segunda-feira, 2 de julho de 2018

Lula e os ciclos de Júpiter

Há quem diga que o campo energético de uma pessoa tenha dois metros de diâmetro para todos os lados, como uma grande esfera. E próximo o suficiente de alguém, nossos campos se misturam e podemos sentir a energia um do outro. Tive uma experiência incrível quando fui assistir a uma palestra do Dalai Lama na Universidade de Brasília. Estar tão próxima dele foi uma experiência indescritível. Ele era a encarnação da graça e da leveza. Até a minha respiração se acalmou. A segunda pessoa que me fez sentir desta forma, inacreditavelmente, foi o ex-presidente Lula. Em 2006, quando Júpiter passava pelo signo de Escorpião eu estava em busca de oportunidades de trabalho. E depois de fazerem testes com apresentadores no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país eis que me chamaram para ser a apresentadora da campanha de reeleição do presidente. Com um olho no céu e outro na Terra, percebia o quanto Lula parecia blindado na ocasião. Nos bastidores todos falavam dele o tempo todo. Parecia um semi-deus a circular por ali. Quando soube que eu o conheceria pessoalmente fiquei tranquila. Eu o veria, trocaríamos algumas palavras, eu faria o meu trabalho e até nunca mais! Mas, não foi bem assim. Desde o momento em que o vi se aproximando em minha direção e abrindo aquele sorriso que engole o mundo, me senti como nas mãos de um caçador que agarra na jugular de uma fera e a deixa mansa e imóvel. Lula não era o Dalai Lama mas provocou em mim o mesmíssimo estado. Fiquei atenta, plenamente presente e admirada, inclusive por estar participando de um momento histórico. Trocamos algumas palavras e nessa hora percebi que não estava diante de um alguém comum, mas de uma entidade de fato, o que chamam em Brasília de um "animal político", só que muito mais poderoso que qualquer outro se tenha história. Lula é escorpiano. Ele tem Sol e Mercúrio (a forma de pensar e falar) neste que é um signo de poder e mistério. Há 12 anos, quando o conheci, era Júpiter, planeta de expansão, que lhe trazia sorte para vencer. E assim foi! Hoje, um ciclo depois (12 anos após), o mesmo Júpiter está novamente sobre a cabeça do ex-presidente. A graça jupiteriana às vezes é difícil de explicar, principalmente sabendo que agora ele está atrás das grades. Mas pesquisas recentes mostram que mesmo preso ele detém mais intenções de voto que a soma todos os outros candidatos. E justamente por que ele ainda não saiu do jogo que o país continua paralisado desta forma. Afinal, há um gigante em cena, multiplicado pelas forças de Júpiter. Se Lula vai concorrer ou não, é delicado. Ele próprio assinou a lei da Ficha Limpa. E esta não é uma previsão de derrota ou vitória. Mas, apenas a leitura de um ciclo que acontece outra vez e que mostra que ele anda mais presente que nunca, apesar de todas as circunstâncias. Eu como jornalista e astróloga, agradeço por poder observar todos esses processos e transforma-los em histórias.
Aline Maccari

Para fazer a análise do seu mapa astral e entender melhor as mudanças pelas quais você está passando basta entrar em contato para marcar uma consulta, pelo e-mail: aastrologa@gmail.com  Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e o Instagram. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A ASTRÓLOGA
#astrologia #astrologa #mitologia #psicologia #esotérico #mistério #arquétipo #inconscientecoletivo #mapaastral #jung #signos #planetas #zodíaco #lula #eleições2006 #eleições2018 #júpiter #sérgiomoro #manueladavila #boulos #brasília #brasil #animalpolítico #dalailama #sorte #lulalivre

Nenhum comentário :

Postar um comentário