quarta-feira, 5 de maio de 2021

Adeus ao alquimista Paulo Gustavo

Diário da Astróloga: 05.05.21 | O Brasil perde um de seus filhos mais ilustres para o Coronavírus. O ator Paulo Gustavo nos deixa aos 42 anos, depois de uma carreira meteórica, sem paralelos, tendo sido o responsável pela maior bilheteria cinematográfica de todos os tempos no país. Neste momento, sua imagem estará estampada em todos os jornais, TVs e timelines. E todos dirão algo sobre este gênio. Como geralmente sabemos muito pouco sobre a vida real das estrelas, tudo o que for dito, diz mais sobre quem escreve que sobre quem é descrito. Da parte da @aastrologa, talvez alguns traços astrológicos façam a ponte entre Paulo Gustavo, o nosso Microcosmo, o Brasil e o Macrocosmo, trazendo sentido para um capítulo tristemente inesquecível.

MAPA PESSOAL
Paulo Gustavo já nasceu cometa. De Niterói, ele chegou ao mundo em 30 de Outubro de 1978. Com 5 planetas em Escorpião (Sol, Mercúrio, Vênus, Marte e Urano), sua vocação arquetípica era para a transformação, a morte e o renascimento simbólico. Sob o signo de poder, Paulo chegou ao estrelato cedo. Mas às custas de sua alquimia pessoal, enfrentando tabus, conquistando um lugar inédito devido ao seu perfil pessoal e de orientação sexual, num dos países mais sexualmente recalcados deste planeta, escolhendo casar-se com quem desejou e tendo dois filhos de barrigas de aluguel. Ao que me parece, tudo o que Paulo tocou, ele transformou. Verdadeiro, talentoso, intenso, espirituoso, cortante, hilário, demasiado humano. Ele foi a projeção inconsciente do Brasil nas telas dos cinema nacional, entrando nas mentes, corações e lares brasileiros, ajudando a transformar as relações entre mães, pais, filhos e filhas na compreensão de suas expressões no mundo. Com Lua conjunta a Plutão em Libra, seu softpower foi a arte do riso, especialmente quando encarnado no corpo feminino de Dona Hermínia, sua personagem mais famosa e eternizada. 

O MOMENTO
O céu do momento nos fala de fortes tensões, especialmente sobre o mapa natal de Paulo Gustavo. Com tantos planetas em Escorpião, tensionados por Saturno em Aquário e Urano em Touro, a mim me parece que o céu lhe emparedou numa grande quadratura. E em Escorpião, a saída é o reino de Hades. A questão é que todas as vezes em que falamos deste signo, estamos falando de morte, renascimento e cura. Mas nenhum de nós é capaz de saber o limite para tais transformações. Algumas semanas atrás quando o boletim médico relatou melhoras no seu quadro médico, me lembrei da Fênix que todos os escorpianos são capazes de encarnar com coragem e determinação, de forma quase transcendental. E quem sabe aquele seria o momento ideal para a sua alquimia triunfante. Quando descobri que ele era escorpiano disse a mim mesma que havia muitas chances dele sair dessa. Mas corporeamente e na Temporada Taurina, infelizmente isso não foi possível. A última Lua Cheia em Escorpião, da semana passada, pode ter sido o golpe impiedoso. E na semana de Lua Minguante, nos despedimos. Somado às pressões da oposição de Urano de Trânsito a Urano Natal, pela qual todos passamos por volta dos 42 anos, foi fatal. Todos os sinais astrológicos pediam transformação e libertação. A questão é quando falamos de uma figura pública desta envergadura, estamos falando de libertação e transformação nacional. Pois são eles que por vezes encarnam uma necessidade coletiva inconsciente. O Brasil perdeu o riso, o ar e o rumo.

FÊNIX PARA SEMPRE
Perder o nosso maior motivo de riso, num país que não para de chorar os seus milhares de entes queridos mortos pela Covid é um golpe duríssimo para o Brasil. É algo que nos faz pensar sobre tantas coisas, entre os valores da vida, da arte, da alegria, da fé, do país... Perder Paulo Gustavo no auge da pior onda da Pandemia, com mais de 400 mil mortos é um combo de acontecimentos que fala muito sobre o Brasil do agora. Será que a perda do seu riso nos fará encarar a vida de maneira mais séria? Espero que só aquilo que realmente mereça a nossa seriedade e compromisso. Mas para muito além de sua passagem simbolizar um outro nível de conscientização coletiva, sua morte simboliza uma transformação contínua e em curso. Em Escorpião estamos o tempo todo falando de profundas mudanças. E por onde Paulo Gustavo passou, ele transformou. Ao mesmo tempo, ninguém passa ileso pela vida de um Escorpiano. Porque da mesma forma que ele se fez transformar, ele nos mostra que todos somos capazes de fazê-lo. Com 42 anos ele parece ter feito tudo o que desejou. E assim a morte nos faz pensar sobre a vida. Quantos anos precisamos viver para encarar sem medo os nossos desejos, nos apossarmos da nossa própria jornada e seguirmos em frente com verdade, doa a quem doer? Paulo Gustavo viveu como poucos! É por contrastes que aprendemos as lições desta jornada. Que a morte do ator sirva para nos arrancar do torpor e viver tudo o que há para viver. Obrigado por tanto, estrela! 
Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana

CRÉDITOS: Foto do ator Paulo Gustavo no papel de Dona Hermínia




Diário da Astróloga: 05.05.21. No vídeo de hoje eu faço uma homenagem ao ator Paulo Gustavo, falecido ontem (04.0.o5.21). Aqui sugiro uma leitura astrológica e arquetípica possível para compreendermos sua jornada que em alguma medida também é a nossa jornada brasileira. Aline Maccari Jornalista, Astróloga e Analista Junguiana
O link segue na BIO☝ e nos STORIES ☝ 


CRÉDITOS: A Astróloga
#astrologia #astróloga #mapaastral #mitologia #psicologia #arquétipo #carljung #destino #autoconhecimento #céudasemana | #pandemiabrasil #luaminguante #luaemaquário #plutãoretrógrado #mercúrioemgêmeos #paulogustavo #donahermínia #escorpião #escorpiano #transformação #transmutação #ator #cinema #arte #barrigadealuguel #teatro #minhamãeéumapeça #thalesbretas #mapaastralpaulogustavo #homenagempaulogustavo

* Agradecemos o compartilhamento dos conteúdos da "A Astróloga", desde que seja preservada a sua originalidade, integridade e sentindo, sem prejuízo à compreensão do mesmo e mantido o crédito à autora: Aline Maccari @aastrologa. A publicação parcial ou total de textos, vídeos ou fotos sem a creditagem correspondente pode acarretar em crime de plágio, sendo passível de punição. Obrigado àqueles que ajudam a divulgar adequadamente este trabalho.

2 comentários :

  1. Belíssima reflexão, sempre tocando nossos corações! Que dias hein minha amiga! Que o céu nos guie e o amor nos transforme, não é? - pra fechar este breve comentário, pois tem momentos que o silêncio diz ainda mais.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por expressasr por nós todos essa homenagem a ele.Uma pessoa integra que teve a coragem de se aceitar e viver intensamente tudo que veio pra ser neste mundo.Exemplo pra todos nós. O I Ching nos dá como lição de vida neste ano do Bufalo de Metal Yin o hexagrama que fala sobre o Obscurecimento da Luz.Paulo Gustavo foi mais uma Luz brilhante que se apagou.

    ResponderExcluir