quinta-feira, 19 de maio de 2011

Fugindo de relacionamentos

Bom dia senhores. O mês de maio é tradicionalmente o mês das noivas porque os sábios antigos sabiam que um casamento realizado sob o signo de Touro traria para a relação todas as melhores qualidades desta regência, entre elas muito amor, durabilidade, calma, compreensão, beleza, harmonia, paixão e o bom trabalho em dupla, capaz de trazer estabilidade à vida familiar, por muitos e muitos anos. A questão é que os relacionamentos se transformaram. No começo eles eram enfadonhos e representavam uma aliança entre famílias. Depois se tornaram românticos, poéticos, com as melhores qualidades de Touro e sua estabilidade enquanto signo de Terra. A questão é que dentro de nossa pós-modernidade, até o amor tornou-se instável, sem forma, líquido. As pessoas nos escorregam pelas mãos. E o chamado de hoje é para esta reflexão. Durante esta quinta-feira a Lua estará vazia em Sagitário, signo que foge de um relacionamento ao primeiro sinal de seriedade. Porque para Sagitário é impossível conciliar o mundo de coisas que ele quer fazer como viajar, estudar, trabalhar e curtir a vida com uma parceria amorosa de sucesso. E assim estamos vivendo, sem laços afetivos, a procura do prazer imediato e constante, soltos como pássaros, mas com medo de voltar à noite para a gaiola e encontrá-la vazia, sem alguém para recebê-lo, entendê-lo e amá-lo. Talvez seja mesmo muito difícil conseguir conciliar o amor com a vida atual, mas não podemos não pensar nisso. Relações verdadeiras nos levam a sentir que fazemos parte de um mundo real. Afinal é com o outro que descobrimos quem somos e aí sim conquistamos nossas maiores e melhores batalhas na vida.

(Foto: A atriz Júlia Roberts faz o papel de noiva escapista e medrosa no filme Noiva em Fuga.)
Aline Maccari

2 comentários :

  1. Mas então que seja um relacionamento bem dosado, para que nós, "vítimas" da lua em sagitário e cuja ânsia pela liberdade é inata, não precisemos nos sentir bloqueados por um relacionamento "sério" mas sim compreendidos e estimulados dentro dessa parceria. Dessa forma, novas formas de amor podem ser geradas.

    ResponderExcluir
  2. O caminho do meio é sempre uma boa saída. Bjo Bruna!

    ResponderExcluir