sexta-feira, 13 de julho de 2018

Conselhos de avó sobre o amor

O filme a Árvore da Vida trata de um assunto totalmente diferente do que estou escrevendo hoje. Mas há nele uma lição incrível sobre a relação do feminino com o masculino. É o poder do silêncio e do olha.
O poder do silêncio e do olha talvez sejam algumas das maiores lições do filme A Árvore da Vida com Brad Pitt e Jessica Chastain, que assisti esta semana. E essa talvez seja a melhor dica para os próximos dias, onde os assuntos do amor estarão em alta, com a Vênus formando um lindo trígono com Saturno e Urano. Um momentos excelente para resolver algumas questões com a ajuda dos céus. O filme se passa nos anos 50, numa época em que as mulheres viviam outro papel social.
De lá pra cá, nós nos emancipamos, enfrentamos o mercado de trabalho, o machismo, e vimos a evolução da segunda para a terceira onda feminista. E tudo isso é um avanço indiscutível! Mas, quando estamos falando de masculino e feminino, algumas "técnicas" de relacionamento entre gêneros não precisam ser inventadas. Aliás, são milhares de anos de evolução no trato com eles. Seria muito naif da nossa parte tentar inventar a roda a essa altura do campeonato. O que a sua avó e sua mãe aprenderam no trato com eles é precioso e não pode ser jogado fora. E um dos poderes do feminino, sem dúvida alguma, é a sua própria natureza receptiva, passiva, introspectiva, secreta, oculta. Ou seja, quando percebermos que as DRs já não funcionam mais, tente o silêncio, comunique-se com o olhar. Minha avó e a personagem de Jessica Chastain no filme, sabem que algumas coisas são simplesmente indizíveis. E que a continuação de uma argumentação cansativa pode apenas desgastar o casal. Em alguns momentos, menos é mais! No fundo os homens sabem os problemas que atravessam a relação. Eles não precisam ser lembrados disso o tempo todo. E a passividade feminina tem uma ação complementar muito poderosa nesse yin-yang. Um olhar direto, um olhar esquivo, um que se perde, um que aponta, outro que dilui, um que recrimina, um que suaviza... tudo pode ser dito sem palavras. Quando somos silenciosas, nas ocasiões adequadas, trazemos o masculino para o nosso universo e lá nós nadamos de braçada. No céu deste final de semana, com a ajuda desse lindo trígono nos pragmáticos signos de Terra, os relacionamentos poderão se valer de velhas técnicas (Saturno) para alcançar novos objetivos (Urano), no território do amor (Vênus). Experimente e depois me conte como foi!

Aline Maccari
Para fazer a análise do seu mapa astral e entender melhor as mudanças pelas quais você está passando basta entrar em contato para marcar uma consulta, pelo e-mail: aastrologa@gmail.com  Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e o Instagram. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A ASTRÓLOGA
#astrologia  #astrologa #mitologia #psicologia #mistério #arquétipo #inconscientecoletivo #mapaastral #jung #signos #planetas  #zodíaco #eclipse #árvoredavida #conselhosdevó #DR #brigasnoamor #jessicachastain #bradpitt #seanpenn #feminismo #judithbutler



Nenhum comentário :

Postar um comentário