila, gesso, fotografia, instrumentos musicais, colagens, o próprio corpo. Os mais tímidos ficarão admirados como um pedaço de papel em branco e uma caneta poderão levá-los longe. Em dia de Sol em Leão (ego) e Lua em Peixes (inconsciência) seria um desperdício não investir uns bons minutos com isso. Se você quiser depois dividir conosco suas obras e impressões vai ser um barato!
Aline Maccari

_____________________

Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" é uma ferramenta e tanto, funcionando como uma bússola que nos orienta na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo e descobrir qual a melhor direção a tomar, entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  

* Os posts são publicados diariamente no blog "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe com os amigos sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar a fonte.
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais sobre seu perfil visite o blog www.aastróloga.com.br

#astrologia #aastróloga #astrologa #mitologia #psicologia #arquétipo #inconsciente #mapaastral #jung #signos #planetas #zodíaco #bemestar  #autoconhecimento #freud #nisedasilveira #museudamemoriadoincosciente #arteterapia #arte #artista #fotografia #solemleão #luaempeixes #cubismo #surrealismo #lutaantimanicomial



Nenhum comentário :

Postar um comentário