terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Aquário e Virgem: cuidando da cuca

A loucura está na moda. Tantos se dizem esquizofrênicos, bipolares, "paniquentos" sem nem ao menos saber o que esses termos significam. Mas nem é preciso. Jornais, revistas, novelas, redes sociais falam tanto sobre isso que o assunto sai do consultório e do meio acadêmico, atravessa o senso comum e acaba na mesa de bar. E ter uma loucura ou uma conduta moralmente repreensível denota um traço de personalidade digno de um comportamento excêntrico, diferenciado em meio à multidão. E ser diferente entre oito bilhões de seres humanos se tornou objeto de consumo desejado por quantos? Muitos! A loucura ou a imoralidade não são novidade, fala-se delas desde sempre. Mas elas nunca ocuparam um lugar de tanto prestígio. Desprestigiada mesmo está a sanidade, que mora em livros "velhos", "desatualizados" e "fora de moda" como a Bíblia e o Talmude. E como ela se definiria?  Segundo o cientista Adin Steinsaltz que se tornou rabino, sanidade seria a capacidade de lidar com ideias, pessoas ou situações controversas, díspares ou antagônicas em estado de equilíbrio, harmonizando-as, sem deixar que se anulem umas às outras e permitindo que evoluam o quanto precisarem. Ainda, segundo ele, a sanidade tem relação estreita com o bom senso e anda desatualizada porque o estímulo ao empoderamento inconsistente do ser humano tem tomado seu lugar. Ou seja, somos mais poderosos que coerentes. Em mês de Sol em Aquário discutir loucura, imoralidade e sanidade é  fundamental. Primeiro porque Aquário é signo de ideias, e tudo no mundo nasce antes de um pensamento. Pensar é criar! Os Aquarianos são aqueles que conduzem os grupos em família, no trabalho e em sociedade. E geralmente são pessoas muitíssimo inteligentes, precisando apenas de orientação para saber como usar sua melhor habilidade. Hoje é aniversário de Marcos Valério, aquariano, acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, peculado e evasão de divisas. Ao réu do "mensalão" sobrou poder e faltou sanidade. Talvez se tivesse lido mais a Bíblia, estudado o Talmude ou curtido A Astróloga, não estivesse passando pela pior fase da vida neste momento. De hoje até o dia 31 de janeiro o céu nos brinda com a Lua em Virgem, aquela do trabalho, purificação e depuração. Serão dias de lida, mas não a braçal e sim a lida intelectual. Em céu de Sol em Aquário em quadratura com Saturno (o deus da cobrança, organização e sistematicidade) o compromisso é com a depuração da moral, das nossas ideias, ideais, intenções, planos e com o verbo, com o que falamos. Serão dias para o melhoramento do que se pensa, fala e faz. Porque o efeito individual de nossas atitudes é sempre coletivo. Quem sabe um dia a sanidade se torne um hit!
AM

Marisa Monte interpreta o poema Blanco de Octavio Paz. "Perceber é conceber". "Sou a criatura do que vejo".
*Os posts são publicados diariamente no Blog da Astróloga, no Facebook e no Twitter. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: Aline Maccari.

Nenhum comentário :

Postar um comentário