terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Sobre a justiça e a injustiça...

A Lua está em Sagitário, entre as leis dos homens e a leis divinas. Mas Júpiter, seu planeta regente, no mesmo signo, está em aspecto desfiador com Netuno em Peixes. Não há outro momento para se fazer justiça, apesar da nuvem escura dos interesses se sobrepondo a ela.
Aliás, eis o grande desafio: ser justo apesar das pressões, mentiras e perversidades típicas do sistema. A injustiça num lugar, seja ela onde for, é uma ameaça à justiça em qualquer lugar do planeta, como deixou Luther King. Nosso país carrega o pior acidente ambiental do mundo nas costas, o de Mariana. Mas apesar da força de toda grana, de toda lama, de toda gana, não podemos deixar que a impunidade vença novamente, desta vez em Brumadinho. Do contrário ela sempre vencerá. Se um crime como este não for punido nada mais será. A foto icônica, é do amigo sagitariano, o fotógrafo Victor Moriyama. Victor, seu olhar não poderia estar em outro lugar.
Aline Maccari
__________________
SOBRE A ASTRÓLOGA:
*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  
* Os posts são publicados no site "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

CRÉDITOS: Foto de Victor Moriyama em Brumadinho
#alinemaccari #aastróloga #astrologia #storyteller #xamã #mitologia #mito #astros #signos #autoconhecimento #luaemsagitário #acidente #brumadinho #desastre #valedoriodoce #corrpução #martinlutherking #direito #justiça #supremo #victormoriyama 

Nenhum comentário :

Postar um comentário