segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Tudo o que vem, volta

Olá a todos. A Lua entra em Capricórnio em conjunção com Plutão, formando aspecto tenso com os planetas que se encontram em Libra. Assim o dia traz uma mensagem sobre as parcerias e sociedades e o quanto devemos nos dedicar a elas com seriedade e responsabilidade. Capricórnio é o terceiro signo de terra e nos faz lembrar que, enquanto os assuntos mundanos não estão resolvidos, não adianta alçar voos maiores nos negócios. Por isso além da criatividade é preciso trabalhar duro para vermos resultados práticos. Este posicionamento pode provocar também outra reação. Ao invés de nos dedicarmos de forma adulta a investir nas relações, podemos sentir um forte sentimento de restrição e então de medo. Especialmente em conjunção com o planeta do submundo, Plutão, o medo pode se tornar algo tão conscientemente imperceptível a nós que podemos tratá-lo sem a devida observação e cuidado. O que pode ser perigoso! Pois quando desconhecemos nossos sentimentos mais íntimos podemos reagir de forma inconsequente minando o outro, pois neste caso o ataque pode ser a melhor defesa. Pela mesma razão, hoje as competições acirradas e sem princípios podem nos rondar, principalmente no ambiente profissional. O melhor a fazer é contar até três e antes de julgar o outro perceber que é ele quem sente medo e por isso mostra os dentes. Além disso, tanto nas sociedades, quanto nos relacionamentos amorosos o que é privado pode tornar-se público de uma forma um tanto desastrosa. Hoje, mais que em outros dias, será preciso tomar cuidado com a forma como nos mostramos fora da nossa intimidade. A maledicência envenena não só a alma de quem é vítima de comentários perversos, mas principalmente de quem os dissemina aos quatro ventos. E na lei do karma tudo o que vem um dia volta.
Aline Maccari
The Fevers e a abertura da novela Elas por Elas de 1982. Nem todo dia é festa, mas tudo o que vem, volta. Quanta nostalgia!
Se você gostou deste texto compartilhe com os amigos sem se esquecer de citar a fonte: Aline Maccari

Nenhum comentário :

Postar um comentário