terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Transgressão íntima

Diário da Astróloga: 26.01.21 | No céu dos últimos dias, uma tensão astrológica está a mexer com o mundo. E especialmente nesta segunda, terça e quarta, o Sol em Aquário forma tensão com Urano em Touro. Este é um aspecto no mínimo curioso, imaginando que Urano é o planeta regente de Aquário. A sensação é a de que forças de ruptura, inovação e libertação estão a nos pressionar de todos os lados.
Ao nosso redor, manifestações físicas ou virtuais agitam o planeta. Neste final de semana, a Rússia viveu uma das maiores manifestações já registradas no país. Convocados pelos apoiadores de Alexei Navalny, o opositor de Vladimir Putin, milhares foram às ruas em defesa da democracia. Até o momento, ao que se sabe, já foram presas 2.500 pessoas em várias cidades do país. Um ato sem precedentes na história recente da Rússia.

O que o céu destes dias somado às tensões entre Sol e Urano nos mostra é que é tempo de ruptura e transgressão, como se fosse necessário romper com velhos padrões para alcançarmos algo legítimo, autêntico, original, livre e novíssimo. Mas isso não acontece apenas em nível social. Há momentos em que podemos e devemos nos apropriar destas forças que nos atravessam para rompermos com certos paradigmas pessoais e íntimos. Desde a semana passada tenho atendido pessoas em minhas consultas, que têm sentido um forte desejo de mudança e renovação em suas vidas. Geralmente são pessoas que viveram as primeiras experiências da infância de maneira dolorosa e que numa repetição inconsciente de padrões vêm reproduzindo estas dinâmicas na vida adulta. Os problemas com os pais, por exemplo, se tornaram problemas nos relacionamentos amorosos e os ciclos de dor e sofrimento tornam-se repetitivos e intermináveis. O que trago hoje é uma perspectiva de transgressão não com o que está fora de nós, apontando o dedo para o mundo e culpando-o por nossas mazelas. Mas uma possibilidade de subverter e romper com os nossos próprios valores pessoais pré estabelecidos, para que possamos nos libertar dos nossos próprios comportamentos repetitivos, viciados e limitantes.

Nestes dias, atendi uma moça chamada "Cláudia". A professora, de 46 anos, sempre viveu relacionamentos amorosos com pessoas opressoras. A infância de Cláudia foi marcada pela relação tirânica com o pai. E se nascemos página em branco, a menina que sofreu pequena, carregou consigo inevitavelmente este padrão de relacionamento. Embora ela nunca tenha percebido que a mesma dinâmica que se estabeleceu com o pai é muito similar às dinâmicas que se estabeleceram com os seus companheiros. Atribuir a culpa a ela, por todo o seu sofrimento amoroso vivido até agora, é duplamente cruel. Pois se é isso o que a pessoa entende por amor, será muito difícil sair deste padrão de comportamento. Mas, à medida em que descobrimos quais os padrões sombrios que se repetem em nossas vidas, temos a obrigação pessoal de rompermos com estas narrativas, se estamos em busca de novas histórias. Na consulta com Cláudia, ela conseguiu identificar com clareza a reprodução inconsciente que fazia. E diante das milhares de histórias possíveis que podemos viver, ela percebeu que é sim possível começar a traçar novas narrativas, com novas pessoas, sob outros e novos padrões. 

Hoje é um dia para falarmos de transgressão! Mas antes de culparmos o mundo pelas nossas próprias mazelas, precisamos transgredir a nós mesmos em busca do que é original e novíssimo em nós. Será que somos capazes disso? Eu diria que estes têm sido dias com qualidades incríveis para olharmos muito profundamente para nós mesmos, de maneira insubordinada ao nosso passado, em busca de uma renovação íntima. E então, a partir de uma mudança interior, quem sabe o mundo também se transforme em seu exterior. Não é apenas o macrocosmo que se impõe sobre o microcosmo. Se como explicava o grande mestre Hermes de Trismegisto, um é parte do outro, a parte também pode mudar o todo. 
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS:  Banco de imagens

Diário da Astróloga: 26.01.21 | "O que está em cima é como o que está embaixo" já dizia o sábio Hermes de Trismegisto. Assim na Rússia, como nos nossos corações o desejo é de TRANSGRESSÃO! Talvez por isso hoje seja um bom dia para falarmos sobre os efeitos do Sol em Aquário em tensão com Urano em Touro e o que chamei de TRANSGRESSÃO ÍNTIMA! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa  --
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 

CRÉDITOS:  A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana | #luacheia #mercúrioretrógrado  #impeachment #vênusplutão #relacionamento #crush #casamento #discutindoarelação  #relaçõesinternacionais #namoro #esperança #reviravolta #acidente #transgressão #reformaíntima #passado #hermestrismegisto #terapia 

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.




3 comentários :