quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Júpiter e Plutão: O Último Encontro . Parte 1

Diário da Astróloga: 11.11.20 | Um encontro de gigantes, pelo menos para a astrologia. De 05.11 a 19.11, mas de maneira mais enfática durante toda esta semana, Júpiter estará conjunto a Plutão em Capricórnio. Este será o último encontro destes titãs em 2020, fato de grande importância astrológica e que merece análise. A última vez que estes senhores se encontraram foi aproximadamente no começo do mês de Abril e em meados de Junho. Próximo a essas datas, São Paulo contabilizava o primeiro milhar de óbitos pela Covid,  presenciamos cenas de stress entre potências mundiais, ciclones no sul do Brasil, peste de gafanhotos e ouvimos da direção da OMS que "dias piores" viriam, uma vez que o número de contaminações se alastrava sem controle e de maneira muito mais veloz. 
Ou seja, juntos eles são os planetas que dizem "pra quê melhor se a gente pode piorar?". Júpiter é o maior planeta do sistema solar e por isso simboliza o crescimento, a expansão. E embora seja conhecido como o Grande Benéfico, ao lado do Grande Maléfico Plutão, pode maximizar os temas favoritos deste perverso que são morte, poder, riqueza e pobreza, sexo, drogas, crimes, compulsões, manipulações, intolerância e violência. Um efeito que pode gerar desequilíbrios, duras descobertas, conflitos e notícias bombásticas. Quando Plutão está em jogo há muito obscurantismo, autoritarismo e inconsciência ao redor. E tentar controlar suas manifestações é quase impossível. Inclusive porque temos grande dificuldade de ver tais ameaças se aproximando. Geralmente, quando nos damos conta, já estamos imersos em seus efeitos. Por isso é preciso tanta presença de espírito nestas ocasiões.
Assim, ao lado de Júpiter podemos vislumbrar a possibilidade de liberações consideráveis de recursos financeiros, mas também da redução das reservas. Sendo Júpiter o planeta das leis e da magistratura, existe a possibilidade das esferas do poder apelarem à judicialização de vários processos, em vários países. Inclusive já é esperado que Donald Trump apele à justiça numa tentativa de se fazer vitorioso nos EUA. 

Terremotos são outra manifestação que também estaria no escopo deste encontro implacável. Mas não apenas grandes tremores de terras, mas grandes instabilidades emocionais, capazes de arremessar novamente ao vício quem parecia estar a um passo de se livrar deste tipo de obsessão, seja com drogas lícitas ou ilícitas. 
Mas nem tudo são dores! O reino de Plutão é de uma riqueza incomensurável. É de lá que tiramos as forças que jamais pensávamos ter e nos vemos capazes de superações inimagináveis. De modo que recuperações judiciais, materiais, físicas, psíquicas e emocionais também soarão como milagres.
O que no fundo este grande encontro quer nos mostrar neste 2020, não é o pior de nós. Júpiter e Plutão querem apontar nossas sombras pessoais e em sociedade, nos lembrando o quanto somos imperfeitos e o quanto precisamos nos aprimorar em se tratando de coletividade.
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana




Diário da Astróloga: 11.11.20 | Nesta semana Júpiter e Plutão se encontram pela última vez em Capricórnio. Um encontro super importante, marcado por eventos marcantes das últimas vezes. No vídeo Parte 1, falo sobre os efeitos deste encontro ao nosso redor e dentro de nós. Afinal, o que podemos esperar? Amanhã nos vemos na parte 2! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 
YOUTUBE👉 www.youtube.com/aastrologa 

CRÉDITOS:  A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana | #escorpião  #signodeescorpião #eleições #luaminguante #autoritarismo #eleições #biden #trump #manipulação  #economia #política  #descoberta #segredo #revelação #autoritarismo #justiça #judicialização #estadolaico #vício #compulsão

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.


Um comentário :

  1. "Qualquer coisa de obscuro permanece

    No centro do meu ser. Se me conheço,

    E até onde, por fim mal, tropeço

    No que de mim em mim de si se esquece.

    Aranha absurda que uma teia tece

    Feita de solidão e de começo

    Fruste, meu ser anônimo confesso

    Próprio e em mim mesmo a externa treva desce.

    Mas, vinda dos vestígios da distância

    Ninguém trouxe ao meu pálio por ter gente

    Sob ele, um rasgo de saudade ou ânsia.

    Remiu-se o pecador impenitente

    À sombra e cisma. Teve a eterna infância,

    Em que comigo forma um mesmo ente."
    (Qualquer coisa de obscuro permanece - Fernando Pessoa)

    ResponderExcluir