quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Feliz aniversário aos piscianos

Morar debaixo d'água requer habilidades que só os piscianos têm. Para estar com eles é preciso aprender a nadar.
Queridos leitores, apreciadores da astrologia e amigos. A Astróloga foi passar uns dias no litoral, conversar com Netuno, o deus dos mares, para enfim voltar preparada para falar sobre Peixes, o signo maior das águas. O Sol entra hoje neste signo. Assim voltemos a ativa, afinal o ano na "terra dourada" só começa depois do carnaval, no entanto se principia com a velocidade das ondas, com constância e lentidão. O mês que se segue vem carregado com as qualidades do último signo do zodíaco e assim vamos até 20 de março. Peixes é regido por Netuno e não há exercício melhor para entender o comportamento de um pisciano que passar algumas horas frente ao mar ouvindo todo o tipo de analogias e conselhos que o "deus das profundezas psíquicas" sussurra em nossos ouvidos por meio da "brisa da maresia".
Frente à infinitude do amor, significado oculto do elemento água, percebemos o quanto somos pequenos diante da vida e dos destinos reservados a nós pela espiritualidade. Como Peixes é o último signo do zodíaco é como se ele carregasse o conhecimento e a vivência de todos os outros signos dentro de sim, levando ainda as alegrias e tristezas, soluções e questionamentos profundos que todos os outros viveram e fizeram, mas não concluíram, não encontraram porquês. A missão de Peixes é grande. Ele precisa compreender a vida, sintetizá-la e se elevar em conhecimento e amor à humanidade. São profundos e tranquilizadores como a vastidão daquela água salgada, mas também obscuros e envolventes como uma onda que nos rapta para a imensidão azul. Não saber nadar em meio a tanta emoção e comportamentos inconscientes pode gerar um grande desconforto a quem estiver dividindo a vida com um pisciano. Mas, desconforto maior será o do próprio "peixe" que mesmo estando em casa, seu habitat, porventura não saiba nadar. Dentro d´água, imersos, eles nos levam às profundezas do inconsciente, de comportamentos sem explicação, regados às vezes a álcool e drogas, lágrimas de emoção e melancolia. Em Peixes tudo se aprofunda ao ponto do perder-se... para enfim encontrar-se. Próximos deles podemos nos sentir culpados por suas escolhas, confusos com suas decisões. Entender os piscianos e conviver com eles é uma habilidade que exige de nós maestria com o escafandro.  Ou seja, por mais que se misturem é preciso separar as criaturas, mantendo assim a integridade psíquica dos dois. Quando passadas as tempestades marinhas a calmaria reserva o conforto do maior abraço do mundo, o das águas da origem da vida. Atualmente o signo de Peixes tem em sua casa a presença de Netuno, seu planeta regente. Esse posicionamento se dá a casa 165 anos e a volta do príncipe regente para seu trono e cetro pode gerar oportunidades especialíssimas para "os peixes". Esse "cardume" tem a maior das oportunidades de entender a que reino pertence, como funciona internamente e qual seu papel nesta vida. O passeio dos próximos 13 anos de Netuno por Peixes permite aprimoramento espiritual não só para eles, mas para todos nós. Até o final desta semana o Sol permanece em contato muito próximo com o planeta Netuno, proporcionando dias de muita percepção para todos nós. Assim, estejamos sensivelmente alertas quanto ao invisível e ao que ele nos diz. Sonhos, intuições, impressões ou mesmo o "não dito" nos falarão mais que palavras. Aos piscianos um feliz aniversário e uma feliz "volta para casa". Aproveitem a estadia e se fartem do que melhor sabem oferecee: amor incondicional.
Aline Maccari
2013

Gino Paoli canta Sapore di Sale: Peixes é passado, memória, família, melancolia, lembrança, amor, romance, saudade, poesia, música e mar. Um aguadeiro de emoções.

Para saber mais sobre Netuno e Peixes clique no link:
http://www.aastrologa.com.br/2012/02/netuno-ingressa-em-peixes.html
Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e no Twitter. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: Aline Maccari.

Nenhum comentário :

Postar um comentário