sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

CÉU DE HOJE: Aquário e a evolução da humanidade

Sob a Lua Nova e o Sol em Aquário, signo de tecnologia e inovação, tivemos ontem uma notícia que fez encher de estrelas os olhos dos cientistas de todo o mundo. "A comprovação de que as ondas gravitacionais de Albert Eistein existem não representa apenas a descoberta de um novo objeto astrofísico, mas sim da descoberta de um novo mensageiro", afirmou cientista que compõe o time das investigações no Brasil.
Uma descoberta que amplia enormemente as possibilidades de pesquisas sobre a origem do universo e a relação espaço-tempo. Para a comunidade científica é algo que vale ouro e prêmio Nobel. Para nós, simples mortais, ainda cheios de dúvidas sobre o que isso realmente representa, parece ser um passo a mais para entendermos as leis dessa Matrix em que vivemos. Na astrologia, o signo de Aquário tem uma de suas explicações no mito de Prometeu, o benfeitor da humanidade, que rouba o fogo do Olimpo para trazê-lo aos homens, libertando-os das trevas. Dias de Aquário são dias de percepção, descobertas e clarevidência que ilumina temas obscuros. Num mês regido simbolicamente pelo encontro entre o céu e a terra, os deuses e os homens, podemos ser presenteados com novidades que nos engrandecem e nos faz pensar que podemos ser muito maiores que crises financeiras e guerras humilhantes. Em nível pessoal, no nosso dia a dia, o mês aquariano nos reserva da mesma forma pequenas revelações, insights, estalos que podem tornar nossas experiências mais honestas e dignificantes. Um viva para a lucidez aquariana! 
Aline Maccari
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e no Instagram. Se você gostou do conteúdo compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br
Leia Mais:http://ciencia.estadao.com.br/noticias/geral,foi-inesperado--diz-cientista-da-unesp-que-ajudou-a-detectar-ondas,10000015933
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

Nenhum comentário :

Postar um comentário