quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Júpiter em Sagitário: sorte e expansão para o terceiro signo de fogo

No céu uma mudança celeste marca uma virada no ano. Eu diria que talvez seja a melhor notícia de 2018. Júpiter muda de signo! Seu ciclo completo ao redor do Sol é de 12 anos. Por isso ele passa cerca de um ano em cada signo. Desde 10/out/2017 o planeta estava em Escorpião. Nesta quinta-feira ele entra em Sagitário e ficará de 08/nov/2018 a 02/dez/2019. Júpiter, de longe o maior planeta do Sistema Solar, é conhecido como o "grande benéfico".
Uma expressão que os antigos adoravam utilizar. Na mitologia grega ele era Zeus, o deus do Olimpo. É ele quem "salva" os titãs irmãos da tirania do pai Saturno e institui uma nova ordem no mundo, ficando ele como deus "do céu", Netuno como deus dos mares e Plutão, sob o domínio dos infernos. Do alto, ele rege as leis divinas, sendo por isso, na Terra, o planeta dos magistrados, descobridores, filósofos, sacerdotes e escritores. É o planeta da fé, da bondade, da justiça, da bem aventurança, da sorte e do sucesso. Em suas passagens mitológicas é capaz de paixões tórridas com deusas e humanas. Júpiter é o exagerado, excessivo, extravagante, sem limites, incansável e insaciável. O que não significa algo necessariamente bom ou mal. Esse tipo de julgamento não existe na mitologia grega. 
Me lembro que em 2016 Júpiter passava por Libra, o signo do amor, dos relacionamentos e dos casamentos. E isso acontecia simultaneamente em mapa de irmãos gêmeos. Ambos tinham relacionamentos duradouros e estavam prestes a se casar com suas companheiras. Naquele ano, o que cultivava uma relação de amor verdadeiro se casou. O outro, que vivia um relacionamento irresponsável, rompeu os laços. Ou seja, Júpiter leva ao ápice todas as perspectivas.
Entre 2017 e 2018 o planeta esteve em Escorpião, agindo como quem coloca uma lupa no signo e multiplicando suas qualidades. Como Escorpião é um signo que tem relação com o que está oculto, Júpiter trouxe à tona notícias de corrupção, escândalos, casos de pedofilia na Igreja, prisões e vários outros temas que são do repertório escorpiano, como o sexo e a transformação. Nas mídia, vimos a ascensão de artistas como Pablo Vittar (escorpiano) e Anitta (ariana), com forte teor sensual. Até nossas preferências sexuais podem ter sido questionadas. Na vida dos mortais, conheço escorpianos que finalmente se casaram neste ano e estão muito felizes. Outros que tiveram boas oportunidades profissionais e as aproveitaram.
Em Sagitário, Júpiter estará em seu domicílio, uma vez que este o planeta rege o último signo de fogo. Nele, se sentindo em casa, Júpiter poderá mudar leis, reavaliá-las e fazê-las funcionar. Frente às religiões e seitas poderá ir aos extremos, gerando intolerância e conflito se não houver bom senso, uma vez que Sagitário (num de seus piores aspectos) se acha o dono da verdade. Palavras como liberdade, generosidade e dignidade poderão ser melhor vividas e compreendidas nesse período. O otimismo, tão característico do signo, pode se traduzir em golpe de sorte ou numa vacilada de quem acha que pode abusar dessa mesma sorte. Sim, os Sagitarianos acham que o mundo está à sua disposição para servi-los. Há entre os sem limite uma forte tendência ao ilícito, uma vez que alguns deles podem se achar acima das leis. É o tipo Sagitário megalomaníaco e psicopata! Alguns, políticos de longa data. Júpiter em Sagitário também promete alavancar os estudos. Disciplinas que ajudam a explicar o funcionamento do mundo como a filosofia ou a sociologia podem ampliar ainda mais seus horizontes. O trabalho humanitário e os direitos humanos podem vislumbrar melhores horizontes. Esse mesmo posicionamento pode incrementar as viagens internacionais e o conhecimento de outras culturas. Uma das maneiras de Sagitário de experimentar a vida, conhecê-la para ampliar seus horizontes. Se eles já são um tanto indomáveis, com Júpiter sobre suas cabeças, eles deverão se sentir os próprios super heróis. Pois que usem a passagem do planeta benfeitor para beneficiar ao mundo.
Para os nativos que viveram ondas desafiadoras com o ciclo de Saturno passando pelo seu signo entre dez/2014 e dez/2017, a passagem de Júpiter, seu planeta regente, pode ser o que faltava para consagrar alguns projetos. Sagitariano ou não, em caso de dúvida analise as oportunidades, não subestime os demais e boa sorte! A casa em que tivermos o signo de Sagitário nos nossos mapas natais, também será beneficiada pela passagem desse gigante! Para o alto e avante!
Aline Maccari

_________________________


*Assim na Terra como no Céu! A astrologia faz todo o sentido por que microcosmos e macrocosmos tem uma relação íntima entre si. O que acontece entre os astros, repercute simbolicamente em nossas vidas, todos os dias. Essa "psicologia antiga" funciona como uma verdadeira bússola nos orientando na nossa jornada. Para entender melhor a si mesmo entre em contato com A Astróloga pelo e-mail aastrologa@gmail.com  
* Os posts são publicados no site "A Astróloga", no Facebook e no Instagram. Compartilhe preservando frases, fotos e vídeos propositalmente relacionados aos conteúdos, além de citar as fontes. 
* Aline Maccari é jornalista, cronista e astróloga, com pós graduação em psicologia junguiana. Para saber mais visite o blog www.aastróloga.com.br

CRÉDITOS: Arte de designer desconhecido até o momento desta publicação.
#alinemaccari #aastróloga #astrologia #astral #storyteller #xamã #psicologia #mitologia #mito #astros #signos #autoconhecimento #destino #jung #sorte #expansão #viagem #viagens #trip #aventura #paixão #exterior #viageminternacional #posgraduação #mba #bemaventurança #sucesso #sagitário #sagitariano #júpiter #zeus #júpiteremsagitário #magistrado #justiça #sacerdote #religiões

2 comentários :