quarta-feira, 22 de maio de 2013

Feliz aniversário aos geminianos


Monette e Mady, as gêmeas francesas nos confundem com uma característica óbvia do signo: a duplicidade
O Sol entra na constelação de Gêmeos e os geminianos fazem aniversário! O primeiro signo de  Ar leva a regência do planeta Mercúrio que nos remete à mitologia. Mercúrio, o Mensageiro dos Céus, era filho de Júpiter, o Deus dos Deuses. Muito inteligente e astuto era capaz de enganar, mentir, criar rumores e até roubar. Tudo isso para salvar a sua pele de menino levado. Ainda muito pequeno tomou o rebanho do irmão Apolo. E da pele de um dos animais, juntamente com o casco de uma tartaruga, fez o primeiro instrumento musical que se têm notícia, a lira. Assim, Mercúrio é também o deus da música, dos negócios, das estradas (onde se faziam trocas e vendas) e dos viajantes (que descobrem coisas novas e trazem notícias de longe).
Mas apesar de ter um comportamento nem sempre moral o menino não despertava a ira dos deuses por muito tempo, porque era muito engraçado e divertido, adorava contar histórias e piadas. Assim, a meninice geminiana pode estar presente no corpo, na cara, nos trejeitos, na voz e na alma desse nativo que apesar de tudo é mensageiro dos deuses, uma missão e tanto. Quando bem aspectado Gêmeos pode resultar em excelente jornalista, escritor, conselheiro, comerciante ou músico. Quando enfrenta quadraturas no mapa natal (ângulos de 90º) ou oposições, pode enveredar para a mentira descarada, a maledicência, o engano, o roubo, a futilidade, a inconsistência e a imaturidade irresponsável. Os geminianos que fazem aniversário no último decanato pode estar enfrentando situações ilusórias e portanto confusas, por causa do aspecto tenso com Netuno, o deus dos mares. E a melhor saída para isso talvez seja a introspecção e a meditação, já que o deus das profundezas oceânicas nos convida a entender a vida em níveis tão mais profundos, apesar de Gêmeos adorar a superfície da vida e dos fatos. Com quatro planetas atualmente neste signo (Sol, Mercúrio, Vênus e Júpiter) o céu anda favorável a estudos, viagens, desenvolvimento pessoal, artístico e romances. Se fosse geminiana nesta altura do campeonato não estaria reclamando da vida. Abaixo segue uma série da fotógrafa Maja Daniels retratando as gêmeas francesas Monette e Mady. Num primeiro momento elas parecem causar uma miragem pela representação da duplicidade. Elas usam sempre as mesmas roupas, tem linguagens corporais muitíssimo semelhantes e chegam a se alimentar da mesma forma e na mesma quantidade. A representação imagética do dobro ou do duplo, típico das intenções, ideias e confusões do signo da eterna criança pode ser vista sempre, ainda que em corpos bastante amadurecidos.
Aline Maccari






*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário