terça-feira, 25 de outubro de 2011

Resolvendo na diplomacia

Olá a todos. O Sol que acabou de entrar Escorpião traz alguns temas para este ciclo que começou ontem. Até o final do mês escorpiano vamos tratar de alguns dos seus assuntos preferidos como a morte e o renascimento de situações e fatos, a visceralidade, a passionalidade, a sexualidade e as obsessões. No céu de hoje a Lua visita a constelação de Libra, nos lembrando que por mais que precisemos corrigir determinadas coisas, que tenhamos que colocar certas coisas no lugar, é preciso fazê-lo com a delicadeza, a diplomacia, a amorosidade e o equilíbrio de Libra. Quando Escorpião ouvir isso não vai gostar nada nada dessa tática. Com o "pé na porta", artifício bem escorpiano, a tendência é que as portas se fechem de vez, reduzindo ainda mais os recursos de que agora dispomos. Além disso, a Lua em Libra de hoje forma conjunção no céu com Saturno, o senhor da disciplina. Como Escorpião costuma trabalhar de forma muito mais intuitiva, será difícil acertar os ponteiros no trabalho, por exemplo, se não houver um planejamento. Ou seja, a bagunça que encontrar pela frente hoje pode sim ser fruto de sua forma mais autêntica de trabalhar. No entanto esse é um método que só você entende e domina. Os outros ao redor precisarão de sua organização para conseguirem se situar, ficar a par do que está acontecendo no ambiente profissional. E caso algum momento de estresse apareça entre você e um colega não se esqueça da leveza libriana. Afinal num dia podemos estar por cima, chefiando, mas noutro podemos estar por baixo. Os movimentos da vida são cíclicos. Um dia precisamos dos outros, noutro precisam da gente. E essa dinâmica os escorpianos conhecem muito bem. Então se acalme e trate das difíceis questões do dia com mais tranquilidade.
Aline Maccari
No filme Em Boa Companhia um profissional de 51 anos perde seu posto para um rapaz muito mais novo. No entanto, na diplomacia tudo se resolve. Sem desespero!
Se você gostou deste texto compartilhe com os amigos sem se esquecer de citar a fonte: Aline Maccari

Nenhum comentário :

Postar um comentário