sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Nas mãos do Destino

Diário da Astróloga: 06.11.20 | Uma nova quadratura em T se desenha no céu desta sexta-feira. Em jogo estarão planetas importantes promovendo uma tensão entre Capricórnio e Câncer, Libra e Áries. Enquanto estivermos com Saturno e Plutão marcando inesquecivelmente este ano de 2020, sempre que houver uma cruz entre eles e os demais signos cardinais é sinal de fumaça e fogo.
Um cenário astral que se encaixa em perfeição ao que se vê cá embaixo, especialmente em se tratando das Eleições Americanas. Com a Lua em Câncer em evidência, a disputa ganha um tom emocional, apelativo e até infantil. É curiosos observar gente grande fazendo birra. O problema é que birra de adulto pode ter resultados totalmente inconsequentes. 
Do outro lado desta cruz, com Mercúrio em Libra em tensão com Saturno em Capricórnio até o dia 10 de Novembro, qualquer resultado final sobre as eleições pode levar ainda mais tempo para se apresentar de maneira oficial. Quando o deus da comunicação se indispõe com o deus do carma, é preciso aguardar, sem precipitações. Para momentos como estes os mais velhos tinham uma frase infalível: "EM BOCA FECHADA NÃO ENTRA MOSQUITO". Isso pode significar que diante de tamanhas reviravoltas e incertezas, o mais sensato é falar apenas quando se tem confiança sobre aquilo que se diz. 
Numa outra quina dessa cruz, ainda enfrentaremos a Lua em Câncer, a deusa dos nossos afetos de péssimo humor com Marte Retrógrado em Áries, o guerreiro. Ou seja, a qualquer momento poderá se iniciar uma briga carregada de violência e passionalidade. 
Como já dito esta semana, noutros textos e vídeos da "A Astróloga", os EUA, como nação canceriana, nascida em 04 de Julho, estão à mercê das sombras deste signo, promovidas pela tensão no seu complementar e oposto Capricórnio. 

Ou seja, no momento em que mais precisávamos manter a racionalidade, afinal a eleição americana tece fios do destino noutros cantos do mundo tal qual as Moiras, estamos totalmente entregues a paixões irracionais, fantasias, delírios, negações e pós verdades.
Ainda falando das Moiras, as deusas do destino, muita gente me pergunta sobre quem será o vencedor, se Biden ou Trump. Eu digo que com Urano em jogo, o deus das reviravoltas, nem as Moiras terão ainda como certo o resultado desta eleição. E se nem estas senhoras respeitadíssimas ainda sabem sobre tal destino, quem sou eu para garantir vitórias ou derrotas? Destino e coerência, são duas coisas com as quais não se brinca. A única coisa que posso dizer olhando para o céu neste momento é que com tantos planetas em Capricórnio, o signo regido pelo Senhor do Tempo, é preciso esperar. Aliás, eis uma das lições deste ano kármico. Seremos capazes de aguardar sem engolir mosquitos?
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
CRÉDITOS:  Arte original do Jornal The New York Times, publicada em 21 de Outubro de 2020.
Diário da Astróloga: 06.11.20 | No vídeo de hoje falo sobre o céu destes dias e o que esperar para os próximos momentos da Eleição Americana. Embora com uma cruz no céu, reviravoltas e forte emocionalidade em jogo, precisamos nos controlar. Mais que isso, só com a Moiras! Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝

CRÉDITOS:  A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana | #escorpião  #signodeescorpião #eleições #luacheia #segundaondacovid #eleiçõesEUA  #radicalismo #autoritarismo #eleições #biden #trump #reviravolta #violência #eleiçõesamericanas #moiras #moira #luaemcâncer #grandequadratura #quadraturaT #grandecruz

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

Um comentário :